Utilize antigas e novas técnicas de marketing para atrair pacientes

Utilize antigas e novas técnicas de marketing para atrair pacientes

Leia em 8 min.

O marketing é uma estratégia fundamental para manter seu consultório financeiramente saudável. Boas técnicas de marketing para atrair pacientes podem, inclusive, engajá-los ainda mais em seus tratamentos.

Muitos profissionais de saúde imaginam o marketing como algo puramente comercial. A verdade é que uma boa estratégia de marketing médico pode aumentar sua autoridade no mercado, além de ajudar a solucionar dúvidas, mitos dos seus pacientes quanto a sua área de atuação. 

Claro, uma das principais vantagens é a atração de pacientes, mas existem diversos outros benefícios como fidelização, aumento do número de retornos, relacionamento mais próximo com os pacientes, entre outros.

A Revista de Administração Pública afirma que o marketing médico é reconhecido como uma função necessária em qualquer empresa da área da saúde que queira se destacar no mercado.

” O marketing na área de saúde deve utilizar suas técnicas para prestar um melhor serviço e desenvolver um relacionamento com seu cliente (paciente), podendo, assim, melhorar seus resultados financeiros.”

O marketing se inova a cada dia, porém, muitas técnicas antigas ainda funcionam bem. Para te ajudar nessa jornada, vamos trazer as principais técnicas de marketing que você deveria estar utilizando, se ainda não está, para atrair pacientes ao seu consultório. 

Continue a leitura e descubra quais são elas! 

Antigas técnicas de marketing para atrair pacientes 

Algumas técnicas antigas de marketing se tornaram quase obsoletas hoje em dia. Porém, muitas ainda trazem ótimos resultados, da mesma forma que o atendimento humanizado continuará fazendo sucesso mesmo daqui vários anos. 

Vamos conferir quais são elas?

1. Divulgação boca a boca

Todos nós temos uma tendência maior a utilizar um serviço ou comprar um produto se ele for indicado por alguém de confiança, e isso não é diferente com seus pacientes. 

A divulgação boca a boca é uma das estratégias mais antigas de marketing, e ainda é uma das mais eficientes. Normalmente, as indicações são feitas de forma natural, principalmente, quando além de oferecer um ótimo atendimento, você também possui outros diferenciais. 

Os consultórios médicos costumam carregar o estereótipo de serem locais em que as pessoas precisam esperar muito tempo na recepção. Quando um médico é pontual nas consultas, os pacientes notam e recomendam o profissional para outros amigos, que também não querem perder tempo esperando.

Esse é um exemplo simples de como você pode surpreender seus pacientes e conseguir indicações. Baixe gratuitamente nosso eBook sobre fidelização de pacientes para ver outras dicas como essa:

Guia completo sobre fidelização de pacientes. Clique aqui e baixe agora!

2. Ligação para pacientes

É fato que os profissionais de saúde são muito ocupados, mas a verdade é que os pacientes também são. 

A maioria das pessoas possui a sensação de que a rotina é muito agitada e por isso, muitas vezes acaba se esquecendo de alguns detalhes, como horários de consultas e qual foi o médico que as atendeu da última vez. 

Não é à toa que muitos médicos estão investindo em funcionalidades de confirmações de consultas automáticas, que conseguem reduzir em até 30% as faltas dos pacientes

Ferramentas que otimizam processos como confirmações de consultas são essenciais para consultórios médicos, porém, o método de ligação para pacientes também pode funcionar. 

Alguns profissionais de saúde também costumam ligar para os pacientes para avaliar o andamento do tratamento, e se eles possuem alguma dúvida. 

A principal desvantagem dessa forma de contato é que em muitos casos os pacientes podem não atender, e um tempo considerável é investido nessa ação, além dos custos de telefonia. 

Por isso, muitos médicos investem em uma comunicação mais automatizada, para otimizar esse processo e atrair pacientes de forma mais efetiva. 

3. E-mail marketing

Segundo um estudo de 2016 da Campaign Monitor, um e-mail é 40 vezes mais eficiente em atrair novos clientes do que as redes sociais como Facebook e Twitter.  

Apenas o Gmail tem mais de 1 bilhão de usuários ativos em todo mundo, sendo que esse número só cresce a cada ano. 

O e-mail marketing é uma técnica fundamental para atrair pacientes e manter contato com aqueles que já conhecem seu atendimento. Com ele, você pode enviar e-mails personalizados automaticamente, ao utilizar plataformas de automação, como o iClinic Marketing e MailChimp

Veja algumas das vantagens que essa prática pode proporcionar para o seu consultório:

  • Aumento do número de retornos
  • Educação dos pacientes em relação aos cuidados médicos 
  • Envio de informações corretas e validadas por um especialista
  • Construção de uma relação mais duradoura com seus pacientes

Quer saber mais sobre essa técnica? Baixe gratuitamente nosso eBook  sobre o e-mail marketing e veja como ele funciona na prática.

eBook gratuito: Emails Marketing na sua clínica: como elaborar a estratégia? Clique aqui e baixe agora!

4.  Divulgação em mídias locais

As mídias locais como jornais, programas de televisão da sua cidade e região, notícias de eventos, todas essas divulgações podem trazer um bom resultado, principalmente, em cidades pequenas. 

Ao utilizar esses canais, você pode divulgar seu serviço médico sem necessariamente falar sobre seu consultório

Apenas o fato de você comparecer em um programa de TV para esclarecer principais dúvidas sobre algum tema específico para pacientes, pode te transformar em uma referência e autoridade no assunto de sua cidade.

Para realizar essa divulgação de uma forma adequada segundo os limites do marketing médico imposto pelo CFM, é preciso estar atento para não receber lucros pelas entrevistas, não realizar anúncios ou propagandas, e nunca falar de resultados resolutivos ou promessas. 

Assim, você consegue praticar marketing de uma forma educativa para seus pacientes, respeitando as regras do seu Conselho. 

5. Atração de pacientes de empresas

Empresas com um grande número de funcionários em localidades próximas ao seu consultório podem ser uma excelente fonte de novos pacientes, principalmente se essas empresas oferecerem benefícios, como planos de saúde, e você atendê-los. 

Você pode realizar uma parceria com algumas empresas e oferecer uma apresentação ou workshop sobre um tema da área da saúde, e assim os colaboradores conseguem conhecer seu atendimento fora do consultório.

É claro, sempre é importante lembrar das regras do CFM em relação ao marketing médico. Você pode estudar mais sobre essas normas na resolução n° 1.974/2011.

Agora que você conhece as principais técnicas antigas de marketing para atrair pacientes, é hora de conhecer novas práticas. 😉 

Novas técnicas de marketing para atrair pacientes

Um estudo sobre marketing na área da saúde, divulgado pela Revista Tecnológica, aponta que o marketing é um processo importante para o desenvolvimento de organizações médicas, principalmente em aspectos como satisfação dos pacientes e aumento da qualidade dos serviços. 

“A utilização de ferramentas de marketing pode melhorar o desempenho das empresas de saúde, possibilitando aumento da atração, preferência, confiança e fidelidade de clientes. Assim, a empresa torna-se cada vez mais competitiva e atraente, especialmente em contextos de elevada concorrência.”

Confira a seguir algumas estratégias do marketing digital que podem alavancar ainda mais os resultados do seu consultório. Boa leitura!

1. Redes Sociais

Com o uso correto das redes sociais, você pode atrair uma ótima quantidade de pacientes, criando uma conexão com aqueles que você já atende, e tudo isso respeitando todas as regulamentações do CFM

Você já parou para pensar na quantidade de pacientes que estão nas mídias sociais, como Facebook e Instagram? Melhor: faça uma pesquisa com seus pacientes e descubra quais são os canais que eles mais acessam.

O fato é que provavelmente a maioria ou todos estarão presentes nesses meios de comunicação. Uma das dicas mais enfatizadas no marketing é: esteja nos canais em que seu público está

Com as redes sociais, você pode publicar conteúdo original e relevante para seus pacientes, estender seu atendimento para a pós-consulta, divulgar seu conhecimento e atrair pacientes de forma natural. 

Para saber como começar nas redes sociais, assista nosso vídeo: 

2. Site próprio 

Uma pesquisa da Pew Research Center aponta que 72% dos cidadãos adultos americanos procuram por informações online sobre a área da saúde. 

A globalização das informações transformou totalmente a forma como as  pessoas pesquisam informações. Agora, seus pacientes podem descobrir seu currículo com apenas alguns cliques no Google, e até mesmo já irem para a consulta com suposições a respeito dos seus diagnósticos. 

Mas como os profissionais de saúde já sabem, nem todas as informações da internet são verdadeiras. 

Por isso, além do site ser uma ótima ferramenta de divulgação, também é uma excelente maneira de assegurar que seus pacientes terão acesso a dados coerentes. 

Para ter seu próprio site, é importante considerar algumas questões:

  • SEO: conhecido como Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de busca, o SEO pode ser definido como o conjunto de boas práticas que melhoram seu ranqueamento no Google. Basicamente, com um bom SEO, seu site e artigos no blog podem ser os primeiros resultados de uma pesquisa. Você pode conhecer mais sobre SEO neste artigo
  • Conteúdo original: até mesmo antes de pensar em aspectos como SEO, é importante certificar que o seu site disponibiliza conteúdos originais e interessantes para seus pacientes. Se as informações não forem relevantes, provavelmente eles não perderão nem 10 segundos na sua página; 
  • Design responsivo: o design, diferente do que muitos pensam, não é apenas o aspecto visual de algum produto ou solução, é todo o processo envolvido para solucionar um problema ou melhorar a experiência do usuário. Quando falamos de design responsivo, estamos dizendo que seu site precisa garantir uma boa experiência em qualquer dispositivo, seja ele computador, tablet ou celular. Confira a importância de ter um site responsivo neste artigo

3. Canal no Youtube 

O Youtube possui mais de 2 bilhões de usuários únicos por mês, além de ser a segunda plataforma de pesquisa mais utilizada no mundo, perdendo apenas para o Google. 

O consumo em vídeo aumenta cada vez mais, e assim como as pesquisas na internet, conquistar presença nesse mercado é uma ótima vantagem competitiva para os médicos que desejam se destacar.

Ter um canal no Youtube pode parecer algo muito complexo, mas com certeza vale a pena, principalmente porque muitos profissionais de saúde ainda não adotaram essa prática.

Para te ajudar, nossos especialistas em conteúdo em vídeo criaram uma websérie completa sobre como produzir vídeos para pacientes. Nela, você irá aprender todas as etapas desde a gravação e edição de vídeos, até a postagem na plataforma. 

Wesérie: Como produzir vídeos para atrair pacientes para sua clínica? Assista tudo gratuitamente!

4. Google Ads 

No artigo já abordamos o Google e como ele pode ajudar na divulgação da sua imagem profissional. Os Google Ads, ou anúncio dos Google, é um ótima opção para os médicos que desejam investir em anúncios pagos.

Esses anúncios funcionam por meio de palavras-chaves e buscas. Ficou confuso? Vou dar um exemplo prático: imagine que você tenha escolhido a palavra-chave “cirurgião plástico centro belo horizonte”. 

Você pode investir uma determinada quantidade de dinheiro para que as pesquisas com essas palavras mostrem um anúncio do seu site ou blog

Definitivamente o Google Ads é uma ferramenta poderosa de divulgação. Outra boa prática é criar um Google Meu Negócio, que é totalmente gratuito e também torna seu consultório ainda mais fácil de ser encontrado.

5. Podcasts para pacientes

Se você ainda não sabe o que é podcast, está perdendo uma ótima forma de consumir conteúdo. 

Em 2019, o consumo de podcasts aumentou 67% apenas no Brasil, segundo a Deezer.

Assim como os vídeos, os podcasts estão ganhando popularidade de forma exponencial a cada ano, e os seus pacientes provavelmente consomem algum tipo de podcast. 

Os áudios são tão populares por conta de algumas características, como: 

  • Conteúdo gratuito sem interrupção de anúncios, como acontece em vídeos no Youtube;
  • É possível realizar outras atividades enquanto consome o conteúdo.

Podcasts para pacientes estão em falta, e eles não são difíceis de serem criados. Quer saber como? Confira esse artigo e em apenas 8 passos práticos você cria o seu podcast para seus pacientes

Seu objetivo é conhecer mais sobre marketing médico e aumentar os resultados do seu consultório? Faça nosso Curso Gratuito de Marketing Médico e ainda ganhe um certificado exclusivo:

Curso Básico de Marketing Médico

Viu como as técnicas de marketing para atrair pacientes podem te ajudar? Conte pra gente aqui embaixo nos comentários quais delas você pretende utilizar, e inscreva-se na nossa newsletter para receber mais conteúdos.


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Letras na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.