Sistema de pagamento online para médicos: como escolher o melhor?

Sistema de pagamento online para médicos: como escolher o melhor?

Yasmim Mayumi Ferramentas para Clínica

Leia em 6 min.

Última atualização em 28/06/2021 por Yasmim Mayumi

Um sistema de pagamento online para médicos permite que os pacientes paguem seus procedimentos e consultas de qualquer lugar por meio da internet, com total segurança.

Está sem tempo para ler o conteúdo? Clique no player para escutar nossa gravação:

Algum paciente já precisou ir até um banco apenas para sacar o dinheiro da consulta? 

Oferecer apenas um meio de pagamento, como dinheiro, é uma situação incômoda para os pacientes que preferem cada vez mais pagar por links de pagamento, cartão de crédito, PIX, entre outros.

Os profissionais que desejam ter mais controle sobre suas finanças e melhorar seu faturamento precisam fazer como o Maximiliano Gigena, que centralizou suas movimentações em um único sistema.

“Eu não sabia quanto eu tinha para receber, quais eram os custos da clínica, quanto gastava em funcionários, era desorganizado. Decidi deixar tudo centrado no iClinic, o que ajudou muito depois, porque hoje minhas secretárias têm mais controle, conseguimos diminuir o número de ferramentas utilizadas. A gestão da clínica melhorou, facilita muito.” 

Neste artigo você vai aprender os principais benefícios de um sistema de pagamento online para médicos, e como escolher aquele que atenda todas as suas necessidades. 

Acompanhe!

5 vantagens de diversificar os meios de pagamento para pacientes com o pagamento online

Os meios de pagamento representam as diversas opções pelas quais os pacientes podem pagar pelas suas consultas e procedimentos, como PIX (transferência instantânea), dinheiro, cartão e pagamento online.

O pagamento online é uma das tendências mais fortes na área da saúde, porque permite que o paciente efetue o pagamento fora da clínica, sem precisar entregar seu cartão para qualquer profissional.

Você provavelmente já notou que muitas pessoas preferem pagar suas contas pelo celular, ao invés de ir presencialmente ao banco, o que exige tempo e gastos com locomoção.

Segundo a pesquisa Febraban de Tecnologia Bancária de 2020, em 2019, 39,4 bilhões de transações em mobile banking (serviços bancários realizados por meio de celulares) foram feitas.

Ou seja, ao oferecer o pagamento online como opção de pagamento na sua clínica, você aumenta a satisfação do seu paciente, que vai ter mais comodidade e praticidade.

Confira outros benefícios ao diversificar suas opções de pagamento:

  1. Aumento do número de consultas marcadas, devido aos pacientes atraídos pela facilidade dos meios de pagamento oferecidos pela clínica;
  2. Melhora na experiência do paciente, que não precisa mais ir até um banco apenas para sacar dinheiro, e não precisa ser cobrado antes da consulta, porque pode pagar sem sair de sua própria casa;
  3. Diminuição da taxa de inadimplência, pois diferente de transferências, carnês ou cheques, você não precisa depender da confiança no paciente, que muitas vezes pode se esquecer de pagar, e os bancos asseguram que o pagamento será feito pelo cartão de crédito;
  4. Segurança financeira de excelência, tanto para o médico, quanto para o paciente, que não precisam se preocupar em andar com dinheiro ou ter dinheiro em caixa;
  5. Melhora nas finanças da clínica, quando o profissional de saúde conta com um sistema médico que centraliza todas as movimentações financeiras.

Ótimas vantagens, não concorda? 🙂

Para conquistar todas elas, é preciso escolher um sistema que atenda às suas demandas. Continue a leitura e veja 7 dicas que irão te guiar nessa importante decisão!

Você também pode baixar gratuitamente esta checklist para ajudar ainda mais na sua escolha:

Checklist grátis: escolha o sistema ideal para sua clínica médica

7 fatores para  considerar ao escolher um sistema de pagamento online para médicos

Seu controle financeiro é espalhado em diferentes planilhas do excel? Os profissionais da recepção precisam consultar os valores dos procedimentos em um papel cheio de anotações?

Para ter uma excelente gestão financeira, é preciso contar com uma ferramenta eficiente que registre suas receitas e despesas, ofereça um pagamento online e tenha um fluxo de caixa automático.

Além de estar atento a esses critérios, realize estes 7 questionamentos.

1. Quais bandeiras de cartão o sistema aceita?

Um sistema de pagamento online para médicos costuma funcionar da seguinte forma: um link de pagamento é gerado pelo próprio sistema, e basta copiar para enviá-lo ao paciente por qualquer canal, como SMS.

Como o pagamento é realizado pelo paciente com seu cartão de crédito, é necessário conferir quais bandeiras são aceitas. 

Dê uma olhada no vídeo abaixo para ver como esse processo funciona na prática:

As bandeiras são responsáveis por realizar a mediação dos pagamentos entre um estabelecimento, como uma clínica, e a operadora do cartão de crédito do cliente.

O ideal é que o sistema aceite estas bandeiras:

  • Mastercard
  • Visa
  • American Express
  • Hipercard
  • Elo

Assim, as principais bandeiras do mercado são aceitas, e você garante mais praticidade para seus pacientes.

2. O sistema tem a segurança necessária para a área da saúde?

A principal diferença de um sistema de pagamento online genérico, e um desenvolvido especialmente para médicos, é o fato de que todas as ferramentas são personalizadas para a área da saúde. 

Além de ter acesso a funcionalidades como repasse médico, relatórios e gráficos automáticos, prontuário eletrônico, agenda médica, Teleconsulta, entre outras, você também conta com o pagamento online.

O software médico iClinic, por exemplo, utiliza o AgendarConsulta, plataforma que conecta médicos e pacientes, para disponibilizar o link de pagamento para os pacientes.

Os dados do cartão não são salvos, o que impede fraude, clonagem, e uso mal-intencionados de terceiros. Tudo isso para garantir mais segurança durante o pagamento.

Baixe nosso conteúdo gratuito sobre a segurança de dados do iClinic para ver outras medidas de proteção do sistema:

Conteúdo VIP: Segurança de dados no iClinic

3. Há a possibilidade de parcelar os pagamentos?

Você permitirá que os pacientes parcelem seus pagamentos quando os valores dos procedimentos forem altos?

Muitas pessoas utilizam o cartão de crédito justamente porque podem parcelar os pagamentos. Por isso, é importante verificar se o sistema tem esse diferencial, e em quantas vezes é possível parcelar.

O ideal é que a plataforma também mostre na área de finanças quais são suas receitas pendentes. Assim, você consegue ver todos os parcelamentos que ainda vão cair na sua conta.

Uma excelente maneira de ter previsibilidade das suas finanças e mais organização, não acha?

4. Como o dinheiro é sacado?

Você vai precisar transferir o dinheiro ou os pagamentos serão realizados diretamente para sua conta bancária?

A maior parte dos sistemas de pagamento online para médicos exige que uma transferência seja feita para que você possa ter acesso ao dinheiro dos pagamentos.

Outros fazem esse processo automaticamente, tudo que você precisa fazer é cadastrar sua conta bancária no software. 😉

Verifique com os vendedores como esse processo funciona, e reflita se ele é prático para sua rotina. Uma boa dica é conferir se o sistema registra o saldo da sua conta bancária

Assim, ao cadastrar o saldo atual da sua conta e registrar suas entradas e saídas de dinheiro, você consegue ver no próprio sistema todas as suas movimentações. 

Assista ao vídeo abaixo para ver como a área de finanças de um sistema funciona no dia a dia:

5. Qual é a taxa cobrada pelo sistema de pagamento online?

Todo sistema cobra uma taxa para cada pagamento realizado. Esse é um padrão não apenas dos sistemas médicos, mas de qualquer máquina de cartão ou banco.

Fique atento ao valor dessa taxa, porque você receberá um pouco menos do que o valor integral do procedimento. Ela não costuma ser alta, então não precisa se preocupar!

Mesmo com essa pequena diferença, ainda sim é muito benéfico utilizar o pagamento online, porque você receberá mais pagamentos do que em relação a um médico que aceita apenas dinheiro.

No final, seus lucros serão bem maiores do que o valor da taxa. 😉

6. Você tem relatórios sobre os pagamentos? Suas finanças ficam centralizadas?

Ao longo do conteúdo você viu que um sistema focado na área da saúde oferece outras funcionalidades além do pagamento online, como relatórios automáticos sobre suas finanças.

Com eles, ao invés de perder tempo em pilhas de papéis e planilhas do excel, em poucos cliques você consegue saber quais foram todas as receitas e despesas do mês.

Dê uma olhada nos principais tipos de relatórios financeiros que os sistemas médicos podem oferecer:

  • Relação entre receitas e convênio, receitas e procedimento;
  • Balanço financeiro da clínica;
  • Receitas e despesas pendentes;
  • Fluxo de caixa;
  • Análise de receitas e despesas;
  • Repasse por profissionais.

Tudo que você precisa fazer é lembrar de registrar todas as suas movimentações financeiras. Com a centralização em um único sistema, seus relatórios ficam cada vez mais completos.

Com a automação de processos manuais, você foca seu tempo em atividades verdadeiramente produtivas, como a análise de finanças

7. É possível alterar o valor da cobrança e estornar o pagamento para o paciente?

Ao gerar o link de pagamento, é preciso registrar o valor total da cobrança. 

Sistemas como o iClinic permitem que você altere o valor antes do pagamento ser realizado pelo paciente e também faça um estorno, caso o paciente tenha pagado um valor errado.

Dessa maneira, mesmo que um engano seja cometido, é possível consertá-lo em segundos.

Disponibilizar mais um meio de pagamento na sua clínica é um investimento que com certeza trará um alto retorno, não apenas financeiro, mas também na satisfação dos pacientes.

Ainda está em dúvida se realmente precisa de um sistema de pagamento online para médicos? Baixe nossa checklist gratuita para descobrir agora mesmo:

Checklist Grátis: Descubra se seu consultório está precisando de um Sistema em Nuvem. Clique aqui e baixe nossa checklist!

Antes de ir, não se esqueça de compartilhar nos comentários quais meios de pagamento você aceita na sua clínica, e se pretende diversificar ainda mais após ler este artigo!


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e produtora de conteúdo na iClinic. Graduanda em Letras - Licenciatura em Inglês e Português na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.