administração financeira do consultório

Como melhorar a Gestão Financeira do seu consultório médico?

Cuidar das finanças é essencial para garantir o sucesso do seu consultório ou clínica.

Com a aplicação de boas técnicas de gestão, seu consultório poderá ter um bom rendimento e conseguirá crescer, permitindo que você acompanhe e ajude seus pacientes durante muitos anos.

Mas é preciso ficar atento às transações comerciais e investir na gestão financeira do consultório para conseguir bons resultados.

Neste artigo, damos algumas dicas para você fazer o controle das finanças de forma eficiente:

Atenção aos impostos

Principalmente para os médicos recém-formados e que acabaram de montar o primeiro consultório, os impostos e as questões legais podem ser um grande enigma.

É preciso conferir todos esses aspectos para não envolver o consultório em problemas e acabar tendo que gastar ainda mais recursos com multas e juros.

Cada tipo de consultório — empresa individual, sociedade simples, sociedade limitada ou empresa individual de responsabilidade limitada — e valor de faturamento implica em certos impostos.

A atenção nessas categorias é fundamental.

Afinal, muitas vezes, o consultório é automaticamente enquadrado em outro regime quando seu faturamento se altera.

E isso só será descoberto muito tempo depois, quando uma notificação nem um pouco amistosa chegar ao consultório.

Você pode conhecer quais são os regimes e como funciona melhor o recolhimento de impostos para médicos e profissionais de saúde em nosso Guia de Impostos para Clínicas e Consultórios Médicos.

Se você não se sente seguro com esses assuntos tributários, pode ser interessante ter a ajuda de um contator ou de uma empresa especializada em tributos na área da saúde.

planejamento tributario para medicos

Fluxo de caixa do consultório

Essa é uma ferramenta fundamental para quem deseja uma boa gestão financeira do consultório.

O fluxo de caixa consiste na descrição de todas as transações financeiras realizadas pelo consultório médico, devendo incluir tanto as receitas quanto as despesas.

Ou seja, tudo o que seu consultório ganha e gasta ao longo do tempo

Muitos médicos acham que apenas as transações de alto valor são relevantes, mas isso não é verdade.

Qualquer transação, por menor que seja, deve ser registrada no fluxo de caixa.

Dessa forma, o fluxo de caixa deve conter desde a compra de um lápis até a compra de um equipamento médico de última geração, passando por todas as despesas do dia a dia, como compra de materiais, salário dos funcionários, impostos e contas do dia a dia, por exemplo. Tudo deve ser registrado.

Essa ferramenta te ajuda a ter uma** projeção a longo prazo dos resultados do consultório**, por isso ela é tão relevante.

Quando seu Fluxo de Caixa está funcionando corretamente, você consegue encontrar oportunidades de economizar e também recursos que podem ser investidos na melhoria do consultório.

Fluxo de Caixa para clínicas e consultórios

Custo da hora clínica

Não dá para determinar os valores que serão passados aos pacientes pelos serviços oferecidos no consultório sem saber o custo da hora clínica.

O cálculo deve ser feito dividindo o valor de todas as despesas fixas (salários, conta de luz, conta de água, etc) pelas horas de atendimento.

Assim, você já saberá o quanto aquela hora de atendimento custa para o consultório e conseguirá chegar ao valor final para os pacientes.

Esse valor serve como uma base para a precificação dos seus procedimentos.

Para definir o preço de uma consulta, por exemplo, você precisa levar em consideração seu posicionamento de mercado e a margem de lucro prevista.

Projeção de gastos e lucros

Uma vez que o consultório já conheça bem sua situação financeira no momento atual, deve começar a avaliar sua condição futura.

É preciso projetar as estimativas de gastos e de lucro para os meses seguintes, avaliando o crescimento do consultório e acumulando reservas para momentos em que as despesas aumentarem ou as receitas diminuírem.

Período de férias, demissão de funcionários e 13º salário são algumas situações que podem afetar o caixa do consultório.

Mas já devem ser consideradas de antemão para não prejudicarem o funcionamento do local e o atendimento aos pacientes.

Sistema de gestão financeira do consultório

A adoção de um sistema de gestão financeira específico para consultórios médicos pode fazer toda a diferença.

Considerando que a maioria dos médicos não tem muita experiência com questões administrativas e gerenciais, ter um sistema que centralize as informações e que otimize os processos internos é muito importante.

Um bom sistema de gestão conta com diversas funcionalidades que o consultório precisa: controle de receitas, controle de despesas, fluxo de caixa, emissão de relatórios, geração de gráficos e previsão de faturamento.

A gestão financeira do consultório envolve vários fatores, desde o pagamento de contas recorrentes, até a escolha do melhor modelo de tributação.

Para lidar com todos esses elementos, aposte em um sistema de gestão financeira que te ajude no dia a dia.

sistema financeiro para clínicas

Veja também:

Casos de Sucesso ... Sep 19, 2017

Caso de Sucesso Dr. Vinicius Alves: Como duplicar o número de atendimentos em um consultório odontológico

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Materiais Educativos iClinic

Para Secretárias ... Sep 28, 2015

A importância da Secretária para um consultório médico

Veja também:

Casos de Sucesso ... Sep 19, 2017

Caso de Sucesso Dr. Vinicius Alves: Como duplicar o número de atendimentos em um consultório odontológico

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Materiais Educativos iClinic

Para Secretárias ... Sep 28, 2015

A importância da Secretária para um consultório médico

comments powered by Disqus