Saúde 4.0: entenda como a tecnologia traz mais eficiência

Saúde 4.0: entenda como a tecnologia traz mais eficiência

Leia em 5 min.

A tecnologia traz agilidade para que os profissionais da área da saúde tenham uma rotina mais produtiva, proporcionando uma melhor experiência para os pacientes. Entenda como a tecnologia ajuda a melhorar a qualidade de vida para todo mundo neste artigo!

Não dá para negar que o mundo vem sendo constantemente transformado pelas inovações tecnológicas. Essas mudanças chegaram à área de saúde e hoje refletem no trabalho de todos os profissionais envolvidos em clínicas e hospitais. É a chamada saúde 4.0, que está revolucionando a relação entre médicos e pacientes.

Os investimentos realizados têm como foco a otimização de tarefas, o aumento da eficiência e a qualidade na prestação de serviços.

Produtividade e redução de custos também são vantagens que não podem ser ignoradas.

Para que você entenda o que de fato é esse conceito, como ele promove benefícios e como ficar preparado para essa nova área, preparamos este artigo. Continue a leitura e descubra mais sobre a saúde 4.0!

O conceito de saúde 4.0

O grande objetivo na saúde 4.0 é utilizar investimentos em tecnologia na área da saúde, buscando a prevenção de enfermidades e a garantia do bem-estar físico e mental dos pacientes.

Sendo assim, o conceito está relacionado à integração de ferramentas tecnológicas com a medicina e envolve mecanismos automatizados, como os sistemas de gestão para consultórios médicos.

Revoluções que vieram com a saúde 4.0

Essa nova forma de trabalhar tecnologia com a medicina trouxe um conjunto de recursos, cada um com seu objetivo em particular e seus próprios benefícios. Veja alguns deles!

Software médico na nuvem

O uso de um sistema de gestão em nuvem permite que os médicos e demais profissionais da saúde trabalhem com prontuários eletrônicos, que podem ser acessados de qualquer local que tenha conexão com a internet.

Todas as informações do paciente são inseridas nesse software, que ficam disponíveis para acesso rápido, facilitando a ação do médico em casos de emergência.

Também é bastante útil para construir e verificar o histórico da saúde do indivíduo, promovendo agilidade às consultas e proporcionando diagnósticos mais eficazes para os pacientes.

Não podemos deixar de destacar a redução de custos operacionais, a segurança no armazenamento de dados e a diminuição do impacto ambiental com o uso reduzido de papéis. As informações sobre os pacientes ficam protegidas de qualquer acidente, como perdas, danos, e ações de terceiros mal intencionados.

Dispositivos médicos

Quando falamos em dispositivos médicos, a expressão pode envolver produção, importação e distribuição de:

  • curativos;
  • camas de hospital;
  • implantes;
  • equipamentos de raios-X, entre outros.

Ou seja, todo aparelho que pode ser envolvido na estrutura física de clínicas, consultórios e hospitais.

A tecnologia pode trazer novos recursos a cada dia: facilitando a rotina dos médicos, colaborando para a realização de um diagnóstico preciso e trazendo mais qualidade de vida e conforto para quem está passando por um tratamento.

Internet das coisas

A internet das coisas impressiona até mesmo quem trabalha com tecnologia. Também conhecida como IoT, sigla para o termo inglês Internet Of Thing, é a ideia de integrar o mundo real ao digital.

É, basicamente, a integração de objetos do nosso cotidiano com a computação e a internet. Na área da saúde e do bem-estar, temos um exemplo que está se popularizando cada vez mais: os relógios que são capazes de medir os batimentos cardíacos do usuário.

inovacoes-tecnologicas-na-medicina

A IoT também está sendo aplicada na modernização de análise de exames laboratoriais, inovando o processo inteligentemente. A integração das máquinas está permitindo que os diagnósticos sejam mais completos e precisos. E assim, consequentemente, mais seguros.

Big Data

O Big Data refere-se à captura, análise e interpretação de um grande volume de dados, originados de diferentes fontes. Na medicina, seu objetivo é identificar características semelhantes entre indivíduos de um mesmo grupo.

Isso significa uma redução nos custos de pesquisas e nas previsões de diagnósticos. Veja dois exemplos práticos da sua aplicação:

  • em questões de eventos relacionados à saúde dos pacientes, como as chances de sucesso de um determinado tratamento em indivíduos de determinada idade;
  • na antecipação da rotina, refletindo-se na agilidade dos processos de consulta, como a reorganização do agendamento em determinadas épocas do ano em que o aparecimento de enfermidades torna-se mais comum.

Ou seja, ao utilizar as técnicas de Big Data para traçar um perfil, é possível prever complicações e monitorar a efetividade de tratamentos.

e-Saúde

Os sistemas conhecidos como telemedicina e telessaúde já são uma realidade no campo da psicologia, permitindo que o tratamento seja feito a distância, a partir da realização da primeira consulta.

Nas outras áreas, a internet das coisas ajuda a telemedicina a funcionar, possibilitando a monitorização da saúde do paciente a distância. Ou seja, quem promove o tratamento e quem o recebe não precisam, necessariamente, estar no mesmo ambiente físico.

Citamos anteriormente o uso do relógio que monitora os batimentos cardíacos. Esses dados podem tranquilamente ser enviados para o médico avaliar o desempenho do paciente em uma atividade que exige mais do corpo humano. Perceba que, na saúde 4.0, os recursos e seus benefícios estão integrados.

Saúde 4.0 e sua contribuição para o atendimento humanizado

O atendimento humanizado é um dos objetivos de toda clínica que busca entregar o melhor serviço para os seus pacientes. Uma das práticas desse tipo de atendimento é um relacionamento mais profundo entre médico e paciente, utilizando bastante da escuta ativa e olhos nos olhos.

Aplicar o atendo humanizado não é uma tarefa fácil, mas a tecnologia facilita bastante. Um sistema de gestão em nuvem, por exemplo, que traz o prontuário eletrônico permite que o médico se concentre mais no paciente, ao invés de perder tempo buscando informações em meio de uma imensa pilha de papéis.

Além disso, muitos médicos estão usando blogs e sites como meio de compartilhar informações e educar seus pacientes. Trazer informações corretas para as pessoas em meio a tantos dados falhos na internet é uma ótima maneira de ajudar.

Confira o  caso de sucesso e descubra como o Espaço Médico Descomplicado usou a tecnologia para oferecer um atendimento humanizado de qualidade!

Conforme a complexidade da operação vai aumentando, mais necessidade tecnológica eu vou ter pra manter um nível de qualidade para os nossos pacientes e nossos profissionais”.

tecnologia-na-area-da-saude

Como se preparar para o futuro

A saúde 4.0 já é uma realidade, e adotar os seus recursos é mais uma questão de adaptação que de preparação. É inegável que isso vai transformar toda a rotina médica, desde os atendimentos, passando pelos aparelhos utilizados e influenciando diretamente os diagnósticos.

A tendência deve ser encarada de maneira positiva, afinal, só promove benefícios tanto para os profissionais quanto para os pacientes. Para implementar na sua clínica, é necessário que você estude e analise as possibilidades mediante sua especialidade e esteja empenhado em participar de treinamentos para fazer o uso adequado de todos esses recursos.

Processos como computação em nuvem, Internet das Coisas e Big Data já estão revolucionando a maneira de fazer medicina. É necessário ver a saúde 4.0 além das questões da tecnologia, mas sim como uma maneira de salvar vidas.

Afinal, ela não promove só agilidade nas consultas e a satisfação em termos de atendimento. Está cada vez mais empenhada em descobrir rapidamente o que afeta a sociedade e quais os meios mais rápidos para tratar dessas enfermidades.

E já que tratamos de um tema relacionado à tecnologia, que tal se informar mais sobre como implantar as inovações tecnológicas na área de saúde? Confira nosso eBook sobre o assunto!

Cadastre-se na Newsletter do iClinic

Gostou do conteúdo? Não se esqueça de compartilhar e comentar o que achou dessas inovações tecnológicas!

Postagens relacionadas


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Letras na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.