Escolher melhor rede social para clinica

Como escolher a melhor rede social para divulgar minha clínica?

Yasmim Mayumi Marketing Médico Deixe um comentário

Leia em 7 min.

Última atualização em 02/09/2021 por Yasmim Mayumi

Escolher a rede social certa para a divulgação da sua clínica é uma decisão essencial para seu marketing médico que envolve planejamento, pesquisas, dados e boas práticas.

Está sem tempo para ler o conteúdo? Clique no player abaixo e escute nossa gravação:

Você quer atrair médicos para atenderem em sua clínica e, ao mesmo tempo, atrair pacientes que se tornarão promotores da sua marca?

Uma pesquisa da QuantiaMD citada no estudo do Journal of Health Informatics sobre o uso das redes sociais pelos médicos afirma que:

90% dos profissionais da área da saúde utilizam pelo menos um website do tipo rede social para uso pessoal, enquanto mais de 65% já contaram com pelo menos um site desse tipo para auxiliar suas atividades profissionais.”

Para alcançar o seu objetivo, contar com as mídias digitais é essencial. 

Afinal, para ter uma clínica moderna e atrativa para seus stakeholders, ou seja, os médicos e pacientes que fazem seu negócio funcionar, é preciso ter uma ótima presença online.

Neste artigo, vou explicar como identificar o canal ideal para a divulgação da sua empresa. Acompanhe!

Passo a passo para escolher a melhor rede social para divulgar sua clínica

Uma pesquisa da Oberlo aponta que as redes sociais têm 2 bilhões de usuários no mundo todo e 71% dos clientes que tiveram boas experiências na internet com uma marca a recomendam para amigos.

Além disso, 90,4% dos millennials, 77,5% da geração X e 48,2% dos baby boomers são ativos nas redes sociais mais usadas, o que mostra que cada geração se torna ainda mais ativa nas mídias digitais.

Se você está interessado no marketing médico, provavelmente já conhece sua importância e tem objetivos em mente. 

Para te auxiliar nessa jornada, separei 5 passos que você não pode deixar de lado.

1. Segmente as redes sociais de acordo com o público que deseja atingir

Como administrador de uma clínica, é provável que seu interesse com as redes sociais não seja apenas atrair pacientes, mas também atrair médicos que vão alugar salas e atender na clínica.

Isso significa que você precisa ter duas estratégias para cada público. Uma ótima dica para segmentar seu planejamento é criar buyer personas.

Vamos supor que você tem quatro salas vagas para serem alugadas, e os médicos que já atuam na empresa são ortopedistas e traumatologistas.

Seu objetivo é oferecer um atendimento integrado aos pacientes, que não precisam sair da clínica para buscar outros serviços, como fisioterapia, acupuntura e quiropraxia. 

Ao considerar todos esses aspectos, concluímos que as redes sociais devem ser utilizadas para atrair fisioterapeutas, acupunturistas e quiropraxistas, áreas que ainda não estão presentes na clínica.

Você pode criar três buyer personas, uma para cada tipo de profissional. Como as personas são perfis semi-fictícios que representam clientes ideais, é possível encontrar as melhores redes sociais para cada perfil.

Os quiropraxistas, por exemplo, podem estar mais presentes no TikTok, enquanto os fisioterapeutas, no Instagram. É essencial entender essas diferenças, porque cada plataforma vai atingir um público específico.

No próximo tópico vamos abordar mais profundamente como realizar pesquisas. 😉

O mesmo raciocínio vale para segmentar as redes sociais para seus pacientes.

Se você é um pediatra, seu público-alvo provavelmente são famílias com crianças pequenas, mulheres que estão grávidas, ou casais que desejam ter filhos.

Como deu para notar, um único público-alvo engloba pessoas com perfis diversos, como homens, mulheres, diferentes faixas etárias, renda econômica, hobbies, assim por diante.

Por isso, a melhor forma de criar um planejamento personalizado é criar as buyer personas que vão representar os perfis de pacientes que você deseja atrair com as redes sociais.

Continue a leitura e descubra como realizar as pesquisas que ajudarão no seu marketing médico!

2. Realize pesquisas para coletar dados

Suas decisões são baseadas em dados, ou apenas em suposições?

A melhor maneira de não cometer erros é tomar suas decisões com base em dados concretos, um processo alcançável por meio de pesquisas qualitativas e quantitativas.

Pesquisas qualitativas

Como o próprio nome diz, uma pesquisa qualitativa preza pela qualidade das respostas. Seu resultado não traz números expressivos, mas foca nas experiências dos participantes.

Para a definição de uma buyer persona, essa é a pesquisa mais indicada, pois vai trabalhar com narrativas, palavras e opiniões de uma pessoa.

Ela é a melhor metodologia para identificar comportamentos, preferências, hobbies, características, tudo que você precisa saber para construir uma persona.

Você consegue realizá-la ao marcar entrevistas com pacientes ou médicos. Selecione, por exemplo, 30 pacientes que já conhecem seu serviço, ou 30 pessoas que se encaixam como seu público-alvo.

Faça uma lista de perguntas com tudo que deseja saber como profissão, hobbies, redes sociais que mais usa, características sociodemográficas, rotina, objetivos para o futuro, desafios do presente, entre outros.

Assim, você consegue saber exatamente em quais redes sociais sua estratégia dará resultado, porque está perguntando para o seu público.

Pesquisas quantitativas

Uma pesquisa quantitativa preza pela quantidade de respondentes

Quando você quer uma resposta muito específica, como o número de pacientes que fariam um determinado procedimento na clínica, a pesquisa recomendada é a quantitativa.

Como ela consegue transformar os dados coletados em porcentagens, devido a alta quantidade de respondentes, você consegue ter um resultado próximo do real.

Ou seja, se os resultados mostram que 67,5% dos respondentes, baseados no seu público-alvo, realizariam o procedimento, é provável que essa porcentagem de seus pacientes também fariam.

Fazer uma pesquisa quantitativa sem ajuda de especialistas é um desafio devido a complexidade de encontrar a quantidade de pessoas necessárias, além do custo financeiro envolvido.

Por isso, muitos profissionais optam por contratar empresas especializadas em pesquisas quando sentem a necessidade de fazer um estudo desse porte.

Também é possível realizar pesquisas por meio de estudos, como artigos científicos, notícias de fontes confiáveis com as tendências de redes sociais e depoimentos de referências da área.

Um fato das tendências das mídias sociais é o aumento de usuários do Telegram, um aplicativo de mensagens gratuito, concorrente direto do WhatsApp.

Criar um canal no Telegram pode não trazer resultados expressivos em curto prazo, mas com o aumento de sua popularidade, você pode se tornar um pioneiro, a referência para pacientes que entram nesse canal.

Assista nosso vídeo para aprender mais sobre o Telegram:

3. Identifique os melhores canais de acordo com seu tempo

Após entender qual público deseja atingir e realizar suas pesquisas, você provavelmente já tem uma boa ideia de quais são as melhores redes sociais para divulgar sua clínica.

Entretanto, é fundamental lembrar de incluir quanto tempo você consegue investir na gestão das redes sociais, porque todas elas exigem consistência.

Imagine que você tenha escolhido estar presente em quatro plataformas: Instagram, LinkedIn, Facebook e Youtube. Porém, devido a falta de tempo, só consegue postar conteúdos duas vezes ao mês em cada canal.

Como você não tem publicações frequentes e tempo para analisar as métricas de cada site, é extremamente difícil conseguir atrair médicos e pacientes.

O ideal é analisar quanto tempo você consegue investir para seu marketing médico, e escolher apenas a quantidade de redes sociais que consegue estar presente.

Se você identificar que só é possível manter consistência em dois canais, e os melhores são Instagram e Facebook, não tem problema. É melhor fazer pouco, do que tentar fazer tudo e, no final, não entregar nada.

Outra ótima dica é contratar uma agência de marketing especializada na área da saúde. Assim, você investe em uma equipe de especialistas que estará totalmente focada nas suas redes sociais.

4. Acompanhe as tendências para resultados a longo prazo

Você quer apenas resultados rápidos, ou deseja se tornar uma referência no futuro?

Novas redes sociais surgem a todo momento. TikTok e Clubhouse são ótimos exemplos de canais novos que fizeram sucesso entre pessoas de diferentes idades.

Talvez o TikTok não seja a melhor rede social para divulgar sua clínica no momento, mas daqui alguns meses, ou um ano, ele pode ser uma rede social obrigatória para médicos que desejam se diferenciar.

Calma, isso não significa que você precisa estar presente em toda rede social nova que entrar. O ideal é estudar, entender se a nova plataforma é atraente para seu público, e se trará resultados a longo prazo.

O mais importante é não ter medo de errar

Investiu tempo e conteúdos em uma rede social, mas não deu certo? Não tem problema, aprenda com os erros e o sucesso com certeza chegará na próxima estratégia.

Quer conhecer uma tendência do marketing médico? Assista nossa websérie gratuita sobre como produzir vídeos para pacientes:

Wesérie: Como produzir vídeos para atrair pacientes para sua clínica? Assista tudo gratuitamente!

5. Invista em canais que vão além das redes sociais

As redes sociais são excelentes plataformas para aumentar sua presença online e fortalecer seu marketing médico, mas não são os únicos canais em que você deve estar presente.

O e-mail marketing, por exemplo, não é uma rede social mas é essencial em qualquer estratégia de marketing digital, pois permite que você envie conteúdos personalizados de forma automatizada.

Por meio do e-mail marketing, você consegue enviar mensagens automáticas de retorno para pacientes, lembrar orientações médicas, aumentar o número de procedimentos realizados na clínica, e muito mais.

O Google Meu Negócio também é outro recurso que sua clínica precisa utilizar. Além de ser gratuito, ao criar seu perfil, você aumenta as chances da sua empresa ser encontrada na internet.

Afinal, o Google vai priorizar empresas que têm um perfil criado no Google Meu Negócio, por ser um recurso da própria instituição.

Por fim, há os marketplaces para médicos que permitem o agendamento de consultas por parte dos pacientes de qualquer lugar, 24 horas por dia, todos os dias da semana.

O AgendarConsulta é um desses marketplaces, uma plataforma que conecta médicos e pacientes, permitindo que as pessoas encontrem os melhores especialistas de suas regiões e façam um agendamento online.

Para conhecer mais sobre o site, baixe gratuitamente nosso guia:

Guia gratuito do AgendarConsulta: aumente sua presença online e conecte-se com seus pacientes

Neste conteúdo você aprendeu que, para escolher a melhor rede social para sua clínica, é preciso segmentar seu público, realizar pesquisas, e criar um planejamento baseado no tempo que tem disponível.

Além disso, também não pode deixar de lado outros canais que não são redes sociais.

Espero que o artigo tenha sido útil! Inscreva-se na nossa newsletter para receber mais conteúdos, e caso tenha alguma dúvida, deixe aqui embaixo nos comentários. 😉


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e produtora de conteúdo na iClinic. Graduanda em Letras - Licenciatura em Inglês e Português na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.