Tecnologia e saúde: como se adaptar às demandas tecnológicas da sociedade?

Tecnologia na saúde: como usá-la ao seu favor?

Yasmim Mayumi Tecnologia na Saúde Leave a Comment

Leia em 6 min.

É impossível negar todas as contribuições da tecnologia na saúde ao longo dos anos. Os profissionais de saúde utilizam a tecnologia para cuidar de seus pacientes de forma assertiva, humanizando seu atendimento.

Um estudo divulgado na SciELO sobre tecnologia em saúde, aborda como as inovações tecnológicas aumentaram a qualidade dos serviços de saúde.

“Os serviços de saúde passaram a dispor de técnicas, instrumentos, métodos e matérias-primas diversos, o que implicou não só a reconfiguração de espaço físico e de atuação profissional, mas em novas modalidades de prevenção, diagnóstico e tratamento.”

É essencial lembrar que o impacto da tecnologia vai muito além do simples uso de um prontuário eletrônico, ou a realização de um raio-x. Ela impacta diretamente a vida dos pacientes, e dos profissionais de saúde.

Fique neste artigo e descubra como a tecnologia na saúde impacta o relacionamento médico-paciente.

O que é a tecnologia na saúde?

O significado de tecnologia varia de acordo com seu segmento. 

Para os cientistas da computação, por exemplo, tecnologia é o desenvolvimento de dispositivos eletrônicos que tornam o dia a dia mais produtivo

Os médicos podem definir a tecnologia como um conjunto de técnicas e processos que tornam o tratamento dos pacientes mais assertivos, e menos invasivos.

A etimologia da palavra vem do grego, téchne e logia, em português, o estudo da arte ou ofício.

Portanto, podemos concluir que a tecnologia tem como principal objetivo facilitar e otimizar a vida das pessoas, como acontece hoje na área da saúde.

Diferente do que muitos imaginam, a tecnologia não se refere apenas à equipamentos tecnológicos. Ela também é responsável por transformar a visão das pessoas sobre saúde.

Basta analisar a forte tendência da medicina de precisão que temos atualmente.

Os pacientes pós-digitais querem ter um atendimento personalizado baseado na sua genética, e não querem apenas tratar doenças, mas preveni-las.

Os profissionais de saúde sabem quantas doenças podem ser diagnosticadas com antecedência graças a tecnologia, como a diabetes, glaucoma, DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), e asma.

A Telemedicina permitiu que especialidades como a radiologia fossem efetivas à distância, e milhares de pacientes conseguiram acesso à saúde, mesmo em regiões remotas.

Os aplicativos médicos e os wearables coletam dados em tempo real, mostrando aos pacientes o estado atual de suas saúdes, fazendo até mesmo uma conexão com seus médicos. 

Quer conhecer outras inovações tecnológicas? Baixe nosso eBook gratuito:

eBook grátis: Implemente inovações tecnológicas agora mesmo

Sabendo de tudo isso, você provavelmente está se perguntando: como utilizar a tecnologia na saúde para alcançar seus objetivos, e ajudar ainda mais seus pacientes?

Por isso, continue a leitura!

Como usar a tecnologia na saúde?

Todo médico utiliza tecnologia na sua rotina, mas com a ajuda das ferramentas certas, você pode transformar várias atividades manuais, em automáticas. 

Um software médico é o melhor aliado para os médicos empreendedores que, além de cuidar dos pacientes, também administram um consultório.

Isso porque o software ajuda os profissionais na gestão financeira do consultório, e, dessa forma, é possível analisar o fluxo de caixa, reduzir gastos excessivos, e realizar os investimentos necessários.

Veja a seguir como um software ajuda a alcançar os principais objetivos de todo profissional de saúde (atrair, atender, fidelizar e rentabilizar, ou AAFR).

1. Atraia pacientes com a tecnologia

No início da carreira, a maioria dos profissionais decide se aliar a convênios médicos para atrair pacientes. Depois, as indicações se tornam a principal fonte de atração. 

Com a internet, os médicos conseguem alcançar seus pacientes de diversas formas, seja por meio de um site, e-mail marketing, ou redes sociais.

Você provavelmente conhece o fenômeno do Dr. Google, quando um paciente decide buscar orientações médicas na internet.

Imagine que ao pesquisar por “pontinhos vermelhos em bebês”, uma mãe esteja tentando descobrir o que poderia ter provocado uma alergia em seu filho. 

Vamos supor que você seja um pediatra, e para ajudar a solucionar essa questão, tenha elaborado um artigo explicando as principais causas de alergia infantil. 

Ao final do conteúdo, você enfatiza que é extremamente importante que o responsável procure por uma opinião médica, e caso o leitor precise de ajuda, ele pode agendar uma consulta em seu agendamento online. 

O agendamento online está disponível em seu site, e em poucos cliques, uma mãe preocupada consegue agendar um atendimento.

Depois da consulta, você percebe que ela tem interesse em receber mais conteúdos, e com o e-mail marketing, você consegue enviar mensagens personalizadas automáticas.

Um software médico consegue te fornecer funcionalidades como o agendamento online e o e-mail marketing. 

Assim, você consegue melhorar a experiência dos seus pacientes, e atraí-los com sua modernização, e atenção.

Assista o vídeo abaixo para entender como o agendamento online funciona na prática:

2. Atenda pacientes de forma personalizada

Como você registra as informações dos pacientes durante a consulta? Você acha que centraliza todos os dados do consultório com segurança?

Apesar do prontuário de papel ainda ser comum em clínicas e consultórios médicos, ele é um documento frágil que pode ser perdido em qualquer momento.

A segurança dos softwares instalados também deixa a desejar. Diferente de um software médico na nuvem, dados instalados são facilmente perdidos ou corrompidos. 

Veja o caso da Dra. Carolina:

“Para minha surpresa, naquele mesmo ano, os prontuários de uma das clínicas, que eram instalados no computador, foram hackeados. Todos os dados dos pacientes foram roubados, agradeço muito porque eu tinha o iClinic, se não teria perdido todas as informações.”

Graças a um bom software médico, ela conseguiu garantir a segurança dos dados dos seus pacientes.

O prontuário eletrônico não possui apenas a proteção de informações como vantagem. Ele também permite a personalização completa por parte do profissional.

Ou seja, você consegue montar um prontuário exatamente da forma que deseja, editando sua anamnese, adicionando novas seções, perguntas, e funcionalidades exclusivas para sua especialidade

No iClinic, por exemplo, além do prontuário, você também conta com ferramentas como a Teleconsulta, que possibilita o atendimento à distância, e a prescrição de medicamentos eletrônica. 

Assim, você pode atender seus pacientes de qualquer lugar, a qualquer hora, e enviar suas receitas por SMS ou e-mail. 

3. Fidelize pacientes com sua modernização

A parte mais importante da fidelização de pacientes com certeza é um atendimento humanizado, e de qualidade. 

Porém, será que não existem outras maneiras de fidelizá-los? 

Sim! Você provavelmente sabe que os pacientes pensam que o médico nunca possui tempo, e talvez nem se lembre de quem são. 

A falta de tempo pode até ser uma verdade, mas você pode mostrar que se preocupa com eles de forma constante, mesmo fora da consulta.

Como? Alguns softwares médicos possuem a funcionalidade de e-mail marketing, uma estratégia citada mais acima no conteúdo. 

O envio de mensagens personalizadas permite que você entre em contato com seus pacientes periodicamente, sem precisar tirar mais tempo do seu dia. 

Você pode ativar e-mails parabenizando os aniversariantes do dia, enviar e-mails com avisos sobre o consultório, lembrar seus pacientes dos retornos marcados, enfatizar orientações médicas, entre outros.

Baixe nosso eBook gratuito para aprofundar seu conhecimento em e-mail marketing:

eBook gratuito: iClinic Marketing: saiba como utilizar da melhor forma a plataforma de e-mail marketing da iClinic. Clique e baixe gratuitamente!

4. Rentabilize com a ajuda da tecnologia

Sua principal fonte de renda são as consultas, certo? Contar com um software que facilite o agendamento de pacientes já é uma ótima forma de rentabilizar. 

Porém, a gestão financeira não é apenas sobre ganhar dinheiro. É preciso administrar suas finanças, saber quais são suas receitas e despesas, e quanto, de fato, você está lucrando. 

Como esse conhecimento não costuma ser aprofundado na Medicina, muitos profissionais de saúde deixam as finanças de lado, um dos erros mais comuns de gestão

A boa notícia é que um software médico torna a maioria dos processos de gestão financeira automáticos.

Vamos utilizar o iClinic como exemplo, e mostrar quais tarefas administrativas são otimizadas:

  • Organização da agenda médica;
  • Fluxo de caixa;
  • Repasse médico automático;
  • Relatórios e gráficos sobre a gestão do consultório;
  • Registro completo dos pacientes;
  • Previsibilidade das suas receitas e despesas.

Para ter um bom controle financeiro, basta registrar todas as suas movimentações financeiras em um software, e ele faz o restante do trabalho pesado. 

Dessa forma, você pode ganhar tempo para analisar como estão as suas finanças, e encontrar novas oportunidades para seu consultório.

Quer aproveitar a tecnologia na saúde agora mesmo? Teste gratuitamente o iClinic:

Experimente gratuitamente: Comece agora a testar o iClinic. Clique aqui!

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe com seus amigos para mostrar todas as vantagens das inovações tecnológicas no meio médico!


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo, atua como produtora de conteúdo desde 2019 na iClinic, e é estudante de Letras - Licenciatura em Inglês e Português na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.