Telemedicina para clínicas: quais as vantagens para os médicos, e para os pacientes?

Telemedicina para clínicas: quais as vantagens para os médicos, e para os pacientes?

Yasmim Mayumi Tecnologia na Saúde Leave a Comment

Leia em 5 min.

A Telemedicina para clínicas permite que novas soluções sejam implementadas na saúde, e diversos atendimentos presenciais podem ser complementados por meio da tecnologia.

Segundo o estudo do IESS (Instituto de Estudo de Saúde Suplementar), produzido pelo líder do Grupo de Pesquisa USP de Telemedicina, Chao Lung Wen, a Organização Mundial da Saúde tem um desperdício de 20% a 40% devido a ineficiência dos gastos em saúde.

Com a ajuda da Telemedicina, os médicos conseguem reduzir custos, democratizar o acesso à saúde, solucionar problemas e aumentar a produtividade da clínica. 

Veja um trecho do estudo citado acima:

“A Telemedicina é uma inovação que poderá melhorar a sistemática de execução e provimento de serviços, aumentando a eficiência, ampliando a cobertura de atendimento aos pacientes e possibilitando a criação de novos serviços que podem melhorar a cadeia integrada de processos que, pelos métodos convencionais, seriam inviáveis.”

Continue comigo no artigo e descubra como conseguir todas as vantagens da Telemedicina para clínicas.

A Telemedicina para clínicas é uma tendência forte na saúde?

A Telemedicina é discutida há muitos anos no Brasil. O Programa de Telessaúde Brasil Redes é um exemplo de como essa inovação já estava em território nacional antes da pandemia de COVID-19.

O próprio CFM buscou trazer uma regulamentação mais ampla sobre a tendência em 2018, e tudo indicava que em 2020, mesmo antes da pandemia, outra resolução seria divulgada.

Ou seja, é possível afirmar que a Telemedicina para clínicas sempre foi uma tendência forte na saúde, mesmo com tantos receios dos profissionais sobre sua implementação.

Além disso, com o distanciamento social, os pacientes vivenciaram os benefícios do atendimento remoto, e dificilmente irão querer voltar a uma realidade apenas presencial, principalmente em capitais e regiões metropolitanas, nas quais muitas horas são gastas apenas no trânsito.

Entre as principais vantagens que a Telemedicina pode trazer para clínicas e consultórios, podemos citar:

  • Agilidade nas tomadas de decisão e resolução de problemas: com a digitalização do estabelecimento médico, é possível centralizar os dados e obter relatórios mais completos e assertivos sobre a gestão do negócio;
  • Aumento de eficiência e produtividade: com a possibilidade do atendimento online, os profissionais de saúde e os pacientes ganham mais tempo, uma vez que diversos procedimentos presenciais podem ser substituídos ou complementados por meio da Teleconsulta;
  • Redução de custos: além de diminuir custos de deslocamento e superlotação de clínicas, a Telemedicina também amplia os cuidados médicos para toda a população, e os profissionais podem trabalhar ainda mais na prevenção da saúde;
  • Humanização no atendimento: a redução de filas de espera e a democratização do acesso à saúde demonstram respeito e empatia pela população, o que garante mais humanização no atendimento para qualquer paciente;
  • Aumento da qualidade do serviço médico em nível nacional: o Brasil é um dos países com territórios mais extensos do mundo, e com a Telemedicina, os pacientes podem ser atendidos por especialistas de qualquer lugar.

O estudo do IESS também destaca que não existe uma competição entre a Medicina e a Telemedicina. Na verdade, há apenas a possibilidade de evolução e melhorias na saúde.

A Telemedicina é uma evolução natural dos cuidados de saúde no processo da transformação digital da sociedade como um todo. A cada dia, torna-se mais indiscutível a capacidade que ela tem de melhorar a qualidade, a equidade e a acessibilidade.”

O potencial da Telemedicina para clínicas na saúde é indiscutível. Porém, diversos profissionais ainda têm receios sobre como acompanhar essa evolução em seus serviços. 

Quer tirar mais dúvidas sobre a Telemedicina? Assista ao vídeo abaixo:

Veja a seguir como você pode implementar todas as vantagens do atendimento à distância de forma segura!

Telemedicina para clínicas: você precisa de uma?

A Telemedicina só começou a ser praticada pelos profissionais de saúde em 2020, quando as consultas foram realizadas por meio de videoconferências, certo?

Não! Afinal, a Telemedicina é definida como “serviços de saúde realizados à distância por meio da tecnologia”. 

Ou seja, ao solucionar uma dúvida de um paciente por WhatsApp ou ligação, você também pratica a Telemedicina. A principal diferença é que hoje, você irá praticá-la com segurança.

Dê uma olhada em outro trecho do estudo do IESS:

“Médicos estão usando WhatsApp para atendimento aos pacientes. É preciso tomar cuidado, pois aplicativos de mensagens instantâneas não foram projetados para terem recursos de segurança profissional para evitar vazamentos de dados, checagem de autenticidade de pessoas, manutenção de integridade de dados, entre outros.”

Para praticar a Telemedicina para clínicas com segurança, é preciso contar com plataformas de excelência, como softwares médicos especializados em gestão de clínicas e consultórios.

As principais medidas de proteção que os softwares médicos garantem são:

  • HTTPS (HyperText Transfer Protocol Secure): o código HTTPS garante que a plataforma possua uma proteção na transmissão de dados entre seu dispositivo eletrônico e o servidor. Você consegue conferir o HTTPS do software no início da URL, e ele também pode estar sinalizado com um ícone de cadeado;
  • Integração com prontuário eletrônico: ao ter uma ferramenta da Telemedicina integrada ao prontuário, como a Teleconsulta, você tem certeza que as informações não ficarão perdidas em plataformas que não têm o nível de segurança necessário para a área da saúde, como o WhatsApp, Zoom e Skype;
  • Termo de consentimento para pacientes: os seus pacientes precisam concordar com o formato de atendimento online. Por isso, os softwares de qualidade enviam um termo de consentimento online antes da consulta, o que transmite transparência e profissionalismo;
  • Níveis de acesso do software médico: diversos profissionais podem acessar um sistema, como médicos, recepcionistas, enfermeiras e administradores. Porém, apenas médicos podem ter acesso às informações confidenciais dos pacientes, e os níveis de acesso asseguram esse sigilo;
  • Criptografia em nível bancário: a criptografia SSL 256 bits utilizada por sistemas bancários impede que invasores tenham acesso aos dados sem uma chave de segurança. A chave só pode ser acessada por profissionais autorizados que possuem logins e senhas exclusivos no software médico;
  • Armazenamento na nuvem: ao salvar seus dados na nuvem, você pode acessá-los de qualquer lugar e em qualquer momento. Nenhum espaço físico é ocupado na sua clínica, e seu dispositivo também não perde nenhuma memória;
  • Possibilidade de gravação das consultas: caso você deseje gravar as Teleconsultas para ter mais informações e respaldo jurídico, o software médico deve permitir essa vantagem para o seu serviço.

Portanto, se você deseja atender seus pacientes à distância de maneira profissional e segura, é necessário contar com um software de Telemedicina para clínicas

Esse diferencial fornece não apenas proteção e respaldo para sua prática médica, mas também mostra que você é um médico modernizado, que busca inovar seu atendimento pelos seus pacientes.

O mercado médico fica mais concorrido a cada ano, e você, melhor do que ninguém, sabe a importância de se destacar positivamente na saúde como uma referência em inovação e atendimento humanizado.

Confira mais sobre como manter um atendimento humanizado na Telemedicina assistindo nosso vídeo:

Quais são as vantagens da Telemedicina para clínicas para os pacientes?

Além dos benefícios citados ao longo do conteúdo, os pacientes também conseguem ter uma experiência mais agradável e menos burocrática nas clínicas e consultórios. 

Você provavelmente já escutou que os pacientes têm dificuldade em marcar agendamentos e aguardar na sala de espera, devido ao tempo. 

Normalmente, os pacientes demoram horas, e até mesmo dias, para agendarem uma consulta com um especialista. Quando conseguem, raramente são atendidos no horário marcado

Eles perdem tempo no trânsito, na recepção, e em diversos momentos das suas jornadas. Todos esses fatores desmotivam os pacientes a cuidarem de suas saúdes, o que pode causar graves problemas no futuro.

Com tecnologias como a Teleconsulta e agendamento online, tanto seus pacientes, quanto a sua clínica, conseguem ter uma rotina mais ágil e prática

Ao adotar a Telemedicina para clínicas, você mostra que está preocupado em acompanhar a evolução da Medicina, e também que deseja que os pacientes tenham o melhor serviço possível. 

Quer aprofundar seus conhecimentos em Telemedicina? Faça nosso curso completo sobre o assunto com o Dr. Bruno Rossini e aprenda todos os aspectos legais e jurídicos dessa tendência.

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter para não perder nenhuma novidade do blog. 😉


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Letras na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.