5 vantagens em utilizar o laudo a distância

5 vantagens em utilizar o laudo a distância

Yasmim Mayumi Ferramentas para Clínica, Software Médico

Leia em 6 min.

Última atualização em 28/06/2022 por Yasmim Mayumi

O laudo a distância permite que o paciente faça um exame e tenha uma equipe de médicos especialistas prontos para analisar os resultados de qualquer lugar do Brasil.

A prática do laudo online beneficia todo o sistema de saúde: clínicas, hospitais, unidades de saúde, médicos, enfermeiros, pacientes e qualquer outro envolvido.

Isso acontece porque ao eliminar o problema da distância física para que os laudos sejam feitos e examinados, a distância entre o cuidado primário e secundário também é eliminada.

Um artigo da Sociedade Brasileira de Cardiologia sobre a experiência da rede catarinense de Telemedicina afirma que serviços como o laudo a distância estão sendo aceitos amplamente no Brasil, devido à sua extensão territorial.

“Cresce o uso da Telemedicina no envio e na interpretação de eletrocardiogramas (ECG). O crescimento é ainda maior na Telemedicina Assíncrona, em que se envia exames a um servidor para posterior análise e provimento de laudo por especialista. É considerada tecnologia de baixo custo, com economia de tempo e com potencial de salvar vidas.”

Neste artigo você vai aprender:

O que é laudo médico a distância?

O laudo a distância refere-se ao serviço terceirizado de analisar os resultados de um exame feito em uma clínica ou laboratório. 

Após a análise de uma equipe de médicos especialistas, o laudo é disponibilizado para o médico responsável pelo paciente, ou para o próprio paciente enviar para seu médico.

Imagine que você tenha encaminhado seu paciente para realizar um exame em um laboratório da cidade. Esse laboratório tem um serviço de laudo a distância e conta com médicos das capitais para analisarem os resultados.

Após receberem a análise do laudo, feita por um corpo de especialistas qualificados, o resultado é enviado para você. 

Mesmo que na sua cidade não tenha uma boa quantidade de especialistas disponíveis, você pode contar com esse apoio de qualquer lugar do país, devido à Telemedicina.

Esse pilar da Telemedicina específico para laudos a distância também pode ser chamado de Telerradiologia.

Aprenda mais sobre Telemedicina em nosso eBook gratuito e completo sobre o tema:

eBook Telemedicina: aprenda todas as práticas legais do atendimento online!

5 vantagens do laudo médico a distância

1. Agilidade na entrega dos resultados

Para oferecer um serviço completo para os pacientes, antigamente as clínicas precisavam ter todos os equipamentos no local, assim como os especialistas, durante o horário comercial.

Esse modelo trazia muitas despesas e tempo ocioso, quando a demanda não preenchia todo o espaço na agenda.

Com a chegada da Telemedicina, as clínicas não precisam ter todos os equipamentos e especialistas presencialmente no local, bastam contar com uma empresa de Telediagnóstico

Com um bom sistema na nuvem, os exames podem ser enviados automaticamente para qualquer região do país e serem analisados em 24 horas, ou até menos, em casos urgentes.

2. Redução de custos

A estrutura necessária para realização de exames e análise costuma custar caro, principalmente na hora da implementação, sem contar a manutenção, contas de energia, espaço exigido, entre outros critérios.

O fato de não precisar ter toda essa estrutura na clínica já é uma ótima redução de custos, mas a ausência de necessidade de deslocamento também impacta.

Um especialista que antes precisaria ir a todas as cidades da região para realizar as análises, consegue ver os exames de um único local, por meio de um software médico em nuvem.

Conheça as diferenças de um software instalado para um em nuvem no nosso vídeo:

3. Melhora na experiência do paciente

A experiência do paciente melhora a partir do momento que você conta com uma equipe de médicos especialistas prontos para realizar os laudos a distância em até 24 horas.

Você não fica preso apenas aos especialistas disponíveis na cidade, o laudo a distância é feito com mais agilidade, o que também torna o diagnóstico mais rápido e o tratamento mais assertivo.

O paciente também tem mais conforto e praticidade ao não precisar se deslocar toda hora, seja para pegar um resultado ou levá-lo para o médico, uma vez que ele pode acessar pelo sistema na nuvem.

4. Armazenamento facilitado e seguro

Todo laudo de papel exige um armazenamento físico. Normalmente, ele fica guardado junto com o prontuário do paciente, dentro de uma sala de arquivos ou um armário na sala de atendimento.

Esse armazenamento físico é insustentável a longo prazo, principalmente se a quantidade de pacientes aumenta consideravelmente, já que é necessário guardar os prontuários de papel por pelo menos 20 anos.

Além disso, uma sala de arquivos oferece uma segurança mínima. Ela pode ser facilmente invadida ou prejudicada por alagamentos, incêndios e demais imprevistos.

Mesmo que a sala não seja invadida, um profissional da recepção pode acidentalmente ler uma informação de um prontuário ao procurar por outro tipo de documento, o que fere diretamente o direito à privacidade do paciente.

Ao ter um sistema médico na nuvem, no qual profissionais de saúde autorizados conseguem acessar os documentos eletrônicos, como laudos e exames, todas essas falhas de segurança e armazenamento são eliminadas.

Lembre-se que sistemas de qualidade contam com criptografia para dados trafegados, que impedem a leitura de terceiros, e oferecem login e senhas exclusivos para cada profissional, diferenciando os níveis de acesso às informações.

Baixe nosso eBook gratuito para conhecer mais sobre a segurança de dados de um software:

Conteúdo VIP: Segurança de dados no iClinic

5. Integração de dados no sistema de saúde

Um problema recorrente que todo paciente costuma passar é responder às mesmas perguntas para diferentes profissionais de saúde, fazer exames repetidos ou tomar remédios que interferem em outro tratamento.

Como cada médico produz seu próprio prontuário, um único paciente pode ter 6 prontuários, de acordo com as consultas regulares que costuma fazer.

Se os profissionais não ficarem atentos a pedir um histórico completo, pode haver um desperdício de tempo e recursos, como fazer o mesmo exame em um curto período de tempo.

Essa questão pode acarretar até mesmo em um problema mais grave, como interação medicamentosa e interferência em um tratamento.

Porém, se o paciente tiver um prontuário eletrônico que reúne todo seu histórico a partir de documentos eletrônicos (prescrições, laudos, solicitações de exames), ele pode facilmente enviar para outros profissionais.

Essa integração de dados é importante não apenas para o ponto de vista pessoal dos pacientes e dos médicos, mas para o sistema de saúde como um todo, que terá mais dados para decidir quais campanhas de saúde deverão ser feitas, por exemplo.

Como adotar o laudo a distância e praticar a Telemedicina?

Você entendeu o que é o laudo a distância, como ele funciona dentro da Telemedicina e suas vantagens. Agora, quer ter esse serviço na sua instituição, mas não sabe como começar.

Se essa é a sua situação, vou dar algumas dicas práticas para que você alcance seu objetivo. 😉

  1. Avalie suas necessidades: todos os documentos da clínica estão no papel? Os médicos usam um sistema instalado no computador que sempre dá problema? Os laudos a distância devem chegar em menos de 24 horas para atender suas demandas? Reflita sobre sua realidade e liste as necessidades que o serviço precisa atender;
  2. Defina seu objetivo: uma empresa de Telerradiologia costuma focar apenas no serviço de laudos a distância. Se você tem o objetivo de informatizar sua instituição, será necessário ter um sistema médico em nuvem, para poder centralizar todos os documentos do paciente em um único local e realizar Telemedicina por uma ferramenta integrada ao prontuário eletrônico do paciente;
  3. Pesquise suas opções: existem diversas opções de Telerradiologia no mercado, assim como softwares médicos. Faça uma pesquisa na internet e peça indicações dos seus colegas para comparar os serviços e verificar quais atendem suas necessidades;
  4. Faça um teste grátis: o ideal é que você tenha alguns dias de teste gratuito ou uma assinatura mensal no qual é possível conhecer mais sobre o serviço, sem se comprometer tanto financeiramente;
  5. Tome decisões centradas no paciente: imagine que você já tenha escolhido uma empresa de Telerradiologia e os documentos estão sendo anexados dentro do prontuário eletrônico dos pacientes. É fundamental entender se os pacientes acham essa mudança positiva ou como ela pode melhorar ainda mais.

Baixe gratuitamente nossa planilha de comparação de softwares médicos para facilitar sua decisão, caso tenha se interessado em ter um sistema na nuvem:

Planilha de Comparação de Softwares Médicos

Neste artigo você aprendeu o que é o laudo a distância, como funciona na prática e suas vantagens. Inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter para receber mais conteúdos em seu e-mail!


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo, atua como analista de conteúdo há mais de 3 anos na iClinic. Graduanda em Letras - Licenciatura em Inglês e Português na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.