Software para clínicas: entenda todos os riscos de não utilizá-lo na sua clínica

Software para clínicas: descubra os riscos de não utilizá-lo

Felipe Lourenço Ferramentas para Clínica

Leia em 6 min.

Última atualização em 08/09/2021 por Maria Beatriz Oliveira

Um software para clínicas oferece segurança, praticidade e acesso facilitado aos dados dos pacientes, possibilitando ao médico oferecer um atendimento ainda melhor.

Clique no player para escutar o áudio do conteúdo:

Apesar de vivemos na era da informação, ou era pós-digital, a maioria das clínicas e consultórios médicos ainda estão presos na era analógica, na qual todo o armazenamento de dados é feito no papel.

Esse fenômeno impede que os profissionais de saúde se destaquem da concorrência, transmitindo uma ideia de que a clínica “parou no tempo“.

Segundo o estudo da UNISC (Universidade de Santa Cruz do Sul), tecnologias como um software para clínicas são essenciais para o sucesso do negócio.

“Atualmente é impossível às organizações não considerarem a adoção do uso de tecnologias de informação na condução de seus negócios. As tecnologias de informação são fundamentais para as empresas melhorarem suas performances, seja na agilidade, na efetividade ou ainda na inteligência organizacional.”

Continue a leitura e descubra quais são os riscos que você está correndo ao não acompanhar as tendências do mercado médico. 

5 principais riscos de não utilizar um software para clínicas

O Dr. Ferdinando é um dos profissionais que buscou se modernizar e adotou um software para clínicas na nuvem para a sua rotina.

Veja uma parte de seu depoimento sobre as vantagens que um bom software pode proporcionar.

“O arquivamento é muito mais fácil, e o acesso às informações é mais rápido. Um prontuário eletrônico permite uma personalização completa, eu deixo tudo personalizado e isso me dá tempo. Além da praticidade, eu ganho tempo, o que é importante para obter retorno financeiro.”

Experimente gratuitamente: Comece agora a testar o iClinic. Clique aqui!

Para exemplificar todos esses benefícios, listamos os 5 maiores riscos de não obter um software para clínicas. 

Aproveite o conteúdo!

1. Falhas na gestão da clínica

Você utiliza uma agenda de papel e precisa ter um armário, ou até mesmo uma sala, apenas para armazenar documentos? Sua equipe depende de planilhas para se manter organizada?

Ter uma gestão médica de excelência é um desafio, mas com um software para clínicas, você consegue eliminar falhas na comunicação, e tornar seu dia a dia mais produtivo.

Isso porque graças ao armazenamento na nuvem, você pode acessar seus dados de qualquer lugar, organizar seu dia em casa, no trânsito, e verificar quais são seus próximos compromissos. 

Assim, caso um paciente tenha uma emergência, você não precisa correr até a clínica para buscar suas informações. Basta acessar o aplicativo do seu software, e enviar os dados em poucos segundos. 

Imagine que você esteja em casa, e, ao acessar o controle de estoque do software, percebe que logo irá ficar sem materiais para realizar procedimentos.

Utilizando o chat interno do sistema, você entra em contato com sua secretária, e solicita que ela verifique quais produtos estão acabando, para, na sequência, realizar uma nova encomenda.

Tudo isso pode ser feito em poucos minutos com a ajuda da tecnologia. No entanto, se você não tivesse um controle de estoque automático, esse processo demoraria muito mais tempo.

Quer conhecer um controle de estoque automático? Teste gratuitamente o iClinic:

Controle de estoque iClinic: ganhe mais inteligência no dia a dia

Além disso, com uma agenda médica online, você também não depende de rasuras para alterar compromissos, ou de recepcionistas para organizar suas consultas: tudo isso pode ser feito de forma automática.

Viu como um software para clínicas consegue melhorar sua gestão apenas com funcionalidades básicas?

2. Gasto de tempo excessivo em atividades básicas

Quanto tempo você leva para calcular o repasse médico dos profissionais da sua clínica? Quem é o encarregado de realizar o fluxo de caixa do estabelecimento?

Em toda clínica existem tarefas administrativas que são repetitivas e manuais. Porém, elas são fundamentais para garantir o bom funcionamento do negócio. 

Contudo, essas tarefas demandam tempo, e a verdade é que você — assim como sua equipe — poderia estar focando em atividades mais produtivas

Um software para clínicas de qualidade possui diversas ferramentas automáticas, como:

  • Agendamento online que permite a marcação de consultas 24 horas por parte dos pacientes;
  • Emissão de relatórios e gráficos sobre os pacientes, assim como a gestão da clínica;
  • Envio de prescrição de medicamentos eletrônica por SMS e e-mail;
  • Confirmações de consultas por SMS, WhatsApp, e e-mail;
  • Envio de mensagens personalizadas por e-mail marketing.

Assim, você pode utilizar seu tempo para cuidar mais dos pacientes, e ficar com a sua família e amigos.

3. Ausência da gestão financeira

Você consegue dizer qual é a sua maior despesa atualmente? Seus relatórios financeiros são produzidos com frequência?

A gestão financeira é um desafio para qualquer negócio, principalmente para os médicos empreendedores, que não costumam aprender sobre finanças na Medicina.

Infelizmente, a maior parte das clínicas fecha devido a erros comuns de controle financeiro, como a ausência da análise do fluxo de caixa, capital de giro, entre outros.

Com um software para clínicas, sua gestão pode ser automatizada, e o sistema irá calcular todas as suas finanças a partir dos registros das movimentações financeiras. 

Dessa forma, você consegue saber exatamente quais são suas receitas e despesas, e como lucrar ainda mais com a sua clínica.

Aprenda mais sobre a importância do controle financeiro em nosso vídeo:

4. Falta de segurança das informações

Você se sente seguro guardando todas as informações do paciente em fichas de papéis? Como você garante que nenhuma pessoa irá acessar dados sigilosos?

Mesmo que você guarde seus documentos em um armário fechado dentro de uma sala da sua clínica, qualquer acidente como inundação, ou casos como furtos, pode significar a perda das informações, ou quebra de sigilo

Os dados da área da saúde são sigilosos e pessoais. Segundo a LGPD, isso significa que eles precisam ter uma proteção de excelência, por tratarem de dados sensíveis.

A melhor forma de garantir que apenas profissionais autorizados irão acessar as informações dos pacientes, é por meio de um software para clínicas com armazenamento na nuvem

Além de evitar a perda das informações e garantir a segurança dos dados, você também pode baixá-los a qualquer momento, e contar com os servidores seguros da AWS, plataforma utilizada pela NASA e Casa Branca.

5. Experiência desagradável para o paciente

Quanto tempo um paciente já precisou esperar no telefone para ser atendido? Quantos pacientes recebem um contato rápido de pós-consulta, mesmo sem atendimento marcado?

Além de tornar o trabalho mais cansativo e ineficiente, um dos riscos de não usar um sistema para clínicas é contaminar a imagem do consultório com uma aparência de lentidão. Isso é muito ruim para a imagem profissional.

Para o paciente digital, é impensável que uma clínica não conte com tecnologias como agendamento online, lembretes de consulta, ou tenha problemas como uma sala de recepção lotada devido a atrasos.

Se você deseja assegurar que a experiência dos seus pacientes seja sempre agradável, o ideal é que você conte com um software para clínicas com todas as funcionalidades citadas no artigo. 

Quer ver na prática como um sistema melhora a jornada dos seus pacientes? Assista nosso vídeo:

Bom, mas como você pode escolher um bom software? Veja a seguir algumas dicas que irão te ajudar nessa decisão.

Como escolher o software para clínicas ideal?

Um software para clínicas contém diversas ferramentas essenciais para a rotina médica, como prontuário e prescrição eletrônica, comparação de imagens, bulário online, registro de pacientes, e Teleconsulta.

Veja quais são as principais vantagens de ter um prontuário eletrônico, de acordo com o estudo da UNISC citado no começo do artigo.

“Facilidade de geração de diagnóstico; gerenciamento e administração financeira da prática clínica; […] melhora a comunicação de equipes multidisciplinares; acesso remoto a informações constantes do prontuário eletrônico.”

Para escolher um software de qualidade, é essencial realizar os seguintes questionamentos:

  • O software atende suas principais necessidades?
  • Ele agiliza seus processos com funcionalidades automáticas, como confirmações de consulta, repasse médico, e e-mail marketing?
  • O software é fácil de usar, e completo? Ou seja, atende todas as áreas do seu negócio, desde a parte de atendimento, até a gestão financeira?
  • Você terá melhorias constantes ao longo do tempo, sem precisar pagar a mais por isso?
  • O suporte técnico do software é rápido e eficiente?
  • Você conseguirá cortar custos com o software?

Você também pode baixar nossa planilha gratuita de comparação de softwares médicos para saber qual opção faz mais sentido para a sua realidade.

Planilha de Comparação de Softwares Médicos

Sobre o autor

Felipe Lourenço

Fundador da iClinic, empresa de software médico em nuvem líder na América Latina. Graduado em Informática Médica pela Universidade de São Paulo (USP), especialista de Tecnologia em Gestão em Saúde, com passagens pelo mercado europeu e pelo Vale do Silício, possui mais de dez anos de experiência no setor.