Veja 5 dicas para realizar vídeos para clínica incríveis

Vídeos para clínica: como realizá-los e ser referência na sua área

Leia em 5 min.

A produção de vídeos para clínica é muito importante para destacá-lo no mercado. Veja como você pode colocar essa estratégia em prática de modo eficiente!

Você já pensou em produzir vídeos para clínica? Pois bem, essa é uma estratégia muito importante não só para atrair seus pacientes, mas para melhorar o seu relacionamento com eles.

Mostrar que você realmente domina o assunto enfatiza a autoridade da sua clínica no mercado, ganhando mais confiança dos potenciais pacientes e fidelizando aqueles que você já possui.

Assim como os conteúdos escritos, os que são transmitidos em vídeos também precisam ser claros e objetivos. Portanto, nada daquela famosa enrolação que muitos profissionais fazem com o intuito de fazer o vídeo ficar mais longo.

O principal objetivo aqui não é entregar um conteúdo extenso, mas, sim, oferecer algo de valor, para que a sua credibilidade seja beneficiada.

Você deve estar se perguntando: como fazer isso de maneira eficiente? Vamos explicar as melhores práticas neste artigo. Conheça a seguir as vantagens e o passo a passo para produção de vídeos para clínica!

Quais são as vantagens de investir em vídeos para clínica?

Antes de você entender como os vídeos precisam ser produzidos, é importante conhecer as vantagens que essa estratégia oferece para saber onde é possível chegar. Acompanhe!

Atrai e fideliza os pacientes

Sempre que alguém está com um problema de saúde, a primeira ação a ser tomada é relacionada à escolha do profissional. Nesse momento, os conteúdos em vídeo se tornam ótimos aliados para atrair a atenção dos seus potenciais pacientes, pois é nesse momento que ele perceberá o quanto você entende do assunto abordado.

Quando o conteúdo é bem-feito, o paciente em potencial tende a confiar mais no profissional. Ao realizar a consulta, ele percebe a qualidade dos serviços prestados e do atendimento, assim, ocorre a fidelização do paciente.

Melhora o engajamento

Você já deve ter visto vários vídeos viralizarem na internet, certo? Isso é o que chamamos de engajamento. Um conteúdo em vídeo é muito mais fácil de ser consumido do que um artigo, por exemplo. Ambos têm suas vantagens, mas o vídeo tem a possibilidade de alcançar mais pessoas com mais facilidade.

Assim, por meio do engajamento, existe a possibilidade dos seus pacientes disseminar o seu conhecimento para amigos e familiares das redes sociais. Dessa forma, além de se tornar mais conhecido no seu segmento, também há a possibilidade de reduzir os custos com campanhas de marketing.

Possibilita a explicação de temas mais complexos

Os profissionais da área da saúde sabem que existem temas extremamente complexos que até podem ser explicados em um conteúdo escrito, mas que não surtiriam os mesmos efeitos se eles fossem explicados pessoalmente, certo?

videos-para-clinicas

É nesse momento que a produção de vídeo entra como uma opção interessante. Por meio dela você conseguirá explicar ao seu público, de forma mais eficiente, com uma linguagem de fácil entendimento, conceitos de doenças sérias, como elas se desenvolvem, entre outros assuntos que achar pertinente.

Aumenta o valor da clínica

De acordos com dados da Hubspot, mais de 80% das pessoasdo mundo inteiro dão preferência para consumir conteúdos em vídeo. Com esses dados, podemos perceber que o valor da clínica pode aumentar muito, tendo em vista que não são todos os profissionais que aderem a essa prática. Além disso, os vídeos transmitem empatia e demonstram autoridade no assunto tratado.

Passo a passo de como produzir vídeos para clínicas: 5 principais dicas

Percebeu o quanto a sua clínica tem a ganhar ao investir na estratégia de produção de vídeos? Agora, para você colocar em prática essas vantagens, mostramos como os vídeos precisam ser feitos para alcançar os resultados desejados. Vamos lá?

1. Tome cuidado com a iluminação

A iluminação é um ponto muito importante dentro da produção de vídeos para clínica. Por esse motivo, uma boa dica é optar pela luz artificial. Isso porque ela é mais previsível que a luz natural, assim, é possível deixar a cor mais uniforme e tornar a imagem mais nítida.

A luz natural até pode ser proveitosa, mas o grande problema aqui é que sua intensidade pode variar muito e isso prejudica a qualidade do vídeo.

2. Organize o cenário

O cenário precisa estar organizado para passar uma sensação de profissionalismo às pessoas que estarão o assistindo. Sendo assim, não deixe de investir em móveis de qualidade e não coloque muitos “enfeites” no ambiente.

Por mais que você tenha muitos títulos, é importante manter o local sem muitos objetos, pois isso pode causar uma poluição visual e prejudicar a sua primeira impressão. Aqui, vale a premissa de que o menos é mais.

Procure gravar em um plano mais fechado, ou seja, mais próximo ao seu rosto, assim não há necessidade de investir tanto em decoração.

3. Elabore um roteiro

Ter um roteiro é muito importante para abordar o conteúdo de maneira estratégica. De início, você precisa se apresentar, falar quais são as suas qualificações e mostrar o que será apresentado no vídeo. Em seguida, é preciso apresentar o conteúdo com uma linguagem simples e clara. Depois, basta fazer uma chamada para que o usuário dê o próximo passo (que pode ser deixar um comentário no vídeo, por exemplo).

Na hora de elaborar um roteiro, você também precisa pensar nas palavras-chave que serão usadas e aplicá-las na descrição do vídeo e no título.

Dica de ouro: Os 10 primeiros segundos do vídeo são cruciais para captar a atenção do espectador, então aproveite-os bem!

4. Faça uma boa edição dos vídeos

Depois de gravar todo o conteúdo, é hora de editá-lo. Essa é uma tarefa essencial para deixar o vídeo interativo e assim reter a atenção do público.

Você pode fazer uma edição básica de cor, áudio e cortes necessários utilizando algum software gratuito, como o Windows Movie Maker ou o DaVinci. Para aprender a utilizá-los, basta procurar tutoriais na internet. Caso ache necessário, terceirize esse trabalho — assim, outro profissional com mais experiência na área pode solucionar essa questão com mais eficiência.

5. Escolha os melhores canais de divulgação

Por fim, você precisa escolher os melhores canais de divulgação dos seus vídeos. Hoje, o YouTube, segunda plataforma de pesquisa mais utilizada no mundo, possibilita o compartilhamento dos vídeos em várias redes sociais, mas o que você precisa saber agora é em quais delas seus pacientes estão presentes.

Dessa maneira, as campanhas de divulgação serão mais certeiras e você terá melhores resultados.

A produção de vídeos para clínicas é uma estratégia que pode se tornar o diferencial que você precisa para se destacar no mercado. Com a entrega de conteúdos ricos e relevantes, o seu público dará preferência para os seus serviços, em virtude da credibilidade que é transmitida.

É válido destacar que não é necessário ter medo do marketing médico, mas é importante ter conhecimento quanto às principais regras estabelecidas pelo CFM (Conselho Federal de Medicina).

Ficou interessado em marketing médico? Confira nosso curso básico sobre o assunto que pode ajudá-lo a melhorar os resultados de suas campanhas. Matricule-se agora mesmo gratuitamente!

Curso Básico de Marketing Médico

O conteúdo foi útil pra você? Comente o que achou do nosso passo a passo para realizar vídeos, e não esqueça de compartilhar com os amigos!


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Letras na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.