Como criar um conteúdo original para as redes sociais da clínica

Como criar um conteúdo original para as redes sociais da clínica

Leia em 9 min.

Já sabe como criar um conteúdo original e relevante para seus pacientes? Descubra neste artigo os principais passos para elaborar um ótimo conteúdo para as redes sociais da sua clínica agora mesmo.

Investir em conteúdo para as redes sociais da clínica é uma ótima estratégia que pode atrair novos pacientes, além de ajudar no processo de fidelização. Cada vez mais os profissionais da saúde colocam o marketing de conteúdo em prática.

Criar um conteúdo original e útil para seus pacientes agrega mais um diferencial para seu serviço médico, além de reforçar sua autoridade no assunto, e ajudar na divulgação do seu consultório médico.

Segundo Rafael Rez, autor do livro Marketing de Conteúdo: a moeda do século XXI, “tudo o que se faz, e tudo o que ajuda as pessoas a entenderem o que a marca faz, é conteúdo. Em cada fase da jornada do consumidor, é preciso usar conteúdo.”

Em seu livro ele ainda cita uma pesquisa da Hubspot – um dos maiores softwares de marketing do mundo – realizada em 2015 no Brasil, onde cerca de 4 mil empresas participaram. Nessa pesquisa, 70% a 90% dessas empresas citaram que a criação de conteúdo é o projeto que promete o maior retorno.

Pensando em te ajudar no processo de criação de conteúdo, elaboramos este artigo para que você fique por dentro da importância do investimento em conteúdo para o seu consultório, além de trazer dicas valiosas de criação. Continue a leitura!

A importância de criar um conteúdo original para as redes sociais da clínica

Conseguir criar um conteúdo original não é um processo fácil, na verdade, são poucos os consultórios que conseguem alcançar uma boa qualidade de marketing de conteúdo em suas estratégias de divulgação.

Como Rafael Rez cita em seu livro, atualmente tudo funciona em torno do conteúdo. Se não há um bom planejamento do conteúdo do seu negócio, uma boa parte das outras estratégias poderão ser falhas. 

Pensando principalmente na era pós-digital em que vivemos, onde a internet cada vez mais se torna parte essencial das nossas vidas, inclusive nas de seus pacientes, conseguir se destacar na internet é fundamental.

Quando falamos de atrair novos pacientes, por exemplo, a melhor forma é com uma divulgação eficiente do seu consultório médico. Hoje em dia, uma das melhores formas de divulgação é através das redes sociais, onde a maior parte das pessoas se encontram presentes, todos os dias.

Além disso, um bom conteúdo ajuda em diversos fatores, como o seu próprio ranqueamento no Google

Imagine que sua especialidade médica seja pediatria, e uma família procurando por um especialista pesquise “pediatra em são paulo” no Google. O primeiro resultado pode ser o seu próprio site.

Dessa forma, você mostra a relevância do conteúdo produzido, e se destaca entre diversos especialistas, aumentando a confiança da família em relação ao seu atendimento médico.

Porém, como é possível se diferenciar nas mídias digitais? Como competir com o mar de conteúdo que seus pacientes já consomem nas redes sociais? 

Para isso, é extremamente importante que você crie um conteúdo relevante e útil para seus pacientes, assim, eles conseguirão ver na prática todo o seu conhecimento como profissional de saúde, além de se sentirem acolhidos, mesmo fora do consultório.

Quer saber como criar um conteúdo original para seus pacientes? Acompanhe a seguir!

passos-para-criar-conteudo-relevante-para-os-pacientes

5 passos para criar um conteúdo original

Criar um conteúdo original pode não ser um processo fácil, principalmente para quem está começando. Porém, como médico empreendedor, que além de atender pacientes também administra seu próprio consultório, essa é uma estratégia fundamental.

Por isso, separamos os 5 principais passos que você deve ter em mente na hora de escrever um conteúdo. Confira a seguir quais são eles:

1. Entenda o melhor tipo de conteúdo para cada rede

Apesar de, muitas vezes, a maioria das pessoas estarem presentes em diferentes redes sociais, como o Facebook, Instagram e Twitter, a linguagen utilizada em cada canal se diferencia.

Isso não quer dizer que você precisa criar um conteúdo diferente para cada rede social, mas é importante saber qual é a melhor abordagem para cada canal. Assim, você garante que sua comunicação será eficiente em todas as redes sociais.

Separamos as principais redes sociais para orientá-lo melhor. Boa leitura!

1.1 Twitter

O twitter é uma das redes sociais mais queridas pela maioria dos pacientes jovens, principalmente pelo fato de terem acesso rápido às últimas notícias sobre os mais diversos assuntos.

Você pode utilizar esse canal para atingir vários objetivos, como:

  • avisar os seguidores que publicou um novo conteúdo em seu blog;
  • anunciar uma novidade sobre a clínica;
  • comunicar que vai ficar ausente do consultório por uns dias para participar de um congresso;
  • interagir com outros especialistas na área, criando vínculos que possam contribuir para que você se torne uma autoridade na sua área de atuação;
  • manter seus pacientes informados com dados válidos sobre a área da saúde.

É importante enfatizar que o limite máximo de caracteres (letras, sinais, números) permitido no twitter é de 280, ou seja, o conteúdo divulgado neste canal precisa ser curto e objetivo.

Uma ótima vantagem do twitter é que uma boa parte dos médicos não é muito ativa nessa rede social, ou seja, há menos concorrência para conseguir se destacar.

1.2 Instagram Stories

Segundo uma pesquisa realizada pela Opinion Box, 70% dos entrevistados possuem uma conta no Instagram, que é a segunda rede social favorita, perdendo apenas para o Facebook.

O Instagram é uma rede social que possui duas formas de divulgação de conteúdo muito utilizada não apenas pelas pessoas, mas também pelas empresas e profissionais, como os próprios médicos.

Por isso, separamos o Instagram em dois tópicos para explicar melhor cada função dessa plataforma. Em primeiro lugar, vamos falar sobre os stories do instagram.

Os stories são um recurso do Instagram que mantém as postagens disponíveis por apenas 24 horas. Tanto perfis profissionais, quanto pessoais, costumam postar livremente e em grandes quantidades, mas é preciso ter cautela.

Esse recurso é ótimo para divulgar um novo artigo lançado em seu blog, alguma novidade sobre o consultório, e até mesmo uma mensagem direta para seus pacientes, avisando sobre alguma notícia importante sobre a área da saúde.

Porém, é importante estar atento à quantidade de stories que você posta por dia, para que não fique cansativo para seus pacientes. Um máximo de 6 postagens por dia é uma boa quantidade para se policiar. 

Imagine que você é um dermatologista. Você pode criar uma sequência de stories em vídeo, relatando os cuidados básicos que uma pessoa deve ter com sua pele em relação a exposição ao sol.

Nessa rede social, os conteúdos podem ser publicados no formato de foto ou vídeo, além de contarem com a possibilidade de conteúdo visual do próprio Instagram, como GIFs (vídeos animados), adesivos ou filtros.

Você também pode salvar os stories que desejar como destaques, assim, eles ficam salvos permanentemente no seu perfil, para que seus pacientes acessem a qualquer momento.

1.3 Feed do Instagram

O feed é o local onde todo seu conteúdo fica salvo permanentemente. Ou seja, para retirar alguma postagem, é necessário deletar ou arquivar no seu perfil. 

É muito comum em perfis médicos, ou perfis de clínicas e consultórios, o feed ser repleto de imagens acompanhadas com textos longos. Porém, é importante enfatizar que normalmente, o que mais chama no Instagram são de fato, as imagens.

Um texto longo é válido quando você está abordando um assunto médico, principalmente para compartilhar informações validadas por um especialista com seus pacientes.

Porém, para chamar a atenção do paciente para o conteúdo, é fundamental ter uma imagem atrativa.

Além disso, boa parte dos perfis no Instagram possuem um feed organizado, ou seja, cada postagem é planejada para seguir uma certa palheta de cores, seguindo uma padronização clara, como podemos ver na imagem a seguir:

feed-organizado-no-instagram

1.4 Facebook

De acordo com a TecMundo, uma pesquisa mostra que o Brasil é o terceiro país com mais usuários no Facebook do mundo, com 130 bilhões de usuários.

O Facebook é uma das plataformas mais utilizadas no país, e seu público se interessa cada vez mais por conteúdo original e relevante, principalmente quando falamos das pessoas interessadas em manter contato com profissionais.

No Facebook é fundamental ter a consciência de que não basta apenas publicar textos de qualidade, é preciso estabelecer contato com os pacientes de forma humanizada. Isso significa responder comentários, dúvidas, incentivar o engajamento dos seus pacientes pela rede social.

Se um paciente entra na sua página profissional, se interessa por um conteúdo e realiza um questionamento, mas percebe que foi ignorado, toda a estratégia de criar um conteúdo relevante foi por água abaixo. 

Isso porque seus pacientes podem supor que você não está interessado em responder dúvidas, e escolher outro profissional que se mostrou mais atencioso pelas redes sociais.

Relaxe! Para não deixar seus pacientes “no vácuo”, ou seja, sem respostas, há um recurso no Facebook chamado chatbots (robôs de chat), que responde os usuários por mensagens automáticas assim que eles comentam em algum post, ou te chamam no messenger.

Você pode programar mensagens de resposta automática orientando os pacientes nos casos em que estiver ausente da página, como por exemplo:

  • indicando o telefone de contato se estiver buscando por uma consulta;
  • direcionando o paciente para o blog, onde ele pode encontrar mais informações sobre o que deseja;
  • avisando que irá responder assim que estiver disponível.

2. Pense no objetivo do conteúdo

Elaborar um conteúdo não é uma tarefa simples, principalmente porque precisamos contar com criatividade e inspiração para escrever um artigo, além de, após a elaboração, verificar se o texto está fazendo sentido e atingindo de fato seu objetivo.

Quando pensamos em um conteúdo relevante para seus pacientes, é importante destacar que você não deve escrever como se estivesse elaborando um artigo científico para outros especialistas lerem.

Lembre-se que seus pacientes não possuem os mesmos conhecimentos de termos técnicos que você, na verdade, eles provavelmente conhecem apenas os termos populares sobre os assuntos de sua especialidade. 

Por isso, antes de começar a escrever um conteúdo, pense para qual tipo de paciente ele é direcionado e qual é o seu objetivo.

Vamos usar o exemplo do médico pediatra novamente. O seu artigo será lido pelas famílias de seus pacientes, ou seja, por pais preocupados com o bem estar de seus filhos.

Nesse momento, usar uma linguagem comum e acolhedora pode ser uma ótima estratégia. Além disso, foque em conteúdos esclarecedores, por exemplo, “qual é a diferença entre gripe e resfriado?”.

Assim, você garante que seu artigo será não apenas orignal, mas relevante e coerente para seus pacientes.

3. Comunique sobre sua clínica

Trazer um conteúdo exclusivo sobre o seu consultório pode aumentar a confiança das pessoas em agendarem uma consulta, além de estabelecer uma transparência nas relações com seus pacientes.

Em algumas postagens é interessante trazer informações sobre o seu próprio consultório, ou seja, falar sobre suas formas de atendimento, a equipe que trabalha no estabelecimento, e até mesmo comentar um pouco sobre sua história profissional.

Você pode criar um conteúdo especial falando sobre a equipe de colaboradores do consultório, e deixar expostos dados úteis, como o horário de atendimento, assim, você motiva novos pacientes a marcarem uma consulta.

É essencial saber os locais certos para anexar essas informações. Por exemplo, no Facebook, você pode contar com a aba “sobre”, ou mesmo com a foto de capa. Já no Instagram, você pode incluir essa informação na biografia do perfil ou ainda utilizar um stories fixo para esses dados.

Quer assistir um conteúdo em formato de vídeo com dicas incríveis de redes sociais para médicos? Assista ao nosso vídeo:

4. Tire as principais dúvidas dos seus pacientes

A criação de conteúdos originais ajuda a fortalecer a sua imagem como referência na especialidade de atuação, gerando um maior engajamento com pacientes e aumentando os seus resultados.

Para chegar a esse patamar, é importante ter em mente que qualquer dúvida é importante. Por mais que seja algo óbvio para a sua rotina, os pacientes são leigos. Questões básicas e primordiais da profissão podem não ser tão óbvias assim.

Considere elaborar artigos sobre as perguntas mais feitas pelos seus pacientes, e vá aprofundando os temas com o passar do tempo. 

Vamos supor que você seja um cirurgião plástico. Um artigo interessante para seus potenciais pacientes poderia ser “Os 5 principais riscos da cirurgia plástica”. No conteúdo, além de falar sobre os riscos, você também poderia mencionar todas as precauções tomadas, e quantas vezes de fato isso chega a acontecer nas clínicas.

Dessa forma, além de ser franco com seus pacientes, você também pode tirar diversas dúvidas e deixá-los mais à vontade para realizarem procedimentos cirúrgicos no seu consultório.

5. Leve o planejamento a sério

Depois de entender quais as plataformas mais adequadas para chegar até os seus pacientes e como trabalhar o conteúdo para as redes sociais da clínica de maneira adequada, é necessário realizar um planejamento do que vai ser postado em cada rede.

Essa é uma atitude fundamental para organizar as questões mais relevantes para a sua realidade e a do seu público, além de ajudá-lo a entender melhor o que traz mais retorno

Se você verifica que seus vídeos não têm curtidas, comentários ou perguntas, diferentemente do que acontece com textos postados no feed do Instagram, é sinal de que é mais vantajoso investir no feed.

Sendo assim, você tem um norte a respeito do que falar e quando une a sua programação aos resultados já obtidos, a tendência é chegar cada vez mais perto da excelência em relação aos conteúdos elaborados.

Quem cria bons conteúdos garante diversos benefícios, como:

  • estabelecer uma relação de confiança com os pacientes;
  • proporcionar melhor engajamento;
  • facilitar o caminho para se tornar uma referência na área de atuação;
  • realizar a atração e fidelização de pacientes com mais facilidade.

Se você se preocupa com a qualidade do que é postado nas redes sociais da clínica, gostou deste conteúdo, mas ainda assim acha a prática muito complexa para a sua rotina, talvez seja a hora de contar com a ajuda de uma agência especializadano assunto. 🙂

Aproveite a visita ao nosso site e baixe gratuitamente o nosso guia sobre redes sociais, e descubra como se relacionar com os pacientes e divulgar o seu trabalho de maneira ética.

redes sociais para medicos e profissionais da saude

Já sabe como criar um conteúdo original para as redes sociais da clínica? Não se esqueça de compartilhar o artigo com seus amigos, e se inscreva na nossa newsletter para receber mais conteúdos como esse!


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Letras na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.