O que um médico deve avaliar antes de fechar um contrato de plano de saúde?

contrato de plano de saude medico pensantivo

Principais tópicos

Planos de saúde são importantes aliados da população brasileira que não quer depender somente do SUS, mas que também não tem condições de arcar com todas as despesas médicas de um atendimento particular. 

Antes de assinar um contrato de plano de saúde e implementar esse tipo de atendimento na sua clínica, é preciso avaliar alguns fatores importantes. 

Prazos e formas de pagamento, condições de reajuste e restrições são apenas alguns dos pontos que costumam causar litígio (controvérsia) entre as partes desse tipo de contrato.

Médicos que optam por ficar de fora do setor enfrentam menos burocracia no dia a dia profissional. Por outro lado, costumam atender menos pacientes, reduzem a visibilidade e estão mais suscetíveis a oscilações sazonais na demanda.

Como há uma parcela considerável de brasileiros que são beneficiários de convênios e planos de saúde, eles darão preferência para médicos credenciados em seus convênios, ou seja, você será buscado naturalmente por mais pacientes.

Diante desse cenário, muitos médicos e estabelecimentos de saúde buscam fazer parcerias e negociações com os planos, visando aumentar a lucratividade e o número de pacientes.

No entanto, para que um contrato de plano de saúde seja vantajoso, é importante saber como ele funciona e os seus detalhes.

Muitas vezes, por despreparo ou confiança exagerada em grandes empresas, profissionais e clínicas acabam optando por situações pouco vantajosas – seja do ponto de vista financeiro, organizacional ou estrutural.

Isso faz com que, ao invés de gerar um ciclo virtuoso, com a entrada de novos pacientes e receitas, a contratação por um plano de saúde tenha efeito inverso, inviabilizando outros atendimentos ou trazendo dor de cabeça aos  profissionais.

Neste artigo, exploraremos os principais fatores a serem considerados antes de assinar contrato com uma operadora de saúde. 

Aqui, falaremos sobre itens como a  natureza jurídica do contrato, os tipos de contratação de plano de saúde e as principais causas de rescisão desses contratos.

Acompanhe e entenda tudo para escolher as opções mais vantajosas e não ficar preso em contratos problemáticos!

Quais os benefícios para clínicas e consultórios terem parcerias com planos de saúde?

contrato de plano de saude aperto de mao

A parceria entre operadoras de planos de saúde e médicos tende a ser vantajosa para ambas as partes, principalmente para profissionais da saúde que estão iniciando agora.

Confira agora alguns benefícios que certamente irão alavancar seu negócio. Veja abaixo:

1. Aumento do número de pacientes

Quando você tem grandes operadoras de planos de saúde ao seu lado, você fica mais visível aos pacientes, consequentemente, obtém um número maior de clientes sem grandes esforços.

Lembre-se apenas de proporcionar um excelente atendimento para fidelizar esses pacientes.

2. Mais lucro para o seu consultório ou clínica

O bom de ter parceria com vários planos de saúde é que a visibilidade do seu negócio é maior.

A quantidade de exames e consultas tende a crescer significativamente, e mesmo que depois essa parceria chegue ao fim, o seu paciente pode continuar sendo atendido por você pelo sistema de reembolso.

Por isso é essencial um atendimento humanizado para que seu paciente sempre te procure, independentemente de você fazer parte de uma operadora de saúde ou não.

3. Agenda sempre cheia

Uma das grandes vantagens de ter operadoras de plano de saúde como aliadas é a questão da facilidade dos pacientes te encontrarem. Isso fará com que sua agenda médica fique sempre preenchida.

Se você é daqueles profissionais que não gosta de ficar com tempo vago, com essa parceria com os planos de saúde seus dias estarão sempre cheios.

Formatos de contrato entre plano de saúde e clínicas médicas

contrato de plano de saude recepcionista

Ao escolher o formato de contrato mais adequado às suas necessidades, profissionais e clínicas devem considerar aspectos jurídicos e regulatórios, avaliando quais são os prós e contras de cada opção.

Muitos contratos têm um formato pré-definido pela operadora do plano, não sendo possível negociar ou pedir revisões dessas partes. Por isso, independentemente do formato, é essencial ficar atento às cláusulas e condições do contrato.

Isso garante que você e o seu estabelecimento tenham tranquilidade para prestar o atendimento, garantir a satisfação dos pacientes e receber um valor justo na data acordada todos os meses.

Confira abaixo uma lista com os 5 principais tipos de contratos de plano de saúde:

1. Contrato por adesão

O contrato por adesão é aquele em que o profissional de saúde ou a clínica se vincula a um plano de saúde específico, oferecendo seus serviços aos beneficiários deste plano. 

Nesse formato não é possível fazer nenhum tipo de negociação, já que o interesse parte de você e as cláusulas contratuais já estão pré-definidas pela operadora. 

A partir da assinatura do contrato ou início do uso da plataforma por parte do médico ou da clínica, a operadora entende que você está de acordo com todos os termos estabelecidos.

2. Contrato intermitente

O contrato intermitente permite uma relação mais flexível entre a clínica e a operadora do plano de saúde. 

Nesse tipo de contratação pelo plano de saúde, o médico ou clínica se compromete a prestar serviços de acordo com a demanda e a disponibilidade de horários, sem qualquer tipo de exigência de exclusividade com a operadora. 

Esse tipo de contrato pode ser interessante para profissionais que desejam atender pacientes de diferentes planos de saúde.

3. Contrato de credenciamento

contrato de plano de saude medico pensando

No contrato de credenciamento, o médico ou a clínica se compromete a prestar serviços aos beneficiários de um ou mais planos de saúde em troca de remuneração previamente estabelecida. 

Esse tipo de contrato pode incluir cláusulas específicas sobre a qualidade do atendimento, a quantidade de pacientes atendidos e outros critérios definidos pela operadora.

4. Contrato de prestação de serviços

O contrato de prestação de serviços estabelece uma relação comercial entre o médico ou clínica e a operadora do plano de saúde. 

Nesse formato, o profissional de saúde concorda em prestar serviços específicos, como consultas, exames e procedimentos, em troca de uma remuneração. 

Esse tipo de contrato pode ser ajustado às necessidades do profissional e da operadora, permitindo maior flexibilidade na negociação.

5. Contrato de cooperação

O contrato de cooperação envolve uma parceria entre o médico e a operadora do plano de saúde, com o objetivo de promover a saúde e o bem-estar dos beneficiários. 

Nesse tipo de contrato, as partes podem estabelecer metas e indicadores de desempenho, além de compartilhar responsabilidades e recursos para alcançar os objetivos comuns.

5 pontos para avaliar em um contrato de plano de saúde para médicos

contrato de plano de saude medico sentado

Antes de assinar qualquer contrato de plano de saúde para médicos, é importante estar atento a alguns pontos essenciais que fazem toda a diferença para prestar seus serviços da melhor forma.

Confira a seguir 5 pontos que devem ser avaliados em um contrato de plano de saúde para médicos:

1. Contrato de obrigações e deveres

Para a parceria ser válida e estar protegida pela lei, a ANS estipulou que haja um contrato formal e bilateral. 

Ou seja, é preciso detalhar quais serão os serviços e responsabilidades tanto por parte das operadoras de planos de saúde, quanto por parte do médico.

O contrato é feito por cláusulas, então é possível discutir ponto a ponto o que realmente será acordado. Estando bom para ambas as partes, o contrato é assinado.

2. Definição dos serviços contratados e prestados

No contrato, é preciso estar descrito detalhadamente os serviços e procedimentos que serão prestados. Além de valores, prazos para pagamento e faturamentos dos serviços realizados.

Essa parte precisa ser feita com muito cuidado, pois é ela que vai te resguardar de qualquer divergência que possa ocorrer futuramente.

3. Reajustes

O reajuste pode ser combinado entre as partes, porém deve ser aplicado anualmente na data de aniversário dos contratos. Também é importante lembrar que a porcentagem de reajuste deve estar descrita de maneira clara e objetiva.

Caso a operadora e o profissional da saúde não entrem em um acordo até o dia 31 de março de cada ano, fica valendo o reajuste estipulado pela ANS.

4. Multas e penalidades

Qualquer uma das partes que não cumprirem com suas obrigações descritas no contrato está sujeita à penalidades que podem ser feitas em forma de suspensão, advertência e, em último caso, de rescisão do contrato.

Lembrando que seja qual for o tipo de multa ou penalidade, é feito anteriormente um processo administrativo com direito a defesa da parte acusada.

5. Proibições

Tudo em relação ao contrato pode e deve ser discutido. Mas existem algumas questões que são estritamente proibidas, como:

  • Qualquer prática ou atividade que descumpra o Código de Ética Médica;
  • Imposição de exclusividade no contrato;
  • Regras que impeçam o profissional de saúde de contestar seus direitos;
  • Imposição de reajustes sem autorização de ambas as partes.

3 etapas para a negociação de contrato de plano de saúde com instituições em saúde

contrato de plano de saude maos medicas

Antes de assinar um contrato com o plano de saúde é preciso seguir algumas etapas importantes, de modo a garantir que todos os direitos e deveres de ambas as partes estejam devidamente estipulados. 

Confira abaixo as etapas para negociar um contrato de plano de saúde: 

1. Desenvolvimento do contrato

Ao negociar um contrato de plano de saúde, é importante que ambas as partes estejam envolvidas no desenvolvimento do documento. 

Isso inclui discutir e definir em conjunto as cláusulas e termos do contrato, garantindo que ele contemple as necessidades e expectativas de ambos os lados. 

Por exemplo, é necessário adicionar uma cláusula referente ao reajuste anual, especificando se será de livre negociação ou com o índice predefinido, como o IPCA.

Também é necessário escrever uma cláusula referente à data de pagamento. Não se esqueça de incluir uma cláusula de multa caso o acordado não seja cumprido.

É importante determinar como funcionará a renovação, podendo ser indeterminada, automática ou sem renovação;

Para discutir essas cláusulas, é fundamental ter uma comunicação aberta e transparente, além de uma postura flexível e disposta a encontrar soluções equilibradas para eventuais impasses.

2. Análise jurídica

Além de se atentar às cláusulas e termos, é crucial que um profissional jurídico especializado na área da saúde analise e revise o documento para que ele determine o quão pertinentes  estão as cláusulas  que constam no documento.

A análise jurídica garantirá que o contrato esteja em conformidade com a legislação e regulamentações vigentes, evitando problemas legais futuros. 

Além disso, o advogado pode sugerir ajustes e mudanças no contrato para proteger os interesses do médico ou da instituição de saúde e garantir que o documento seja claro, objetivo e justo para todas as partes envolvidas.

3. Organização dos contratos e monitoramento

Uma vez assinado o contrato de plano de saúde, é importante manter uma organização adequada dos documentos e acompanhar de perto o cumprimento das obrigações e responsabilidades de ambas as partes. 

Isso inclui, por exemplo, manter um registro detalhado dos serviços prestados, pagamentos recebidos e eventuais incidentes que possam ocorrer durante a vigência do contrato.

Além disso, é importante monitorar os prazos estipulados no contrato, como datas de reajustes e renovações, para garantir que as negociações e ajustes necessários sejam realizados de forma tempestiva e eficiente.

Neste artigo você encontra mais detalhes sobre essas etapas, incluindo dicas para cada uma delas!

7 passos para credenciar uma clínica a um plano de saúde

contrato de plano de saude medico pesquisando

O credenciamento de uma clínica a um plano de saúde é um processo que envolve diversas etapas e requer atenção aos detalhes. 

Seguindo o passo a passo abaixo, você estará mais preparado para realizar o credenciamento de forma eficiente e bem-sucedida:

1. Pesquisa e seleção de planos de saúde

Antes de iniciar o processo de credenciamento, pesquise os planos de saúde disponíveis no mercado e selecione aqueles que são mais relevantes para o perfil e especialidades da sua clínica. 

Leve em consideração a reputação, a abrangência geográfica e a quantidade de beneficiários de cada plano.

Você também pode verificar as avaliações do plano de saúde no Reclame Aqui, na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e nas redes sociais das operadoras.

2. Preparação da documentação

Para o profissional que deseja credenciar-se a um plano de saúde, existe uma lista relativamente grande de documentos necessários, podendo variar ainda de operadora para operadora.

Confira a lista dos documentos mais comuns pedidos pelas operadoras:

  • Inscrição do Cadastro de Constituintes Mobiliários (CCM) ou Imposto Sobre Serviço (ISS) junto à prefeitura;
  • Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES)
  • Certificado atualizado de inscrição da entidade junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM);
  • Alvará da Vigilância Sanitária atualizado;
  • Alvará de funcionamento atualizado;
  • Currículo, diploma, CPF e título de especialista do responsável técnico;
  • CRM ou crédito do responsável técnico;
  • Comprovante da conta bancária;
  • Dados do local de atendimento.

No caso de clínicas que possuem o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), a lista é um pouco diferente:

  • Contrato social ou ata de constituição;
  • Última ata de reunião ou alteração contratual;
  • Cartão do CNPJ atualizado;
  • Inscrição do CCM ou ISS junto à prefeitura;
  • CNES;
  • Comprovante do último pagamento do ISS;
  • Comprovante do último pagamento da Taxa de Fiscalização de Estabelecimento;
  • Certificado de inscrição da entidade junto ao CRM atualizado;
  • Alvará da Vigilância Sanitária atualizado;
  • Alvará de funcionamento atualizado;
  • Currículo, CPF, diploma e título de especialista do responsável técnico;
  • CRM ou crédito do responsável técnico;
  • Relação do corpo clínico;
  • Comprovante de conta bancária.

É importante verificar documentações específicas que cada operadora solicita, evitando retrabalhos na hora do credenciamento. 

3. Contato com a operadora do plano de saúde

contrato de plano de saude atendimento

Entre em contato com a operadora do plano de saúde escolhido, informando o interesse em realizar o credenciamento da sua clínica. 

Verifique os requisitos específicos de cada operadora e solicite os formulários e documentos necessários para dar início ao processo.

4. Preenchimento e envio dos formulários

Preencha os formulários de credenciamento fornecidos pela operadora, incluindo informações detalhadas sobre a clínica, os profissionais e os serviços oferecidos. 

Envie os formulários preenchidos e a documentação exigida à operadora, seguindo as orientações e prazos estipulados.

5. Avaliação e vistoria da operadora

Após receber a documentação e os formulários, a operadora realizará uma avaliação do pedido de credenciamento e, caso necessário, agendará uma vistoria técnica na clínica. 

Esteja preparado para apresentar a estrutura física e os equipamentos disponíveis, além de esclarecer dúvidas sobre os serviços prestados.

6. Negociação e assinatura do contrato

Se a operadora aprovar o credenciamento, será iniciada a negociação do contrato. Nessa etapa, discuta os termos e condições do contrato, como remuneração, prazos de pagamento, reajustes e obrigações das partes. 

Após alcançar um acordo, assine o contrato e guarde uma cópia para eventuais consultas futuras.

7. Inclusão no cadastro da operadora

Com o contrato assinado, a clínica será incluída no cadastro da operadora e passará a ser elegível para atender os beneficiários do plano de saúde. 

Divulgue a parceria com a operadora para atrair novos pacientes e certifique-se de manter a qualidade e a excelência nos serviços prestados.

Para ter mais informações sobre como fazer o credenciamento a planos de saúde, confira o artigo completo sobre o tema.

O que um gestor precisa saber antes de firmar um contrato de plano de saúde?

contrato de plano de saude consulta

Antes de firmar um contrato de plano de saúde, é fundamental que um gestor esteja ciente de alguns aspectos importantes que podem influenciar o sucesso da parceria. Confira a seguir os principais pontos a serem considerados:

Entender o público-alvo da clínica

É crucial identificar e compreender o público-alvo da clínica para garantir que o plano de saúde escolhido seja adequado às necessidades dos pacientes e contribua para atraí-los. 

Analise as características demográficas, socioeconômicas e de saúde do público que deseja atender e escolha planos de saúde que sejam compatíveis com esse perfil. 

Aderir ao modelo de saúde digital

A saúde digital é uma tendência crescente e tem transformado a forma como os serviços de saúde são prestados e gerenciados. 

O termo saúde digital engloba todo o uso dos recursos das TICs (Tecnologias de Informação e Comunicação) para a disponibilização de informações confiáveis sobre a saúde.

Essas inovações são usadas para melhorar tratamentos individuais, acompanhar de doenças crônicas, e podem tornar a medicina bem mais adaptada aos cuidados individualizados.

Ao aderir a esse modelo, a clínica se posiciona como inovadora e atualizada, o que pode ser um diferencial na hora de firmar contratos com planos de saúde. 

Usar ferramentas tecnológicas para otimizar o atendimento clínico

contrato de plano de saude medico

Novas ferramentas e tecnologias estão presentes em diversas áreas, e podem ser especialmente úteis na área médica, proporcionando serviços mais eficientes e um atendimento de mais qualidade aos pacientes. 

Além disso, também organizam demandas internas, como a contabilidade para clínica médica e o marketing do estabelecimento de saúde.

Ao implementar um sistema de gestão, médicos e gestores podem gerenciar seus consultórios com mais facilidade e eficiência. 

Além disso, ser capaz de realizar a integração de dados da clínica é fundamental para os profissionais da saúde que buscam entregar um atendimento mais ágil.

A funcionalidade de agenda médica online permite ao médico inserir diferentes procedimentos que podem ser diferenciados por tempo exigido para cada um, por exemplo.

O agendamento online é uma forma de dar mais liberdade aos seus pacientes, pois eles poderão marcar suas consultas sem precisar falar com a recepcionista e saberão exatamente quais são os horários disponíveis. 

Essa funcionalidade também permite enviar para o paciente um lembrete de consulta com a data e horário marcados, por meio de mensagens automáticas. 

Após o paciente responder confirmando ou cancelando a consulta, o sistema automaticamente atualiza a agenda. 

O prontuário eletrônico é outra vantagem importante para o dia a dia dos médicos, já que todas as principais informações dos pacientes ficam centralizadas em um único lugar, e o profissional pode acessá-los de qualquer lugar.

Ao utilizar um software médico de gestão para clínicas e consultórios, você também pode contar com uma ferramenta de prescrição, como o iClinicRx, que tem memorização de posologia e envio automático por WhatsApp.

No iClinic, por exemplo, você tem os dados do seu consultório na mão, em qualquer lugar que esteja. Basta ter um dispositivo eletrônico conectado à internet para acessar o sistema, ou entrar no aplicativo do seu celular.

Ter credibilidade no mercado

contrato de plano de saude equipe medica

Você deve concordar que ninguém deseja contratar uma empresa que não transpareça segurança e credibilidade, e esse é o mesmo posicionamento das operadoras de planos de saúde.

É importante que a clínica tenha uma reputação sólida e seja reconhecida por sua qualidade e excelência no mercado. Desse modo, será mais fácil e vantajoso firmar contratos de plano de saúde. 

Ter credibilidade, não depende só de você médico. Toda a sua equipe deve estar qualificada e preparada para um atendimento impecável. 

O agendamento tem que ser eficaz, o tempo de espera do paciente na recepção não deve exceder o mínimo esperado e o paciente deve ser ouvido a todo momento.

Uma estratégia que pode ser adotada para melhorar os processos da sua clínica médica é o benchmarking

O benchmarking é um processo no qual você mede o sucesso de sua empresa contra outras empresas similares para descobrir se existe uma lacuna no desempenho que pode ser preenchida.

Ao identificar as áreas que você deseja melhorar em sua clínica médica e ao comparar seu desempenho existente com os da concorrência, sua clínica pode se esforçar para melhorar ainda mais. 

Atentar-se às projeções de futuro da clínica

Ao firmar um contrato de plano de saúde, considere as projeções e metas futuras da clínica, como expansão de especialidades, investimento em infraestrutura e crescimento do número de pacientes. 

Escolha parcerias que estejam alinhadas com essas perspectivas e que possam contribuir para o alcance desses objetivos no longo prazo.

Ao levar em conta esses aspectos, o gestor estará mais preparado para firmar contratos de plano de saúde que beneficiem a clínica e os pacientes, garantindo um atendimento de qualidade e o sucesso do negócio.

Como saber se a operadora de saúde é confiável?

contrato de plano de saude recepcao

Para determinar a confiabilidade de uma operadora de saúde antes de firmar um contrato, é importante considerar alguns aspectos cruciais. 

Confira algumas dicas para ajudá-lo a avaliar a reputação e a qualidade de uma operadora:

  • Pesquise a reputação da operadora: faça uma pesquisa online para verificar a reputação da operadora de saúde. Consulte sites de avaliação de consumidores, fóruns e redes sociais;
  • Verifique a situação cadastral da operadora: acesse o site da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e verifique a situação cadastral da operadora. Assegure-se de que a operadora esteja registrada e regularizada junto à ANS;
  • Avalie os índices de reclamações e resoluções: consulte o site da ANS para verificar os índices de reclamações e resoluções relacionadas à operadora. Esses indicadores podem ajudá-lo a avaliar a qualidade dos serviços oferecidos e o comprometimento da operadora em resolver problemas;
  • Analise a rede credenciada: avalie a rede credenciada da operadora, considerando a quantidade e a qualidade dos hospitais, clínicas e laboratórios disponíveis. Uma rede credenciada ampla e diversificada pode indicar uma operadora confiável e comprometida com a qualidade do atendimento;
  • Compare os planos e coberturas oferecidas: examine os planos e as coberturas oferecidas pela operadora e compare-os com os de outras operadoras do mercado. Verifique se os planos são compatíveis com as necessidades dos pacientes e se oferecem um bom custo-benefício;
  • Informe-se sobre o histórico de pagamentos: converse com outros profissionais de saúde e prestadores de serviços que já trabalham com a operadora para saber mais sobre o histórico de pagamentos. Uma operadora confiável deve cumprir os prazos e condições de pagamento acordados;
  • Avalie o atendimento ao cliente: avalie a qualidade do atendimento ao cliente oferecido pela operadora, tanto para beneficiários quanto para prestadores de serviços. Um bom atendimento é essencial para resolver dúvidas e solucionar problemas de forma rápida e eficiente.

Outros tipos de parcerias estratégicas para clínicas e consultórios

contrato de plano de saude iclinic

Além de firmar contratos com planos de saúde, clínicas e consultórios podem se beneficiar de outras parcerias estratégicas que contribuam para o crescimento e sucesso do negócio. 

Algumas dessas parcerias incluem:

Parcerias com agências de marketing médico

Uma clínica médica não deixa de ser um negócio como qualquer outro, e precisa de pacientes para garantir a sua sustentabilidade. 

Sendo assim, a clínica não pode contar apenas com os pacientes dos planos de saúde, ela deve implementar estratégias de marketing médico para atrair e fidelizar outros pacientes. 

Entretanto, como se trata da área da saúde, é preciso que o marketing médico para clínicas seja feito de forma responsável e bem planejada, seguindo todas as limitações impostas pelo CFM.

Uma agência especializada em marketing médico pode ajudar a clínica a aumentar sua visibilidade, atrair novos pacientes e construir uma reputação sólida no mercado, ao mesmo tempo que respeita todas as limitações do Código de Ética

Além disso, a orientação de uma agência de marketing visa direcionar esses valores para estratégias realmente eficientes, evitando que os recursos sejam desperdiçados sem promover nenhum resultado efetivo.

Essas agências são especializadas em estratégias de marketing digital, incluindo SEO, mídias sociais, e-mail marketing e criação de conteúdo, todas adaptadas às necessidades e regulamentações específicas do setor de saúde.

Ao contratar uma agência especializada em marketing médico, você vai obter recursos, conhecimentos e profissionais especialistas no desenvolvimento, no crescimento e no posicionamento de marcas da área da saúde. 

Parcerias com contabilidade para médicos

Para abrir uma clínica e poder cuidar dos seus pacientes da melhor forma, você precisa ter controle sobre suas finanças e almejar o lucro.

Entretanto, os cursos tradicionais de medicina não costumam abordar matérias como gestão financeira e administração, o que dificulta para os médicos entenderem exatamente o que precisa ser feito.

Por isso, realizar parcerias com empresas de contabilidade para médicos pode facilitar esse processo, além de permitir que o gestor se dedique mais aos processos estratégicos da clínica e ao atendimento aos pacientes.

Ao contratar uma contabilidade para médicos será muito mais simples garantir que a clínica cumpra todas as obrigações fiscais e tributárias.

Esses profissionais têm conhecimento específico sobre tributação, planejamento financeiro e obrigações legais relacionadas à área médica, o que pode evitar problemas fiscais e ajudar a otimizar os recursos financeiros da clínica.

Parceria com estabelecimentos de serviço multidisciplinar

contrato de plano de saude equipe

O cuidado multiprofissional é uma proposta de trabalho recente e que vem sendo amplamente utilizada pela equipe de saúde para enfrentar o intenso processo de especialização e fragmentação do cuidado. 

Se antes o método unidirecional era o mais utilizado na área da saúde, atualmente foi constatado que a abordagem multidisciplinar apresenta avanços significativos para o quadro clínico do paciente. 

Estabelecer parcerias com outros estabelecimentos de saúde que ofereçam serviços multidisciplinares, como fisioterapia, nutrição, psicologia e fonoaudiologia, pode ser uma excelente estratégia para ampliar a oferta de serviços.

Isso significa unir profissionais de diferentes vertentes para que possam trabalhar em conjunto, cada um em sua respectiva função.

Ao trabalhar com a medicina integrativa e considerar a saúde como sendo um conjunto de condições biológicas, sociais, psicológicas, ambientais e políticas, a clínica ampliada leva mais qualidade de vida e autonomia às pessoas.

Para que isso seja possível, cada profissional deverá atuar de acordo com sua formação, mas sempre em comunicação com os outros membros da equipe e seus pacientes. 

Conclusão

Firmar um contrato de plano de saúde é uma etapa importante para clínicas e consultórios que buscam ampliar sua clientela e fortalecer sua presença no mercado. 

Ao considerar essa parceria, é fundamental avaliar os benefícios e particularidades de cada operadora.

Além disso, é válido explorar outras parcerias estratégicas, como agências de marketing médico, empresas de contabilidade especializadas e estabelecimentos de serviço multidisciplinar. 

Essas alianças podem melhorar a gestão e o atendimento da clínica, impulsionando o crescimento e o sucesso do negócio.

Lembre-se de que, ao investir em parcerias sólidas e estratégicas, você estará contribuindo para a sustentabilidade e crescimento de sua clínica ou consultório médico, ao mesmo tempo que oferece um atendimento de qualidade aos pacientes.

Quer saber mais? Fique por dentro das últimas novidades, dicas e informações relevantes sobre o mundo da saúde e bem-estar, não deixe de assinar nossa newsletter e receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail!

Posts relacionados

Inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter

Receba os melhores conteúdos do blog em seu e-mail.

Navegue por assuntos

O software médico mais completo para a sua clínica

Prontuário eletrônico, solução financeira, agenda médica, gestão, Teleconsulta, marketing e agendamento online