Médico do século XXI: como garantir sucesso na sua carreira?

Médico do século XXI: como garantir sucesso na sua carreira?

Yasmim Mayumi Ferramentas para Clínica Leave a Comment

Leia em 8 min.

O médico do século XXI precisa lidar com pacientes mais exigentes, que têm acesso rápido a qualquer informação pela internet, além de superar o desafio de não ser engolido pelo mercado médico.

A carreira médica é uma das profissões mais escolhidas no mundo, e a cada ano, o número de profissionais aumenta. 

Os médicos precisam lidar com mais desafios do que nunca, como aprender a utilizar novas tecnologias nos tratamentos, e buscar diferenciais que destacam seu serviço no mercado.

O estudo Educação Médica no Século XXI, da Gazeta Médica, afirma que aspectos como inovações tecnológicas na prática médica, globalização da informação, exigem que os profissionais desenvolvam novas habilidades.

“Estes desafios exigem a revisão do modo de cumprir com a definição do perfil do profissional de saúde do século XXI, no sentido de formar profissionais competentes, não só técnica e cientificamente nas áreas específicas, mas que também demonstrem competências pessoais, de comunicação e organização.”

O novo perfil dos estudantes de medicina, chamados de geração millennial, precisam aprender a lidar com os pacientes pós-digitais, que exigem uma dose digital em seus atendimentos.

Para entender mais sobre o perfil do médico do século XXI, continue a leitura!

Como é o médico do século XXI?

A sociedade do século XXI está na era da globalização. Isso significa que todos têm acesso a informações de qualquer lugar do mundo, por meio de plataformas de pesquisas e redes sociais. 

Esse movimento na área da saúde também é conhecido como Dr. Google, na qual os pacientes buscam soluções para seus problemas médicos na internet, uma prática que, muitas vezes, não é segura. 

Porém, ao mesmo tempo, existem casos de pacientes que encontraram ajuda médica pela internet, e conseguiram solucionar seus problemas.

Os pacientes também estão buscando a adesão da tecnologia na sua saúde com a ajuda dos aplicativos médicos, dispositivos vestíveis inteligentes, profissionais de saúde com softwares médicos, entre outros.

Para acompanhar as tendências do setor, os médicos também devem conhecer as inovações tecnológicas, assim como estarem presentes na internet, ajudando seus pacientes. 

Divulgar conteúdo educativo na internet não é apenas marketing médico. É um atendimento humanizado, já que você assegura que as pessoas encontrem informações verídicas de um especialista. 

Estar atualizado, acompanhando as novidades da área da saúde, não é mais uma questão de estudo sobre sua especialidade. É assegurar que você não será engolido por um mercado que cresce cada vez mais.

Portanto, podemos concluir que o médico do século XXI é um profissional modernizado, que está acompanhando as tendências, e inovando seu atendimento todos os dias

Para alcançar seus objetivos e conquistar sucesso na carreira médica, esse profissional também precisa contar com alguns itens essenciais.

Veja a seguir quais são eles.

7 itens que todo médico do século XXI deve ter

Reunimos 7 itens que não devem ser deixados de lado pelos profissionais de saúde que têm o objetivo de entregar o melhor atendimento para seus pacientes. 

Aproveite o conteúdo!

1. Prontuário eletrônico

A maioria dos estudantes de medicina teve experiências com o prontuário tradicional, de papel, durante o curso. Muitos têm receios em relação ao prontuário eletrônico, por imaginarem que a tecnologia pode afastá-los dos pacientes.

Vamos analisar as vantagens e desvantagens de cada prontuário

O de papel é simples, fácil de ser utilizado, e muitos médicos já estão acostumados com seu uso. 

Ao mesmo tempo, ele pode ser facilmente acessado por qualquer pessoa, como uma recepcionista. Seus dados podem ser perdidos em um acidente, como derramamento de líquidos, ou furtos.

A verdade é que o prontuário de papel não garante nenhuma segurança jurídica para você, ou seus pacientes. Sem contar na quantidade de espaço gasta apenas para guardá-los.

O prontuário eletrônico exige um tempo de adaptação, além de investimento. Porém, suas vantagens são diversas:

  • Segurança dos dados médicos: com um armazenamento na nuvem e criptografia em nível bancário, um prontuário eletrônico garante proteção das informações seguindo as exigências do CFM e LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados);
  • Acessibilidade: os prontuários eletrônicos também podem ser acessados de qualquer lugar, em qualquer horário, um fator essencial em emergências ou solução de dúvidas de pacientes;
  • Histórico mais completo dos pacientes: diferente de um prontuário de papel, que não centraliza todas as informações em um único local, o prontuário eletrônico permite que seus atendimentos sejam mais ágeis e assertivos;
  • Espaços otimizados: o prontuário eletrônico não precisa ser guardado fisicamente em nenhum lugar, muito menos ocupar a memória do seu dispositivo. Assim, uma sala de armazenamento de documentos pode se transformar em outra sala de atendimento.

Esses são apenas alguns benefícios dessa tecnologia. Veja o depoimento da Dra. Fernanda, uma médica que conseguiu eliminar o papel do seu consultório com o software médico iClinic:

“Não gosto do prontuário de papel. É algo muito fácil de perder. Já trabalhei em vários lugares que o prontuário sumiu. Com um prontuário online eu posso acessar de qualquer lugar. E eu não posso deixar que nada aconteça com o prontuário do paciente, ou que alguém leia.”

Quer ter todas as vantagens de um prontuário eletrônico? Baixe nosso guia gratuito e faça a melhor escolha:

Conteúdo VIP: Guia DEFINITIVO para escolher um prontuário eletrônico

2. Teleconsulta

A Telemedicina é uma polêmica na área da saúde, porém, já é uma realidade no Brasil. Antes mesmo da pandemia da COVID-19 acontecer no mundo, o CFM já buscava regularizá-la no país.

Afinal, ela já acontecia por meio de diversos programas, como o Telessaúde Brasil Redes, que conseguiu reduzir custos e filas de espera no SUS.

Os pacientes sabem que não é preciso gastar horas de locomoção para ser atendido por um profissional de saúde, quando o exame físico não é necessário. 

Os médicos também sabem que, em consultas de retorno, ou atendimentos de validação de hipótese diagnóstica, o atendimento à distância funciona perfeitamente para a maioria das especialidades.

Pensando nisso, uma funcionalidade de Teleconsulta não pode faltar para nenhum médico do século XXI que deseja garantir mais praticidade para seus pacientes, e sua rotina.

Dê uma olhada em uma parte do depoimento da Dra. Carolina, dermatologista que inovou seu atendimento por meio da Teleconsulta iClinic:

Pretendo continuar, inclusive, a Teleconsulta me surpreendeu positivamente. Na Telemedicina, você está disponível exclusivamente para o paciente, que está na casa dele, em um ambiente seguro, então ele explora mais as queixas.”

3. Prescrição eletrônica

A prescrição eletrônica possui muitas vantagens similares ao prontuário eletrônico, mas possui suas próprias particularidades. 

Você provavelmente já precisou prescrever novamente para um paciente, seja porque ele perdeu o documento, ou a farmácia não aceitou devido alguma exigência que estava faltando.

Com uma prescrição eletrônica, todos esses problema são eliminados. Sua padronização garante que todas as informações necessárias sempre estejam presentes, como data e horário da emissão.

Ela também elimina confusões causadas por legibilidade da letra, e pode ser enviada por SMS e e-mail para seus pacientes, que nunca mais perderão a receita.

Além de garantir proteção jurídica para os médicos, ela também pode ser assinada digitalmente, o que aumenta ainda mais sua segurança, e valida receitas de medicamentos controlados.

Na era pós-digital, na qual todos possuem seus documentos de forma eletrônica, é imprescindível contar com uma prescrição eletrônica. 

A prescrição de medicamentos do iClinic, por exemplo, é integrada com a Memed, plataforma de prescrição mais atualizada do país, e conta com diferenciais como alerta de interação medicamentosa e preço dos medicamentos.

Para aprender mais sobre a prescrição eletrônica, assista o vídeo abaixo:

4. Relatórios e gráficos automáticos

Os médicos empreendedores que administram seus próprios consultórios sabem como é difícil conciliar as atividades da rotina médica, com as tarefas administrativas.

É impossível para qualquer profissional dedicar todo o seu tempo nos pacientes ou na gestão do consultório. Afinal, o cuidado pessoal e os momentos com as pessoas que amamos também devem ser prioridades.

Por isso, o médico do século XXI que também é um empreendedor, deve contar com ferramentas eficientes de gestão, que tornem processos automáticos, deixando o dia a dia mais produtivo.

Entre essas ferramentas, os relatórios e gráficos automáticos são essenciais para garantir essa produtividade. Veja alguns exemplos práticos:

  • Qual o perfil dos pacientes atendidos? Eles são recorrentes, novos, têm uma faixa etária ou gênero predominante?
  • Quais são os procedimentos mais realizados no consultório? São os mesmos que trazem mais receita?
  • Quantos pacientes foram agendados no mês? Quantos faltaram?
  • Qual é a duração média dos seus atendimentos? Quantos são realizados em um determinado período?
  • Qual convênio seus pacientes mais utilizam?

São informações simples que, ao serem coletadas de forma automática por um sistema, podem mostrar oportunidades e pontos de melhoria para seu negócio. 

Imagine que um relatório tenha mostrado que você não é filiado ao convênio mais utilizado pelos seus pacientes. Sem precisar fazer nenhum trabalho, você descobriu o convênio mais rentável

Uma agilidade indispensável para o médico do século XXI, não concorda?

5. Agendamento online

Talvez você já utiliza alguma agenda online, como a do seu smartphone, Google Calendar, até mesmo uma agenda médica. 

Mas, o que acha de disponibilizar uma agenda que funciona 24 horas, todos os dias da semana, para seus pacientes marcarem uma consulta sempre que desejarem?

Muitas vezes, os pacientes demoram horas, ou até mesmo dias, para conseguirem marcar um atendimento, seja por telefone ou mensagem.

O agendamento online assegura que a experiência de marcação de consultas seja o mais agradável possível para seus pacientes, que não precisarão entrar em contato direto com o consultório.

É importante lembrar que a jornada do paciente não começa apenas na consulta. Ao buscar por um profissional, seu paciente é um cliente, pois está buscando por um serviço médico.

Por isso, é essencial garantir uma ótima experiência em todos os momentos. Inclusive, no pós-consulta, e durante o agendamento.

Além de trazer mais retorno financeiro, você também fideliza pacientes com seu cuidado e modernização.

Para entender como o agendamento online funciona na prática, assista nosso vídeo:

6. E-mail marketing

Ao longo do conteúdo, enfatizamos a importância de disseminar conteúdos educacionais para seus pacientes, assim como o cuidado no pós-consulta.

Uma ótima forma de aplicar essas práticas, é por meio do e-mail marketing.

Uma boa parte dos profissionais pensa que ninguém acessa o e-mail, mas apenas o Gmail conta com 1,5 bilhões de usuários ativos por mês. E na área da saúde, ele é pouco utilizado para pacientes. 

Ou seja, é um espaço sem concorrência por atenção, e ao avisar que seus conteúdos serão enviados por lá, os pacientes sabem que receberão informações relevantes e úteis

Diferente de canais como WhatsApp, o e-mail garante que sua mensagem seja entregue, mesmo quando seu paciente não tem seu contato adicionado. 

Em uma lista de transmissão, apenas aqueles que têm seu contato salvo recebem a mensagem, e você nem fica sabendo quem não recebeu. 

Além disso, se algum paciente não quiser receber seus e-mails, basta cancelar a inscrição na sua newsletter (envio recorrente de mensagens de uma companhia ou profissional). 

É claro que, assim como outros processos, raramente você vai ter tempo para enviar mensagens para todos os pacientes de forma manual. 

É essencial contar com uma plataforma de e-mail marketing exclusiva para profissionais de saúde, que envia mensagens personalizadas de forma automática e contínua.

Para aprender mais sobre essa estratégia, baixe nosso eBook gratuito sobre e-mail marketing:

eBook gratuito: Emails Marketing na sua clínica: como elaborar a estratégia? Clique aqui e baixe agora!

7. Software médico

Todos os itens citados até aqui estão disponíveis nos softwares médicos de qualidade. 

Se você deseja alcançar todos os objetivos do médico do século XXI, ter um software que te ajude no seu dia a dia e atenda suas necessidades, é essencial.

Você até pode escolher ter todas essas ferramentas em diferentes plataformas, mas isso significa que não terá uma centralização de dados do seu consultório, e dos seus pacientes.

Um software médico proporciona históricos mais completos de seus pacientes, ao mesmo tempo que emite relatórios automáticos sobre gestão, tornando seu consultório mais inteligente

Além disso, ter todas as suas funcionalidades em um único lugar otimiza seu tempo, tornando sua rotina médica ainda mais produtiva

Sem contar que, diferente de plataformas genéricas, um software médico é desenvolvido exclusivamente para a área da saúde. 

Por isso, sua proteção de dados é excelente, além de permitir a personalização das funcionalidades, como o prontuário eletrônico. Assim, você pode montar seu prontuário da melhor forma para seu atendimento.

Ainda não sabe se realmente precisa de um software médico? Baixe gratuitamente nossa checklist e descubra agora mesmo:

Checklist Grátis: Descubra se seu consultório está precisando de um Sistema em Nuvem. Clique aqui e baixe nossa checklist!

Gostou do conteúdo? Deixe um comentário aqui embaixo, e não se esqueça de compartilhar com seus amigos.


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Letras na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.