Erros médicos que afastam os pacientes

Conheça os principais erros médicos que afastam os pacientes

Maria Beatriz Oliveira Gestão da Clínica Leave a Comment

Leia em 5 min.

Em um mercado extremamente competitivo, é fundamental ficar atento aos principais erros médicos que afastam os pacientes, para reduzir a taxa de inadimplência e fidelizá-los cada vez mais.

Pacientes são clientes. Ou seja, eles irão avaliar o seu atendimento desde a marcação, até o pós-consulta.

Com tantos médicos disponíveis no mercado e uma Medicina cada vez mais integrada com a Teleconsulta, as fronteiras deixam de existir, e os pacientes podem contar com médicos de todo o país.

Por não se aprofundarem em conceitos como a jornada do paciente e o marketing médico no geral, muitos profissionais de saúde veem suas taxas de inadimplência altas, não sabendo como contornar a situação.

Segundo a CREMESP, algumas queixas comuns dos pacientes são relacionadas ao atendimento médico, à conduta ético-profissional e relação médico-paciente.

Neste artigo, você vai conhecer alguns dos principais erros no relacionamento médico-paciente, e descobrir como evitá-los.

Continue a leitura!

Por que se preocupar com um bom relacionamento entre médicos e pacientes?

Quando você se relaciona bem com seus pacientes, eles o enxergarão não apenas como um profissional de saúde, mas sim como alguém de referência, que realmente confiam.

Veja o que a Dra. Lizanka comentou sobre este tema:

“Hoje as pessoas buscam os médicos muito mais para serem ouvidas, do que necessariamente para tratar patologias mais raras, então você vê que a saúde é algo mais simples do que parece, principalmente se investirmos forte na prevenção.”

Como as clínicas e consultórios são negócios, seu paciente é um cliente, e ao se preocupar com o relacionamento entre vocês, a fidelização é garantida. 

Confira nosso eBook gratuito sobre fidelização de pacientes:

Guia completo sobre fidelização de pacientes. Clique aqui e baixe agora!

O resultado é que você terá pacientes que admiram seu trabalho, recomendando-o para todos os conhecidos, o que, consequentemente, fortalecerá a sua marca no mercado.

5 principais erros médicos que atrapalham o relacionamento entre médicos e pacientes

Ao contratar um serviço, imagino que você queira se sentir cuidado por alguém que esteja atento a seus problemas e busque solucioná-los da melhor forma possível, certo?

Seus pacientes também querem se sentir assim. Como um ótimo profissional de saúde, você precisa se esforçar para que as experiências deles sejam as melhores possíveis.

Nutrir um bom relacionamento com seus pacientes é um excelente caminho para melhorar a experiência dos mesmos.

Descubra a seguir os 5 erros médicos que mais afastam pacientes e como evitá-los. 

1. Não fornecer um atendimento humanizado

Alguma vez você já deixou de focar no cuidado com seu paciente devido à correria do dia a dia?

Essa é uma situação comum a muitos consultórios, a qual certamente desagrada inúmeros pacientes e os fazem buscar outros profissionais.

Ainda segundo a CREMESP, “deixar de oferecer o necessário caso a caso — entenda-se, aquilo que fará dirimir ou resolver as dores físicas e psíquicas daquela pessoa a sua frente –, no mínimo, ferirá as duas principais virtudes aristotélicas: a benevolência (desejar o bem), no universo da ética médica; e a beneficência (fazer o bem), da ética deontológica.”

Por mais que sua rotina seja corrida, é importante se manter focado em seus atendimentos. Afinal, as pessoas vão até você para serem ouvidas de forma atenciosa. O cuidado humanizado é uma questão essencial.

Uma solução para fornecer mais agilidade em seus processos administrativos, e poder focar sem pressa nos pacientes é contar com a ajuda de um software médico.

Assim, você ganha tempo automatizando muitas atividades que seriam realizadas na mão, conseguindo, dessa forma, que seus pacientes fiquem bem mais satisfeitos, e o relacionamento entre vocês só melhore.

2. Desconhecer a jornada do paciente

Todo paciente passa por uma jornada que vai desde o pré-atendimento, que é quando ele está em busca de profissionais, até o pós-consulta, momento responsável por grande parte da fidelização.

Para melhorar a relação com seus pacientes, você deve buscar se aprofundar na jornada, cuidando de cada etapa para garantir a máxima satisfação daqueles que te procuram.

Saiba mais sobre esse assunto em nosso vídeo a seguir:

No pré-atendimento, pode-se disponibilizar uma ferramenta de agendamento online, para que as pessoas não precisem ficar esperando para conseguir falar com a recepcionista.

Além disso, com um bom software médico, você consegue enviar lembretes via SMS, e-mail, ou WhatsApp cujos status mudam automaticamente de acordo com a resposta do paciente.

Os lembretes facilitam bastante para aqueles que se esquecem de compromissos com frequência, e em conjunto com o agendamento online, colaboram para que suas recepcionistas tenham mais tempo disponível.

Dessa maneira, elas conseguirão manter seu consultório mais organizado, colaborando para uma excelente primeira impressão.

Já durante a consulta, é essencial prestar atenção ao seu paciente, olhá-lo nos olhos, pois por mais que você utilize um sistema todo automatizado, a tecnologia nunca irá substituir esse cuidado humano.

Por fim, no pós-consulta, deve-se investir em uma ferramenta de relacionamento como o e-mail marketing.

Por meio dele, você consegue enviar comunicações personalizadas e automatizadas para toda a sua base, garantindo um cuidado que vai muito além da sala de atendimento

Dentre os diversos tipos de e-mails que podem ser usados, pode-se citar o e-mail de aniversário, instruções sobre algum procedimento ou cuidados no pré e pós-operatório, campanhas e outros.

Essa é uma excelente forma de garantir que você será lembrado, além de diminuir sua taxa de inadimplência, e evitar um dos erros médicos mais comuns!

Confira nossa websérie gratuita sobre como usar o e-mail marketing na sua clínica:

Websérie gratuita: Como usar o e-mail marketing na sua clínica!

3. Deixar de se comunicar com os colegas de trabalho

A comunicação entre os profissionais de saúde é muito importante para a boa prática médica, e necessidade crescente de aprofundamento e atualização aumenta a cada dia o valor do trabalho em conjunto. 

Hoje, para atingir a excelência no atendimento, é necessária comunicação aprofundada. Em casos de diagnósticos mais complicados ou acompanhamentos de doenças, isso se torna ainda mais indispensável.

Alguns softwares, inclusive, possuem um chat interno para que os profissionais do consultório se comuniquem diretamente dentro do sistema, o que facilita estudos e troca de informações. 

A possibilidade de troca se converte em atendimentos mais qualificados, aumento da eficácia, e maior agilidade nos processos: você aprimora sua prática médica e leva um diagnóstico cada vez mais acurado ao paciente.

4. Armazenar as informações dos pacientes sem segurança

Você ainda utiliza prontuário em papel?

Apesar de ainda ser utilizado por alguns médicos, armazenar as informações de seus pacientes em salas e arquivos que podem ser acessados por outras pessoas é um grande risco.

Um software médico na nuvem fornece muito mais segurança para os dados de seus pacientes por meio de criptografia e servidores seguros.

Esse cuidado é imprescindível, uma vez que os dados da saúde são sensíveis, regularizados pela LGPD, e qualquer vazamento é capaz de colocar em risco toda a confiança que você recebe. 

5. Negligenciar a administração do consultório

Cuidar de pacientes e administrar um negócio não é uma tarefa fácil. 

Porém, ao negligenciar o cuidado com a parte administrativa da sua clínica ou consultório, como poderá continuar agregando valor para as pessoas?

Por mais que as escolas tradicionais de Medicina não contemplem algumas matérias como gestão e empreendedorismo, especializar-se nessas áreas com cursos ou de forma autodidata é de grande valia.

Com o auxílio de sua secretária e de ferramentas que facilitam a gestão, é possível focar totalmente no paciente, sem deixar de olhar para o que está acontecendo no seu negócio. 

Ao seguir os 5 passos mencionados acima, você irá melhorar o seu relacionamento com os pacientes, garantirá uma alta taxa de fidelização, e com certeza aumentará o seu faturamento.

Consequentemente, poderá entregar uma assistência cada vez melhor, sendo sempre lembrado por todos. 

Espero que essas dicas tenham te ajudado a evitar erros médicos que afastam pacientes! 

Antes de ir, não se esqueça de se inscrever na nossa newsletter para continuar recebendo outros conteúdos como este.

Cadastre-se na Newsletter do iClinic

Sobre o autor

Maria Beatriz Oliveira

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Marketing na Uninter.