7 ralos financeiros dentro do seu consultório médico e como evitá-los

7 ralos financeiros dentro do seu consultório médico e como evitá-los

Mitfokus Gestão da Clínica

Leia em 3 min.

Os ralos financeiros de um consultório médico representam os pequenos gastos do dia a dia que não são controlados e podem causar grandes prejuízos no futuro.

A pandemia já completou um ano e além de alertas sobre as mudanças no cenário médico, torna-se mandatório as mudanças estruturais a fim de manter a prestação de serviços de forma eficiente.  

Seja em clínica, consultório ou como prestador de serviços médicos, existem muitos ralos financeiros que você deve evitar para otimizar sua receita.

Para não fazer parte do grupo dos que caem nos grandes ralos financeiros,  confira nossas dicas para otimizar seus recursos com inteligência e segurança. 

Continue a leitura!

Como evitar os 7 ralos financeiros no meu consultório médico?

A melhor forma de evitar erros comuns é conhecê-los, por isso, vamos entender quais são os 7 ralos financeiros e como combatê-los de forma assertiva. Vamos lá?

1. Faturamento – Reconciliação 

A análise de consultas e procedimentos realizados em relação aos faturados pelo convênio são chamados de ‘reconciliação’. 

Identificar quais serviços não foram pagos pelo convênio (glosa) e quais os motivos também é fundamental para garantir que seu trabalho seja devidamente remunerado.

Para evitar esse grande ralo financeiro, o ideal é ter processos e relatórios sistematizados. Um sistema de gestão é um grande aliado nesse momento, principalmente para os médicos que desejam automatizar atividades manuais e conquistar uma gestão de excelência.

2. Planejamento Tributário

O sistema tributário é muito complexo e, na área médica, não é diferente. 

Planejar o pagamento de impostos juntamente com uma contabilidade especializada pode te ajudar a deduzir impostos, e utilizar benefícios fiscais que farão toda a diferença quando declarar seu imposto de renda (IRPF), evitando assim os ralos financeiros ocultos em tributos.

Contar com a ajuda de especialista nesse momento é essencial para garantir que todos os processos estão sendo feitos corretamente.

A Mitfokus é uma empresa de soluções financeiras e tecnológicas na área da saúde, que conta com especialistas em contabilidade e planejamento tributário para médicos, clínicas e hospitais.

3. Gestão de pessoas

Secretárias fazendo dupla função, falta de treinamento focado em economia de recursos ou a emissão incorreta da nota fiscal pode significar grandes ralos financeiros ao final de cada mês.

Dedique tempo para gerir sua equipe e conscientizá-los sobre o uso consciente dos recursos.

4. Sublocação de consultórios

Evite ser bi-tributado em sublocação de salas. Atualmente existem soluções inteligentes (splits de pagamentos) que evitam o pagamento duplicado de impostos. Eliminar essa bitributação significa economia de até 40% com impostos.  

eBook Gratuito: Gestão eficiente de tributos para a Área da Saúde: alcance sua independência financeira com dicas exclusivas de especialistas em finanças!

5. Compra de materiais

A fidelidade a um único fornecedor pode se tornar um frequente ralo financeiro. Estabeleça uma política de cotação, tornando um hábito consultar no mínimo três fornecedores diferentes para comparar valores e negociar a compra. 

Dessa forma, além de mais transparência nas finanças, você terá a tranquilidade de fazer compras a preço justo e competitivo.

6. Negociações 

Planeje negociações que podem gerar melhor custo-benefício. 

Por exemplo, na compra de insumos em pequenas quantidades a custo elevado, dê preferência para pool de compras médicas (compras coletivas) que oferecem custos mais baixos. 

A aquisição dos materiais se dá coletivamente, porém você receberá em seu consultório a quantidade ideal para sua clínica.

7. Sub utilização de salas 

A  ociosidade nos espaços da clínica ou consultório em poucos meses podem significar um grande ralo financeiro. Toda estrutura comercial tem um alto custo de utilização: aluguel, água, luz, ar condicionado, entre outros. 

Evite a ociosidade alocando para médicos terceirizados salas em desuso.

Assim, além de evitar espaços vazios, você também fortalece seu networking e consegue um contato mais próximo com colegas de profissão, uma ótima forma de compartilhar experiências e discutir casos clínicos.

Ao acompanhar todos os possíveis ralos financeiros que podem acontecer no seu consultório, você garante que sua gestão financeira não cometerá erros comuns, fortalecendo sua marca no mercado.

O seu consultório possui algum dos ralos financeiros citados no artigo? Compartilhe com a gente aqui embaixo nos comentários, e não esqueça de compartilhar o conteúdo com seus amigos!


Sobre o autor

Mitfokus

A Mitfokus é uma empresa especializada em soluções financeiras e tributárias na área da saúde.