Prontuário eletrônico ou de papel? Compare e entenda as diferenças!

Prontuário eletrônico ou de papel: qual é o mais eficiente?

Leia em 5 min.

Com diferentes tipos de prontuário disponíveis, às vezes fica difícil saber qual é o mais eficiente para sua rotina médica. Descubra neste artigo qual prontuário aumenta a qualidade do seu serviço e garante mais segurança para seus pacientes.

Prontuário, originado do latim, possui um significado de “lugar onde são guardadas coisas de que se pode precisar a qualquer momento”. Pensando nisso, é importante garantir que esse arquivo possa ser acessado facilmente no seu dia a dia.

Para escolher o melhor prontuário para sua clínica, é importante saber quais são as principais diferenças entre eles, além das variadas vantagens e desvantagens que cada um traz.

Apesar dos prontuários em papéis serem extremamente comuns nas clínicas, eles podem ser facilmente extraviados, não garantem privacidade aos pacientes, e são feitos de uma material extremamente frágil, impossibilitando a recuperação dos dados, caso eles se percam.

De acordo com o estudo realizado no pronto-socorro do ICr/HC-FMUSP, após a implementação do prontuário eletrônico, a taxa de extravio dos documentos, tempo de espera para o atendimento e o tempo de permanência no pronto socorro reduziram.

“Tornou-se mais fácil ter acesso ao histórico de atendimentos anteriores, o que é particularmente importante, já que cerca de 50% dos pacientes têm múltiplas passagens pelo serviço de saúde. Constatou-se, portanto, que o PEP (Prontuário Eletrônico do Paciente) aumentou a eficácia do serviço, tornando-o mais rápido, eficiente e seguro para o paciente.”

Quando a clínica se agarra ao uso do papel, a eficiência é consideravelmente menor, comparada a estabelecimentos médicos mais modernizados.

Quer saber mais sobre essas diferenças e como cada prontuário impacta sua clínica de diferentes formas? Continue lendo e confira!

Principais diferenças entre os prontuários

Os pacientes costumam ser atendidos por muitos profissionais ao longo da vida, afinal, diversas especialidades médicas são necessárias para que um bom acompanhamento médico seja realizado.

Isso implica, na maioria das vezes, o paciente responder frequentemente as mesmas questões. Além de gerar uma certa irritação, as informações podem ser omitidas pelos pacientes, seja por esquecimento ou propositalmente.  

Mas então, como solucionar esse problema tão recorrente? Qual prontuário te permite entregar um atendimento diferenciado? Continue lendo o artigo para descobrir qual é o mais ideal para sua clínica.

Prontuário de papel

Como já mencionamos acima no artigo, o papel é um material frágil que, além de não garantir a segurança dos dados, não permite uma padronização eficiente.

Apesar do prontuário de papel não exigir um treinamento da equipe para o seu manuseio, as desvantagens acabam não compensando seu uso.

Na utilização do papel, por exemplo, é preciso de muito espaço e pastas na clínica para ser armazenado, consequentemente o profissional precisa de cada vez mais gaveteiros e armários, conforme o número de pacientes aumenta.

Ou seja, a clínica tem que arcar com o preço de um espaço morto com o único objetivo de armazenar papel. Uma sala inteira que poderia se tornar um novo consultório, ou uma extensão da sala de espera deixando o ambiente mais agradável, é desperdiçada.

prontuario-de-papel

A resolução 1.821/200 do CFM, determina que o médico deve guardar o histórico do paciente com o tempo mínimo de 20 anos, quando o prontuário é de papel. Entretanto, autoriza a sua eliminação quando os prontuários forem digitalizados.

Além desta autorização, os prontuários eletrônicos são armazenados em um espaço ínfimo dentro do computador, não atrapalhando em nada a estrutura física da sua clínica.

Outro ponto negativo é que o papel não resiste ao tempo. As páginas vão amarelando e ainda podem sofrer com ações externas, como casos de incêndio ou de vazamento de água.

A falta de mobilidade do papel é outro aspecto que o torna obsoleto. Afinal, se você precisa consultar a ficha de um paciente durante uma situação de emergência, você precisa se deslocar até a clínica, perdendo um tempo valioso.

Uma atividade simples que deveria ser rápida, se torna um processo lento e ineficaz, quando falamos de arquivos em papel. Tudo isso acaba passando uma imagem de clínica ultrapassada, com certeza não trazendo um diferencial positivo.

Prontuário eletrônico

Uma das principais vantagens do prontuário eletrônico é a rapidez em que as informações são consultadas. Como ele fica em um sistema na nuvem, basta um dispositivo com acesso a internet para acessar seus dados médicos.

Essa agilidade se torna mais importante em caso de emergência: caso um paciente sofra um acidente, por exemplo, e você precisa checar se ele é alérgico a algum medicamento, essa busca em segundos faz toda a diferença na hora de salvar sua vida.

Alguns softwares médicos disponibilizam prontuários completamente personalizáveis, permitindo que os documentos sejam preenchidos de forma rápida e de acordo com o atendimento. Com essa agilidade, você pode focar no paciente com mais tranquilidade, oferecendo um verdadeiro atendimento humanizado.

prontuario-eletronico-eficiente

Além disso, a integração de dados que esses prontuários oferecem para a saúde pode reduzir os custos de tratamento em até R$ 15,3 bilhões, segundo a estimativa da Accenture. É incrível como informações precisas mudam o cenário, não é mesmo?

Como o prontuário eletrônico é armazenado em nuvem, ele também é mais seguro, pois fica protegido por senhas que permitem o controle de usuários que terão acesso às informações sigilosas dos pacientes.

Com esse armazenamento, mesmo que o computador do consultório pare de funcionar, seus dados médicos continuarão salvo, podendo ser acessados de qualquer outro aparelho eletrônico.

Isso significa nunca mais ter que se preocupar com prontuários perdidos, roubados ou destruídos em algum imprevisto, como um incêndio ou pane no computador, garantindo o respeito à privacidade do paciente.

Já as desvantagens em relação ao prontuário de papel é que o prontuário eletrônico precisa de investimento em hardware, software e, talvez, treinamento da equipe médica.

No entanto, quando analisamos todas as vantagens que um prontuário eletrônico eficiente traz para sua clínica, fica claro que esse investimento além de reduzir custos, otimizar espaços e contribuir com o bem-estar do planeta, pode facilitar sua rotina de forma surpreendente.

Como vimos no estudo do começo do artigo, com o prontuário eletrônico é possível realizar estudos e comparar eficientemente resultados entre um estabelecimento médico e outro.

“O prontuário eletrônico melhora a assistência ao paciente, porque a qualidade da informação melhora […]”.

Para saber mais sobre as vantagens e desvantagens do prontuário eletrônico, assista nosso vídeo:Vídeo: Quais são as Vantagens e Desvantagens do Prontuário eletrônico?

Qual prontuário é mais eficiente?

Como vimos no estudo acima, mais de 360 milhões de consultas médicas são realizadas por ano. Com esse número que cresce cada vez mais com o tempo, o volume de documentos armazenados em papéis também cresce.

Uma hora, provavelmente mais cedo que muitos esperam, ficará inviável todo esse arquivamento em papel, principalmente quando pensamos nos custos e demanda de espaço.

Nesta era em que a medicina se vale da tecnologia para aumentar seu alcance e tornar os processos mais rápidos, é fácil perceber que o prontuário eletrônico traz mais vantagens que o de papel.

Inovações tecnológicas como o prontuário eletrônico não apenas economizam dinheiro com papel, impressoras e espaço, tornando sua clínica mais rentável, mas também ajudam no quesito de preocupação ambiental.

Se você ainda utiliza papéis para registrar seus pacientes, mas ficou interessado em conhecer mais sobre o prontuário eletrônico, confira o conteúdo completo sobre o tema:

Confira neste artigo tudo o que você precisa saber sobre o prontuário eletrônico.

Mas, caso já esteja pronto para modernizar sua clínica, confira no material abaixo nosso guia gratuito de como escolher o prontuário eletrônico ideal para sua rotina:

Conteúdo VIP: Guia DEFINITIVO para escolher um prontuário eletrônico

E então, descobriu qual é o melhor tipo de prontuário para sua clínica? Reaja e conte pra gente aqui embaixo o que achou do conteúdo, e não se esqueça de compartilhar com os amigos!


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Letras na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.