Como conquistar seus pacientes utilizando o marketing digital para médicos?

Marketing Digital para médicos: 8 estratégias para atrair e fidelizar pacientes

Yasmim Mayumi Marketing Médico Leave a Comment

Leia em 15 min.

O Marketing Digital para médicos é um conjunto de estratégias que o profissional de saúde implementa para atrair e fidelizar pacientes, além de aumentar sua autoridade como especialista.

Você quer ter um relacionamento mais próximo com os seus pacientes, e ter sua agenda lotada em todos os momentos do ano, mesmo após datas comemorativas e feriados?

O marketing médico é essencial para qualquer médico que deseja alcançar todos esses objetivos.

  Segundo Philip Kotler, que é considerado o pai do marketing, “o propósito do marketing é satisfazer as necessidades e desejos do cliente“. 

Portanto, o marketing não deve ser reduzido a vendas e propagandas, porque seu objetivo vai muito além da venda um produto ou serviço. 

Os profissionais de saúde que implementam estratégias de marketing buscam fidelizar seus pacientes, e consolidar sua marca como autoridade na saúde.

Neste artigo, você irá descobrir tudo que precisa saber sobre Marketing Digital para médicos, e aprender um passo a passo completo para começar sua estratégia agora mesmo.

Aproveite o conteúdo!

O que é Marketing Digital para médicos?

O Marketing Digital tem como principal objetivo promover produtos ou serviços por meio da internet. 

Ele é uma das estratégias mais escolhidas pelos profissionais de saúde que desejam alcançar seus pacientes de forma humanizada.

Com as mídias digitais, como os sites médicos, e-mails, canais no Youtube, entre outros, você pode entender as necessidades dos seus pacientes, e entregar uma experiência totalmente personalizada.

De acordo com um estudo da Revista Tecnológica sobre marketing para a saúde, as estratégias de marketing podem melhorar a relação médico-paciente.

“Defende-se que a utilização de ferramentas de marketing poderá melhorar o desempenho das empresas de saúde, possibilitando aumento da atração, preferência, confiança e fidelidade de clientes.”

Para entender o que é Marketing Digital para médicos, você precisa aprender estes seis principais conceitos:

  • Público-alvo: grupo de pessoas que representa seus pacientes. No caso da pediatria, por exemplo, o público-alvo ideal pode ser mulheres que estão tentando engravidar, mulheres que já estão na gestação, ou que já têm filhos;
  • Buyer Persona: perfis semi fictícios, baseados em pessoas reais, que representam seus pacientes ideais. Para um dermatologista, uma Buyer Persona pode ser a Gabriela, uma jovem de 24 anos que quer começar a cuidar da sua pele, e não tem o costume de passar protetor solar. Com as Personas, você pode implementar estratégias mais segmentadas, economizando tempo e dinheiro;
  • Lead: é o potencial paciente. O lead é um contato que você conseguiu por meio do Marketing Digital, e ele pode ser um futuro paciente, caso você utilize as ações certas para convertê-lo;
  • Jornada do paciente: também conhecida como funil de vendas, a jornada representa as etapas que seus pacientes passam quando  agendam uma consulta no seu consultório, desde o momento que decidem buscar por um profissional de saúde, até o pós-consulta;
  • CRM: em português, Gestão de Relacionamento com o Cliente. O CRM é responsável por administrar seu relacionamento com os pacientes. Por meio de um software de gestão, você pode cadastrar pacientes, registrar seus dados, e criar um excelente marketing de relacionamento;
  • SEO: representa as ações que otimizam seus conteúdos para os mecanismos de buscas. Ou seja, ao escrever conteúdos para o seu blog, é necessário aplicar as boas práticas de SEO para que seus artigos sejam bem ranqueados no Google, e apareçam como os primeiros resultados das pesquisas dos seus pacientes.

Não se preocupe, nós iremos aprofundar os principais conceitos ao longo do conteúdo, e caso tenha alguma dúvida, é só deixar um comentário no final do artigo. 😉

Assista ao vídeo abaixo para descobrir mais curiosidades sobre o marketing médico:

Agora que você sabe o que é Marketing Digital, é hora de descobrir quais são seus principais benefícios.

Principais vantagens do Marketing Digital para médicos

A Demografia Médica do CFM (Conselho Federal de Medicina) e do CREMESP (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo), afirma que a concentração de médicos no Brasil é maior no setor privado

Além disso, ao alcançar a razão de 2,20 médicos por 1.000 habitantes, não há mais necessidade de abrir escolas médicas. Porém, é preciso levar em conta a desigualdade na distribuição de especialistas pelo país. 

Isso significa que o mercado não está apenas ficando mais concorrido. Em algumas regiões, ele está superlotado.

Para garantir que seus diferenciais sejam identificados pelos pacientes, é essencial investir em Marketing Digital para médicos. Entre suas principais vantagens, podemos citar:

  • Relacionamento mais próximo com os pacientes: com a construção das suas Buyers Personas e um marketing de conteúdo personalizado, você terá a oportunidade de se conectar com os pacientes em momentos fora da consulta, e fidelizá-los mesmo sem estar no consultório;
  • Ser conhecido como uma referência em sua especialidade: quando você quer saber mais sobre um produto ou serviço, você provavelmente procura na internet, assim como a maioria das pessoas. Na área da saúde, isso não é diferente. Seus pacientes tiram dúvidas constantemente no Google, e ao encontrar um profissional bem posicionado nas mídias, eles sentem mais confiança em marcar uma consulta, porque sabem que você explica de uma forma didática e educativa;
  • Estratégias fáceis de serem mensuradas: com o marketing online, você consegue saber exatamente quantos visitantes seu site recebe por dia, quanto tempo eles ficam nas suas páginas, e verifica em tempo real quantas pessoas clicaram nos seus anúncios;
  • Consolidar uma marca forte para o seu consultório: para os pacientes, a maioria dos consultórios são iguais. Na internet, um consultório que não tem presença online, é quase como se não existisse. Você pode consolidar uma marca forte que fique na mente dos seus pacientes, e seja facilmente encontrada por outras pessoas da região, por meio do SEO local (otimizações voltada para buscas nas regiões).

Você conhece os benefícios do marketing médico, mas não sabe quais são suas estratégias, nem como mensurá-las. Então, como deve começar? 

Principais estratégias do Marketing Digital para médicos

A melhor maneira de aprender mais sobre Marketing Digital é conhecer suas estratégias, e como cada uma depende da outra para atingir os melhores resultados.

Imagine que seu consultório precise de uma reforma, e você está analisando quais empresas de design de interiores são especializadas em decoração para a área da saúde. 

Ao pesquisar por “design de interiores para consultório médico”, as empresas próximas a você irão aparecer na página de busca, assim como artigos, vídeos, e sites.

Uma única empresa pode aparecer na primeira página de resultados de diversas formas, seja por meio de um site, vídeo, snippet (caixa de respostas), ou imagens.

Essa empresa investiu em várias estratégias: inbound marketing, site, Google Meu Negócio, SEO, marketing de conteúdo, entre outras. Não se preocupe, vamos aprofundar cada uma delas a seguir.

Quer ver este conteúdo em formato de eBook? Baixe gratuitamente clicando na imagem abaixo:

Guia sobre marketing digital para médicos

1. Inbound Marketing

O Inbound Marketing é conhecido como marketing de atração, e diferente do marketing tradicional, seu objetivo é ser encontrado pelas pessoas que estão buscando por um produto ou serviço de maneira natural, ao invés de sair atrás de clientes.

Você provavelmente já recebeu uma ligação de telemarketing, mesmo quando a proposta não fazia sentido nenhum para seu estilo. O Inbound Marketing é exatamente o contrário. 

Antes de oferecer algo ao cliente, o Inbound entende quais são as necessidades da Buyer Persona, e como sua empresa pode solucionar seus problemas

O Inbound Marketing é moldado por estratégias do Marketing Digital, como o Marketing de Conteúdo.

2. Marketing de Conteúdo

Quantas vezes seus pacientes encontraram a solução para suas dúvidas de saúde em um site médico? E quantas informações eram, de fato, confiáveis?

Por meio dos mecanismos de busca, como o Google, Opera, e Bing, seus pacientes conseguem encontrar qualquer dado que desejarem. Porém, você sabe que boa parte dessas informações não são de fontes verídicas.

Os profissionais de saúde utilizam o Marketing de Conteúdo para divulgar dados baseados em evidências científicas, para que os pacientes encontrem conteúdos relevantes e úteis

Ao educar seus pacientes com conteúdos, você encanta e fideliza antes mesmos deles te conhecerem pessoalmente.

Para aplicar o Marketing de Conteúdo, você pode adotar estratégias como sites, blogs, e canal no Youtube.

3. Redes sociais

As redes sociais como Facebook, Instagram, e LinkedIn, são essenciais para interagir com os pacientes, e estabelecer uma marca forte para a sua empresa.

Uma boa parte dos profissionais de saúde utilizam canais como o Instagram para compartilhar informações sobre sua especialidade, procedimentos realizados no consultório, e tirar dúvidas.

4. Site e blog

O blog é o principal pilar do Marketing de Conteúdo. Afinal, ele é um canal personalizado para seus pacientes, sem interferências de outras distrações, como anúncios, e redes sociais. 

Com o seu blog, você pode publicar na hora que quiser, quais conteúdos desejar, e ter um canal direto com seus pacientes.

Ele também é excelente para quem deseja ter um bom posicionamento no Google, e aparecer como primeiro resultado nas pesquisas dos pacientes. 

O site médico pode ter um blog, mas não são, necessariamente, o mesmo canal. Você pode ter um domínio para seu site, e outro para seu blog. 

A principal diferença entre eles é que o seu site é institucional. Ou seja, nele você irá colocar as principais informações sobre seu consultório, e seu currículo.

Ele também é fundamental para aumentar sua presença online, e transmitir uma imagem profissional para seus pacientes, que terão mais confiança ao conhecer seu consultório pela internet.

5. SEO

Você já entendeu que no Marketing Digital, você precisa ser encontrado nas redes sociais e nos mecanismos de buscas, certo?

Para ser encontrado, é fundamental aparecer nos primeiros resultados, porque raramente as pessoas clicam nos sites que apenas aparecem na segunda página. 

Portanto, você precisa otimizar seus conteúdos para os mecanismos de buscas, seguindo todas as boas práticas do SEO (Search Engine Optimization).

Segundo a WordStream, 72% dos consumidores que realizam uma pesquisa local fazem uma visita a estabelecimentos em um raio de 8km.

Em seu relatório sobre as principais estatísticas mundiais de SEO, a Rock Content também afirma que atrair clientes por SEO custa 61% a menos do que as estratégias de marketing tradicionais.

Entre as principais otimizações do SEO, podemos citar: 

  • Palavras-chaves: definir a palavra-chave do seu conteúdo irá definir se ele será encontrado ou não em determinadas pesquisas feitas pelos pacientes. Um ortopedista, por exemplo, poderia escrever um conteúdo com as palavras-chaves “dor na coluna”, “hérnia de disco”, “tratamento para lombar”, entre outras;
  • Conteúdo original e relevante: se o seu conteúdo não for interessante para os pacientes, ele não irá aparecer nos resultados, já que não traz nenhuma informação útil. Por isso, você precisa explicar de forma didática, sem utilizar termos técnicos, e caso utilize, sempre explicar o que eles significam;
  • Velocidade do blog ou site: se o seu blog demora mais de cinco segundos para carregar, é provável que seus pacientes desistam de esperar, e acessem outro blog mais rápido. É essencial contar com profissionais em programação para criar um blog rápido e visualmente bonito.

6. Google Meu Negócio e Google Ads

O Google é o mecanismo de busca mais utilizado no mundo, e merece um destaque especial. Não aparecer no Google é o maior erro do Marketing Digital para médicos.

A conta do Google Meu Negócio é gratuita, e você será encontrado mais facilmente nas pesquisas, justamente por ser uma ferramenta do próprio Google.

Nela, você pode adicionar os principais dados do seu consultório, como endereço, horários de funcionamento, formas de contato, fotos, site, e avaliações.

Baixe nosso eBook gratuito sobre o Google Meu Negócio e aprofunde seus conhecimentos neste canal:

Google Meu Negócio para clínicas e consultórios

O Google Ads é uma das mídias pagas mais utilizadas no Marketing Digital. Com ele, você pode pagar para que uma página apareça como anúncio para palavras-chaves específicas.

O Facebook e o Instagram também possuem sua própria rede de anúncios nos canais. Você já deve ter visto um anúncio em todos esses lugares.

É claro que ter um bom SEO é mais vantajoso do que investir apenas em anúncios, mas também é uma estratégia que vale a pena ser comentada.

7. Podcasts

Os podcasts estão se tornando cada vez mais populares, e os profissionais de saúde que investem nessa estratégia hoje, podem colher excelentes resultados no futuro.

Isso porque há podcasts para pacientes disponíveis nas plataformas, e ao começar antes que vire algo extremamente comum, você garante uma boa distância entre você, e seus concorrentes

Os conteúdos em formato de áudio são consumidos com mais praticidade, enquanto os pacientes estão realizando tarefas. 

Eles também podem ser baixados, e escutados mesmo quando você não tem acesso a internet. 

O Áudio Marketing é uma forte tendência para os próximos anos, principalmente com a popularização da Alexa, Cortana, Siri, entre outras tecnologias para pesquisa por voz.

8. E-mail marketing

Já pensou em enviar comunicações personalizadas de forma automática para seus pacientes?

O e-mail marketing permite que você envie mensagens para os pacientes que desejar, desde que você tenha seus endereços de e-mail.

Uma boa plataforma também determina exatamente em qual período seus e-mails serão enviados para os pacientes, como uma semana após a consulta, um mês antes do retorno, entre outros.

Diferente de outros canais, você pode segmentar sua comunicação para um ter um conteúdo ainda mais personalizado. 

Vamos supor que você deseja enviar uma série de mensagens personalizadas com orientações de pré-procedimento para os pacientes com cirurgias marcadas na sua agenda.

Além disso, depois do procedimento, você também deseja que eles recebam outros e-mails com orientações pós-operatório, e lembretes de retornos. 

Com o e-mail marketing, você personaliza todos esses conteúdos, e faz todos os envios automaticamente por uma plataforma exclusiva para a área da saúde.

Assista nossa websérie de e-mail marketing e aprenda mais sobre esta estratégia:

Websérie gratuita: Como usar o e-mail marketing na sua clínica!

Principais métricas do Marketing Digital para médicos

Como já comentamos no início do artigo, uma das maiores vantagens do Marketing Digital para médicos são suas métricas claras e objetivas, que permitem uma análise assertiva sobre suas estratégias.

Assim, você pode tomar decisões baseadas em dados reais, e não apenas em suposições. 

A seguir, nós iremos mostrar as principais métricas que os profissionais de saúde costumam utilizar.

1. Métricas do Google Analytics

O Google Analytics é a ferramenta perfeita para acompanhar os resultados do seu site ou blog. Basta criar uma conta gratuita e analisar as seguintes métricas.

  • Visitantes únicos: número de pessoas que acessam seu site. Cada visitante é contado uma única vez dentro de um determinado período de tempo, que você pode selecionar na ferramenta;
  • Sessões: conjunto de interações que um visitante pode realizar no seu site em um período, como acessar um artigo, entrar em outro, clicar em um eBook;
  • Tráfego orgânico e pago: representa a quantidade de sessões que chegam por meio de SEO (posicionamento orgânico), ou por mídias pagas, como o Google Ads;
  • Taxa de rejeição: porcentagem de usuários que realizam apenas uma visita no seu site, e não acessam outras páginas ou realizam outras interações, como cliques;
  • Taxa de conversão: retrata a porcentagem de usuários que realizam uma determinada ação que você estabelece como conversão. Uma conversão para um site médico poderia ser o cadastro para receber um contato de uma secretária;
  • Links externos: volume de links de outros sites que direcionam para o seu domínio (site/blog).

Além das métricas citadas, você pode descobrir outras informações, como o tempo de permanência em cada página do seu site, quais são os interesses dos seus visitantes, e a velocidade das suas páginas.

2. ROI (Retorno sobre Investimento)

O ROI representa quanto retorno você está obtendo para cada investimento realizado, basicamente, o seu lucro

Sua fórmula é:

ROI: métrica de Marketing Digital para médicos

Imagine que seu Marketing Digital tenha recebido um investimento de R$ 800,00 durante um mês. 

Nesse período, 13 pacientes marcaram uma consulta por meio dos seus canais, e os primeiros atendimentos no seu consultório custam, em média, R$ 150,00.

Seu retorno foi de R$ 1,950. Subtraindo seu custo (R$ 800,00) e dividindo novamente pelo mesmo, seu ROI foi cerca de 1,5%. Portanto, você teve um lucro que pode aumentar ainda mais ao longo do tempo.

3. CAC (Custo de Aquisição por Cliente)

Quanto eu preciso investir para atrair um novo paciente?

O CAC mostra esse valor. Ele é calculado pela divisão das despesas com seu Marketing Digital para atrair pacientes, pelo número de novos pacientes conquistados.

Caso você tenha gastado R$ 1,000,00 em seis meses, e atraído 30 novos pacientes, seu CAC é de R$ 33,33.

4. MRR (Receita Mensal Recorrente)

Com o MRR, você pode prever quais serão suas receitas nos próximos meses. 

Imagine que seu consultório tenha 40 consultas por semana, com uma média de preço de R$ 200,00. Semanalmente, você tem uma receita de R$ 8,000.

Em um mês sem muito feriados, seu MRR é de R$ 32,000.

Acompanhar seu MRR é essencial para analisar se suas receitas estão subindo, e como seu Marketing Digital pode aumentá-las.

É válido ressaltar que existem milhares de métricas no Marketing Digital, e é quase impossível conhecer todas elas. Na verdade, são poucas que irão fazer sentido para a sua realidade

Muitos profissionais tentam acompanhar muitas métricas e, no final, não analisam nada com assertividade. 

Por isso, o ideal é buscar quais métricas fazem sentido para as suas estratégias, e manter consistência nas suas análises

Acompanhe seus resultados frequentemente, para não deixar um ponto de melhoria escapar.

Tudo bem, mas você tem dúvida de quais ferramentas pode acompanhar todas essas métricas?

Vamos listar as principais ferramentas que irão te ajudar nessa jornada.

  • SEMrush: permite que você busque as palavras-chaves mais comuns dos mecanismos de buscas, analise os backlinks do seu site (links que direcionam o leitor para outras páginas), e verifique a qualidade do seu domínio, assim como seu posicionamento nos mecanismos de buscas;
  • Ubersuggest: além de realizar uma busca pelas palavras-chaves nos mecanismos, também gera ideias de novas palavras-chaves para os seus conteúdos;
  • Google Trends: mostra quais são as palavras mais buscadas no Google, e como a maioria das pessoas buscam por determinados assuntos;
  • Google Search Console: identifica os principais dados do seu site, e funciona como um canal com o Google. Nele, você pode pedir que determinados backlinks sejam retirados do seu site, assim como solicitar a indexação de suas páginas (pedir que elas apareçam nos resultados de buscas).

Aprendeu as principais estratégias e métricas do Marketing Digital para médicos, mas não sabe como elaborar meu planejamento estratégico?

Separamos 6 dicas que irão fazer toda a diferença para o começo da sua jornada.

Estratégias de Marketing Digital para médicos

Passo a passo para planejar seu Marketing Digital para médicos

Antes de começar seu planejamento, pense em qual é a sua situação atual. Quais são seus diferenciais? Quais são seus pontos de melhoria? O que você não tem, mas deseja alcançar?

Ao refletir sobre o que o Marketing Digital pode trazer para você, seu planejamento já irá começar a tomar forma.

Porém, é necessário seguir 6 passos para garantir que você não irá cometer os erros mais comuns.

1. Estude o Manual de Publicidade do Conselho Federal de Medicina

Diferente de outros profissionais autônomos, o CFM regulamenta toda publicidade médica, seja ela de um profissional de saúde, ou de um consultório. 

É provável que você já conheça algumas de suas exigências:

  • É vedado ao médico utilizar expressões como: o melhor, resultado garantido, o mais eficiente, entre outros;
  • Divulgar preços de procedimentos, formas de pagamento, e eventuais descontos para propor um diferencial;
  • Anunciar especialidade sem ter um título de especialista;
  • Utilizar fotos e imagens de pacientes, mesmo com autorização, salvo situações como estudos científicos.

Você pode conferir todas as normas no Manual de Publicidade Médica.

Ao estudar o Manual, você garante que irá respeitar todas as regras, e pode planejar sua estratégias com segurança.

2. Defina seu público-alvo e Buyers Personas

Todas as suas estratégias devem ser planejadas pensando nos seus pacientes. Seu público-alvo e suas Buyers Personas irão ser essenciais nesta etapa.

Ao conhecer as principais características dos seus pacientes, você irá saber quais são seus hobbies, como você pode ajudá-los com seu serviço, em quais redes sociais suas Personas estão, entre outros.

Imagine que uma de suas Personas seja o Gabriel, um trabalhador home office de 46 anos que não pratica exercícios físicos, mas precisa começar para prevenir doenças cardíacas comuns em sua família.

Ele não tem Facebook, mas acessa o Instagram todos os dias, e ama receber e-mails com conteúdos feitos por especialistas.

Ao conversar com essa Persona, você sabe que suas estratégias precisam ser o Instagram e o e-mail marketing.

Se você quer definir seu público-alvo e suas Buyers Personas, mas não sabe como começar, faça uma pesquisa com os pacientes que já te conhecem. 

Você também pode contratar uma empresa que realiza pesquisas de público, ou realizar buscas nas mídias sociais em grupos voltados para solução de dúvidas de pacientes.

Veja um exemplo de Buyer Persona:

Exemplo de Buyer Persona no Marketing Digital para médicos

3. Estabeleça seus objetivos

O que você quer alcançar com o Marketing Digital para médicos? E em quanto tempo?

Todo plano começa com um objetivo. Seu objetivo pode ser atrair mais pacientes, mas como você irá alcançá-lo? As metas (utilizadas para alcançar os objetivos) irão te ajudar a seguir todos os passos necessários. 

O prazo também é essencial, porque seus objetivos podem ser de curto, médio, ou longo prazo. 

A metodologia SMART é ótima para quem está estabelecendo seus objetivos pela primeira vez. 

  • Specific ou específico: seu objetivo é específico? Atrair pacientes é um objetivo amplo, mas você pode especificá-lo determinando quais pacientes deseja atrair, como mulheres na faixa de 20 a 40 anos;
  • Measurable ou mensurável: seu objetivo pode ser medido? Você consegue dizer se suas estratégias irão mostrar se atraíram pacientes, ou não?
  • Actionable ou atingível: objetivos extremamente difíceis, até mesmo fora da realidade, podem te desmotivar, além de não serem práticos. Seus objetivos não podem ser fáceis, mas também precisam ser realistas;
  • Relevant ou relevante: seu objetivo é importante para o seu negócio? Ele irá aumentar suas receitas, ou aumentar a satisfação dos pacientes?
  • Time-bound ou temporal: todo objetivo ou meta precisa ter um prazo, seja ele de um mês, um semestre, ou anos.

4. Escolha suas estratégias

Quais estratégias fazem sentido para o meu público-alvo? Eu preciso adotar todas ao mesmo tempo? 

Para começar, o ideal é que você não escolha mais estratégias do que consegue administrar. Ao tentar realizar tudo, você pode não aplicar nada com eficiência. 

Faça uma pesquisa com seus pacientes e descubra em quais canais eles estão, e quais formatos de conteúdo gostam de consumir. Se a maioria ama acompanhar blogs, essa estratégia pode ser seu ponto de partida.

Com o tempo, você pode investir em um canal no Youtube, e até mesmo em um podcast.

5. Faça um cronograma para cada estratégia

Quantas vezes você começou um curso online, mas não terminou? Ou precisava realizar uma tarefa, e deixou para última hora? 

Com a correria do dia a dia, é comum deixar algumas atividades de lado, principalmente se elas não estão envolvidas diretamente com seus atendimentos. 

Porém, no Marketing Digital a consistência é um fator crucial para o sucesso das suas estratégias. Se você posta um conteúdo em um dia, e demora meses para postar outro, sua presença online não irá crescer.

Por isso, faça um cronograma para cada estratégia, e torne suas ações uma prioridade.

Vamos supor que você decidiu adotar o e-mail marketing, e precisa personalizar seus e-mails antes de enviá-los automaticamente para os pacientes. 

Você não precisa terminar tudo em um único dia. Separe trinta minutos em quatro dias da semana, e logo você terá terminado todas as suas mensagens. 

Se você decidiu postar conteúdos nas redes sociais, determine quais dias você irá escrever conteúdos, e em qual semana eles deverão ser publicados. 

Um calendário de publicações é uma ferramenta simples, que pode fazer toda a diferença para sua organização.

Lembre-se de adicionar o acompanhamento de resultados no seu cronograma. Como já comentamos no conteúdo, é essencial analisar suas métricas e identificar melhorias em suas estratégias.

6. Conte com a ajuda de especialistas e ferramentas de automação de marketing

Cuidar de pacientes, administrar um consultório, e ser responsável por todas as estratégias de Marketing Digital. São muitas responsabilidades para um único profissional, não concorda? 

É impossível ter uma rotina com tantas atividades sem contar com a automação. 

Com um software de gestão, você pode contar com ferramentas de automação de marketing, além de funcionalidades automáticas para a gestão do seu consultório. 

Assim, você não deixa nenhuma tarefa de lado, e tem mais tempo para focar nos seus pacientes. 

Contar com a ajuda de agências especializadas em marketing médico também é uma excelente dica, porque você tem o apoio de profissionais da área.

Da mesma forma que você conhece as particularidades da sua especialidade, uma agência de marketing sabe as nuances do marketing médico.

Aprendeu tudo que precisava para começar seu Marketing Digital para médicos? 

Faça nosso curso de marketing médico e se torne um verdadeiro especialista no assunto:

Curso Básico de Marketing Médico

Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Letras na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.