atender pacientes por whatsapp

Devo usar o WhatsApp para atender pacientes?

Com a popularização dos smartphones e a facilidade em acessar a internet, muitas pessoas passaram a se comunicar pelas redes sociais, e demandam a comunicação com seus médicos por essas mesmas ferramentas.

Entretanto, muitos profissionais da saúde se perguntam: Devo usar o WhatsApp para atender pacientes?

Afinal, muitas vezes as pessoas podem confundir intimidade e relações pessoais com comunicação profissional.

Além disso, a facilidade em conversar com os profissionais faz com que os pacientes também exijam que eles estejam online – e à disposição – 24 horas por dia, sete dias por semana.

cfm

Qual a determinação do CFM?

O CFM não deixa explícita a proibição de médicos utilizarem redes sociais para se comunicarem com seus pacientes.

Todavia, existe uma série de regulamentações para evitar que médicos usem as redes sociais para fazer atendimentos ou consultas online.

Portanto, o mais indicado pelo Conselho é utilizar essa rede para enviar materiais educativos, manter um relacionamento com os pacientes e, no máximo, tirar algumas dúvidas que possam vir a aparecer ao longo do tratamento.

O Parecer sobre Consulta Nº 12/2015 – CRM/PA do Conselho do Pará deixa claro que o uso é de responsabilidade e opção do médico quanto ao envio de exames, mas que jamais estes contatos serão considerados como “ato médico completo”.

No documento, o Conselho conclui que:

  1. Consulta por mídias sociais (WhatsApp, e-mails, etc…) não se constitui ato médico completo;

  2. Se realizada a anamnese e o exame físico, a critério do médico e em acordo prévio com o paciente/responsável, este poderá enviar resultados de exames ou novas informações por meio eletrônico;

  3. Como não se trata de ato médico completo, o profissional não poderá receber remuneração por suas orientações/prescrições, se o fizer.

medico<em>no</em>whatsapp

Como limitar o uso?

O bom senso deve ser considerado quando se trata de comunicação entre médico e paciente.

Quando o paciente deseja entrar em contato com o médico, seja para agendar uma consulta ou tirar uma pequena dúvida sobre como tomar um remédio, ele pode telefonar, enviar um e-mail ou uma mensagem pelo WhatsApp.

Antes de mais nada, o profissional precisa deixar claro para seus pacientes se utiliza ou não esse aplicativo para se comunicar profissionalmente.

Se sim, é bom avisar quais são as situações em que utiliza o WhatsApp (envio de exames, descrição de sintomas, dúvidas em relação ao tratamento, etc) e também o horário em que responderá as solicitações dos pacientes.

Isso evita alguns atritos e já alinha as expectativas dos pacientes, que não ficam esperando uma resposta imediata.

redes sociais para medicos e profissionais da saude

Qual a melhor maneira de usar essas ferramentas?

Uma boa forma de utilizar as redes sociais e aplicativos de mensagens para se comunicar com os pacientes é: utilizá-las para o acompanhamento de tratamentos à distância.

Por exemplo, se um paciente passa por um processo cirúrgico, o médico pode acompanhar sua recuperação e indicar exercícios e cuidados especiais com os curativos ao paciente pelo WhatsApp.

Essa é uma maneira* rápida e simples de garantir uma boa recuperação e ainda oferecer mais comodidade ao paciente.*

A comodidade pode ainda aumentar se o médico utiliza um sistema de prescrições eletrônicas, que envia automaticamente ao e-mail do paciente as medicações necessárias para seguir com seu tratamento, tendo sempre e mãos quando for preciso.

Como utilizar as Redes Sociais para se relacionar com pacientes?

Uma das opções para aumentar sua visibilidade e contato com pacientes através da internet é criar páginas e perfis nas Redes Sociais, como Facebook, Linkedin, Instagram e Twitter.

Essa é uma ótima maneira de alavancar sua presença online e se comunicar com os pacientes.

Além de postar suas informações básicas, como telefone, endereço, área de atuação e link para o site, também é interessante gerar conteúdo relevante e útil para possíveis pacientes.

Podem ser dicas sobre alimentação, informações sobre doenças e dicas de como manter uma vida saudável.

Todas essas ações nas redes sociais precisam fazer parte de uma estratégia de Marketing Médico.

Por mais simples que seja, essa é uma forma de comunicação e divulgação que requer pouco investimento para trazer resultados de peso.

marketing médico

Veja também:

Casos de Sucesso ... Mar 28, 2017

Caso de Sucesso iClinic: Dr. Celso Bregalda Neves

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Todos os materiais educativos iClinic

Para Secretárias ... May 19, 2016

5 coisas que toda recepcionista de consultório precisa saber

Veja também:

Casos de Sucesso ... Mar 28, 2017

Caso de Sucesso iClinic: Dr. Celso Bregalda Neves

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Todos os materiais educativos iClinic

Para Secretárias ... May 19, 2016

5 coisas que toda recepcionista de consultório precisa saber

comments powered by Disqus