Como escolher o sistema médico para dermatologistas ideal?

Como escolher o sistema médico para dermatologistas ideal?

Yasmim Mayumi Ferramentas para Clínica Leave a Comment

Leia em 7 min.

Um sistema médico para dermatologistas de qualidade atende todas as suas necessidades, tem uma ótima segurança de dados, é personalizável e está em constante evolução.

A dermatologia é uma área diversa que atua em várias frentes, como diagnóstico clínico, exames, biópsia, tratamento clínico ou cirúrgico. Os especialistas conseguem oferecer um tratamento completo aos pacientes.

Para se especializar, é necessário no mínimo 9 anos de estudo. São 9 mil horas de estudo apenas na residência médica.

Como os dermatologistas precisam atuar no diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças, é fundamental que esses profissionais contem com um bom software médico.

Continue a leitura e descubra como escolher o seu sistema médico para dermatologistas!

7 dicas para escolher o sistema médico para dermatologistas ideal

São mais de 3 mil doenças dermatológicas que afetam pessoas de todas as idades. Para garantir um atendimento de excelência, dermatologistas como o Dr. Pedro Diniz contam com a ajuda de um software médico.

“Na dermatologia nós trabalhamos muito com imagens de lesões, assim a possibilidade de anexar fotos e exames em cada prontuário, ajuda muito no acompanhamento. Também utilizamos muitos documentos feitos por advogados, com termos que precisam ser assinados pelos pacientes. É preciso ter fácil acesso a esses documentos.”

Veja a seguir 7 passos para escolher um bom sistema médico que atenderá suas necessidades. Acompanhe!

1. Confira se o sistema tem um prontuário eletrônico personalizável

Quantos dados de pacientes você acha que já foram pedidos porque estavam guardados em prontuários de papel?

Apesar de estarmos em uma era pós-digital, muitas faculdades de Medicina e clínicas ainda usam prontuários de papel como a principal forma de armazenar dados sigilosos.

Além de ser um meio de armazenamento ultrapassado, que passa a imagem de uma instituição que parou no tempo, eles não garantem a segurança necessária para a dermatologia.

Um prontuário eletrônico assegura que apenas profissionais de saúde autorizados tenham acesso aos dados dos pacientes, e contam com diferenciais importantes como a comparação de imagens.

Veja como a dermatologista Fernanda Fulanetti usa esse diferencial:

“Uso muito a parte de fotos, vocês até atualizaram recentemente para fazer a comparação de imagens. Eu acabo fotografando muito os pacientes e isso é muito bom porque tenho arquivos, há um acompanhamento do tratamento.” 

O sistema também permite que você salve os modelos de documentos que mais utiliza, como solicitações de exames, prescrições e atestados. 

Assim, você não precisa escrever várias vezes o mesmo documento, e ganha agilidade para ter mais tempo para conversar com o paciente.

Assista nosso vídeo para conhecer as funcionalidades favoritas dos dermatologistas em um software médico:

Uma das maiores vantagens de um prontuário eletrônico é quando ele permite uma personalização completa por parte do médico, que pode editá-lo de acordo com seu tipo de atendimento.

A Dra. Paula Yume Sato, por exemplo, personalizou seu prontuário para a dermatologia.

“Escolhi o iClinic porque meus colegas que utilizam comentaram que era fácil de usar, personalizável, e notei que poderia editar o prontuário da melhor forma para minha consulta dermatológica, que não segue o padrão comum de prontuários.”

Antes de escolher seu sistema médico para dermatologistas, é essencial garantir que ele é personalizável e possui funcionalidades exclusivas para a dermatologia.

O ideal é que a empresa ofereça um teste gratuito por alguns dias, mas caso essa opção não seja viável, pergunte aos vendedores do produto.

2. Verifique se o software médico pode ser acessado de qualquer lugar

Quantas vezes um paciente já entrou em contato quando você estava fora do consultório?

Com a evolução da tecnologia, hoje é fácil ter acesso às informações de qualquer lugar, por meio de um celular conectado à internet.

A área da saúde não pode ser diferente. Um bom sistema médico possui armazenamento na nuvem, o que garante acesso aos dados a qualquer momento, de qualquer local do mundo.

A nuvem funciona como um servidor seguro da internet, que ao invés de salvar informações no seu dispositivo eletrônico, guarda em um servidor como os da AWS, usado pela NASA e Casa Branca.

Dessa forma, mesmo se você perder seu celular ou se os computadores do consultório forem hackeados, nada acontecerá com os dados dos pacientes.

Além dessa segurança de excelência, você também consegue tirar dúvidas mesmo quando está fora do consultório, principalmente se contar com um aplicativo do sistema.

Conheça mais sobre a segurança de um sistema no vídeo abaixo:

3. Teste a prescrição de medicamentos

Na maioria das consultas dermatológicas, é necessário prescrever medicamentos, ou produtos que irão ajudar no controle de doenças, como a acne.

Por isso, é fundamental ter uma prescrição de medicamentos atualizada, com diferenciais como envio por SMS e e-mail para o paciente, alerta de interação medicamentosa e faixa de preço de farmácias próximas.

Dê uma olhada na diferença que essa funcionalidade faz na rotina da Dra. Letícia Fogagnolo:

“Outra funcionalidade que acho super legal no programa do iClinic é o receituário da Memed. Para a dermatologia isso é super interessante porque existem muitos dermocosméticos, o mercado de filtros solares é extenso, os nomes mudam frequentemente, e pelo próprio receituário podemos verificar as atualizações. Fica muito prático, o receituário sai perfeito.”

4. Pergunte se a agenda médica ajuda a reduzir faltas dos pacientes

Os dermatologistas sabem que, em uma única consulta, é comum realizar diversos procedimentos como acompanhamento de nevos (pintas), dermatoscopia, biópsia, cauterização química, entre outros.

Uma boa agenda médica é aquela que permite o agendamento de multiprocedimentos em uma única consulta, além de ter personalização de cores por procedimento.

Assim, ao bater o olho na agenda, você sabe quais procedimentos realizará, quais são os horários vagos da semana e como organizar seu dia.

O sistema de agendamento também pode contar com outras vantagens:

  • Lembretes de consulta que avisam aos pacientes do compromisso no dia anterior à consulta marcada, e confirmam as consultas automaticamente por SMS, e-mail ou WhatsApp;
  • Agendamento online, uma agenda disponível no AgendarConsulta ou no seu site médico, para os pacientes marcarem consultas pela internet, sem precisar entrar em contato com a recepcionista;
  • Lista de espera com todos os pacientes que estão aguardando por um espaço disponível na sua agenda;
  • Lista de pacientes do dia com todas as pessoas que estão agendadas, assim como os status de agendamentos atualizados;
  • Bloqueio de horários para garantir que o profissional da recepção não marcará atendimentos em horários nos quais você não consegue atender;
  • Agendamento recorrente para pacientes que precisam de um retorno constante.

A funcionalidade dos lembretes de consulta pode reduzir 30% das faltas dos pacientes. Um ótimo benefício para seu consultório, não concorda?

Veja como o dermatologista Roberto Bueno usa a agenda de seu software médico:

“Antes, era uma dificuldade. A secretária tinha que dar um print na tela, mandar no e-mail. O fato de poder ver a agenda no celular, de entrar em qualquer computador e olhar ajuda demais. No começo eu diria que 10% (dos pacientes) respondia, agora com os lembretes de consulta automáticos, acho que em torno de 50%, até 60% responde.”

5. Reflita se garantir um contato pós-consulta é importante para você

No final do dia, quanto tempo sobra para entrar em contato com os pacientes que não têm retorno marcado?

É comum na Medicina, independentemente da especialidade, os pacientes marcarem uma consulta e nunca mais voltarem para um retorno.

Esse fenômeno pode acontecer por diversos motivos, desde uma experiência desagradável no consultório até o simples esquecimento.

Mesmo quando um médico oferece um atendimento completo e humanizado, o paciente pode ter uma experiência ruim na recepção ao aguardar horas para ser atendido, ou se esquecer de quem o atendeu.

Para contornar essa situação, o ideal é construir um marketing de relacionamento forte, que vai garantir uma relação duradoura com seus pacientes.

Se fidelizar pacientes é um dos seus objetivos e você não quer ser esquecido por nenhum paciente, considere escolher um sistema com e-mail marketing.

Como o e-mail marketing, é possível enviar mensagens personalizadas e automáticas para os pacientes. Assim, você consegue mandar conteúdos educativos, orientações médicas e lembrá-los dos retornos.

Um e-mail de aniversariantes, por exemplo, envia uma mensagem de feliz aniversário para todos os pacientes de forma automática. Dessa forma, você mostra que se importa mesmo com pequenos detalhes.

Baixe nosso eBook gratuito para conhecer mais sobre essa inovação:

eBook gratuito: iClinic Marketing: saiba como utilizar da melhor forma a plataforma de e-mail marketing da iClinic. Clique e baixe gratuitamente!

6. Priorize sistemas médicos para dermatologistas que cuidam da gestão do consultório

Além de cuidar de pacientes, você também tem seu próprio consultório ou deseja ter um no futuro?

Segundo a Demografia Médica de 2020 do CFM:

“O principal local de trabalho privado referido pelos médicos é o consultório particular, com 47,6% de frequência. Ou seja, quase metade dos médicos no Brasil mantém consultório individual ou divide o espaço com colegas.”

Essa preferência por atuar em uma empresa própria e particular vem do desejo dos especialistas de oferecerem um atendimento completo aos pacientes, sem ficarem presos a um limite de tempo ou burocracias.

Para garantir que seu negócio não fechará as portas por falta de gestão financeira, ou apresente ausência de padronização de atendimento, o ideal é contar com um software de gestão para clínicas e consultórios.

A dermatologista Paula Yume Sato também concorda com esse ponto de vista:

“A iClinic está em um nicho importante para a área médica, é importante ter um sistema que entenda que nós também temos uma empresa, e precisamos de ferramentas administrativas, que vão além do atendimento médico.”

Por isso, verifique se o sistema médico para dermatologistas tem uma área de finanças, relatórios e gráficos automáticos, controle de estoque, cadastro de pacientes, entre outros.

7. Escolha o software médico que está sempre evoluindo

A pandemia de COVID-19, que começou em 2020, nos mostrou a importância de acompanharmos a evolução da tecnologia em todos os segmentos do mercado.

Se em 2020 nós já tivéssemos uma Telemedicina regularizada pelo CFM, você acha que a crise na saúde teria sido diferente? Será que os médicos e pacientes teriam tanta dificuldade no atendimento a distância?

Para garantir que você sempre vai estar acompanhando as inovações do mercado e necessidades dos pacientes, é necessário contar com um sistema que nunca para o desenvolvimento de suas funcionalidades.

Procure saber se, em 2020, os desenvolvedores do software lançaram ferramentas como Teleconsulta e assinatura digital. Se a resposta for negativa, é preciso ter cuidado para não escolher uma empresa atrasada.

Leia o depoimento da Dra. Carolina Melo em relação a Telemedicina:

Acredito que a Telemedicina seja válida, mesmo para a dermatologia. Nela, você está disponível exclusivamente para o paciente, que está na casa dele, em um ambiente seguro, então ele explora mais as queixas, fala mais conscientemente dos seus problemas.”

Espero que as dicas deste conteúdo te ajudem a escolher um sistema que atenderá todas as suas necessidades e acompanhará a evolução do seu consultório.

Baixe gratuitamente nossa planilha de comparação de softwares médicos para ter mais apoio na sua escolha:

Planilha de Comparação de Softwares Médicos

Como você imagina que é o seu sistema médico para dermatologistas ideal? Compartilhe com a gente aqui embaixo nos comentários!


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo, atua como produtora de conteúdo desde 2019 na iClinic, e é estudante de Letras - Licenciatura em Inglês e Português na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.