Redes sociais: 6 erros para evitar a fim de atrair pacientes

Redes sociais: 6 erros para evitar a fim de atrair pacientes

Leia em 6 min.

Você tem presença online, mas suas redes sociais não estão atraindo pacientes para a sua clínica? Saiba o que você pode estar fazendo de errado!

As redes sociais são excelentes ferramentas para engajar o público e fazer com que sua marca seja notada. Por esse motivo, estar presente nelas é fundamental para melhorar o relacionamento com seus potenciais pacientes. 

Para se ter uma ideia, somente no Brasil, 62% da população está ativa nas redes sociais, segundo dados publicados na revista Exame.

No entanto, é válido ressaltar que é preciso usar as estratégias de marketing digital adequadas para não prejudicar os resultados — e é aí que muitos erram, seja por falta de conhecimento ou por não darem tanta relevância ao assunto.

Neste artigo, vamos mostrar 6 razões pelas quais as redes sociais não estão atraindo pacientes para a sua clínica. Continue a leitura e descubra o que é preciso corrigir!

Importância das redes sociais para clínicas

Em um mercado tão concorrido como a área da saúde, para se tornar uma clínica de sucesso não basta apenas ter excelentes profissionais atendendo no estabelecimento. As pessoas precisam saber dos seus diferenciais.

E não há como possíveis pacientes conhecerem sua marca sem uma boa divulgação. Levando em conta que provavelmente a maioria dos seus pacientes já estão nas redes sociais, eles são ótimos canais para atingir e atrair mais pacientes.

Segundo um estudo realizado pela We are Social, o brasileiro é o terceiro no ranking dos países que passam mais tempo na internet, sendo aproximadamente 3 horas utilizadas nas redes sociais.

Portanto, não utilizar as redes sociais na sua clínica pode reduzir os potenciais de alcance e referência do seu consultório neste mercado cada vez mais concorrido. 

Como evitar erros nas redes sociais da clínica?

Para ter ainda mais sucesso, é essencial realizar um planejamento adequado em relação a estratégia de marketing médico, pois erros comuns podem ser fatais na hora de realizar sua comunicação. Descubra aqui como evitar os principais erros cometidos pela maioria das clínicas e garanta seu lugar de destaque!

1. Manter uma marca sem personalidade

Suas redes sociais estão entregando a mensagem da maneira certa?

Quanto mais distantes dos seus pacientes a clínica é nas redes sociais, maiores são as chances de suas campanhas não alcançarem os resultados almejados

Por exemplo, caso tenha uma clínica pediátrica, usar uma linguagem extremamente formal e fria pode te distanciar ainda mais das famílias dos seus pacientes. Nessa situação, um tom mais descontraído e até brincalhão pode ser a maneira certa de se comunicar. 

Sem compreender os anseios e objeções da sua audiência, fica muito difícil de usar as estratégias adequadas para fazer com que ela se interesse por suas publicações.

Nesse momento, até o tom de voz usado em seus conteúdos fará diferença na hora de abordar o potencial paciente. Sendo assim, estude a fundo sua marca, conheça os interesses dos seus pacientes, descubra o que ele espera de uma clínica e entre outros.

Com todas essas informações em mãos, será possível criar um conteúdo mais apropriado para seus pacientes. 

2. Compartilhar o mesmo post em todas as redes sociais

Embora sua intenção seja passar o mesmo conteúdo para os seus seguidores de todas as redes sociais, isso não é interessante, porque as plataformas apresentam diferentes características e isso exige abordagens diferenciadas.

Vamos usar o exemplo do Facebook e do Instagram. É verdade que seus pacientes pode estar presente em ambas as plataformas, mas elas apresentam funcionalidades diferentes.

No Facebook, é possível inserir um post com o link direto para o seu blog. Assim, o usuário só precisa clicar no link para ser direcionado para determinado conteúdo. 

No Instagram, a história é bem diferente. Isso porque a plataforma não permite a inserção de links nas descrições das publicações. Sendo assim, é mais interessante usar outro tipo de estratégia, como inserir fotos de qualidade da clínica, a fim de mostrar aos pacientes como é a sua estrutura e o que você tem a oferecer.

Outra opção interessante é entregar conteúdo em vídeos, os quais podem ser publicados em seu feed ou na ferramenta Stories. 

3. Não ter uma estratégia clara e definida

Piorque não estar presente nas redes sociais nos dias de hoje é não ter uma estratégia clara e definida para trabalhar com essas ferramentas. 

É preciso fazer um planejamento estratégico para entender como os seus objetivos serão alcançados. Além disso, por meio dele será possível identificar erros que estão impedindo o sucesso de suas campanhas.

Dessa maneira, você conseguirá fazer um melhor monitoramento da sua presença online e poderá identificar o quanto seu público está engajado com a marca.

A concorrência também deverá ser analisada nesse momento. Entender qual é a abordagem utilizada e como ela consegue atrair o público é fundamental para acertar na escolha das estratégias.

4. Querer estar presente em todas as redes sociais

Muitos profissionais entendem que em quanto mais redes sociais eles estão presentes, maiores são as chances de conquistar mais pacientes. 

Mas acredite, isso não é verdade! Há muitas redes sociais diferentes, e dependendo da sua especialidade, não vale a pena investir tempo e energia em uma plataforma que não faz sentido para o seu público. 

O Linkedin, por exemplo, é uma rede social que está crescendo cada vez mais. No entanto, será que seus pacientes estão presentes nela? 

Como a maior parte dos usuários do Linkedin são profissionais, caso você tenha uma clínica pediátrica, como usamos no exemplo acima, é mais adequado investir no Facebook, onde a maior parte das famílias se encontram.

Assim, quando decidir investir recursos em anúncios, terá uma campanha mais precisa e adequada, aumentando as chances de trazer bons resultados para sua clínica. 

5. Não conhecer o público-alvo

Do que o seu público tem medo? O que ele deseja? Quais são as suas dificuldades? Quais são seus objetivos? 

Essas são apenas algumas das perguntas que precisam ser respondidas para você conhecer melhor os seus potenciais pacientes. Ao identificar a resposta de cada uma, será possível criar conteúdos específicos para solucionar os problemas dos seus pacientes.

Suponhamos que os pacientes tenham muitas objeções em relação aos procedimentos realizados em sua clínica. Nesse momento, é possível criar um artigo ou vídeo informativo, explicando como os procedimentos funcionam, por que eles são necessários e quais são os benefícios que eles proporcionam.

Entregando conteúdos que façam sentido e agreguem valor, com certeza aumenta as chances de compartilhamento e engajamento, afinal, não haverá interação se o conteúdo postado for totalmente desconexo com a rotina dos seus pacientes.

Dessa maneira, você consegue conversar com o público e, ao mesmo tempo, ganhar a confiança dele. Incrível, não?

redes-sociais-para-medicos

6. Focar na quantidade de seguidores e métricas de vaidade

As métricas de vaidade nada mais são que todos aqueles dados que não influenciam na tomada de decisão. Como essas informações não motivam mudanças, elas não são relevantes para os resultados das campanhas.

Podemos citar como métricas de vaidade:

  • números de likes em publicações;
  • número de seguidores de qualquer rede social;
  • número de visualizações de páginas.

Levando isso em consideração, você deve estar se perguntando: mas o que realmente precisa ser mensurado? Em resumo, podemos dizer que é preciso acompanhar os dados que ajudam a verificar se os investimentos realizados estão dando o retorno esperado, como:

  • taxa de conversão de campanhas (caso o objetivo da sua campanha tenha sido aumentar o número de visitantes para seu site, essa taxa seria quantas pessoas realmente o visitaram);
  • LTV (Lifetime Value), essa métrica é medida de acordo com o tempo que um paciente usou seu serviço médico e quanto lucro você obteve nesse período;
  • CAC (Custo de Aquisição por Cliente), quanto investimento foi preciso para que você conseguisse atrair o paciente para sua clínica;
  • número de visitantes — ao contrário do número de visualizações de páginas, essa métrica mostra quantas pessoas visitaram o blog ou site, independentemente de quantas vezes ela fez isso.

Ao mesmo tempo em que as redes sociais podem ser ótimas ferramentas para divulgar a sua clínica, elas também podem se tornar uma forma de afastar pacientes, caso seja utilizada da maneira errada. 

A presença digital hoje em dia é muito importante, mas para que ela possa ser eficiente, estratégias adequadas para cada tipo de público precisam ser aplicadas. 

Para isso, o ideal é contar com uma agência especializada em marketing para ajudá-lo a planejar e executar sua campanha de social media. Outro detalhe importante é estar atento às exigências do Conselho Federal de Medicina e os limites do marketing médico.

Pensando nisso, elaboramos um guia gratuito de marketing médico para redes sociais para ajudar a atrair e fidelizar seus pacientes da maneira correta. Baixe agora mesmo, clicando na imagem abaixo:

redes sociais para medicos e profissionais da saude

Agora sabe por que suas redes sociais não estão atraindo pacientes? Conte sua experiência com as redes sociais aqui nos comentários e compartilhe o conteúdo com seus amigos!


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Letras na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.