8 critérios do paciente para escolher um profissional de saúde

7 critérios do paciente para escolher um médico

Yasmim Mayumi Marketing Médico

Leia em 6 min.

Última atualização em 12/01/2022 por Yasmim Mayumi

Ao conhecer os critérios do paciente para escolher um médico, você consegue atender às expectativas do seu público e oferecer uma ótima experiência na clínica.

O que você avalia na hora escolher um produto ou um prestador de serviço? 

A maioria das pessoas preza pela praticidade na hora de adquirir um produto, o atendimento rápido do suporte técnico e a preocupação da empresa em oferecer um serviço de qualidade.

Esse comportamento não é diferente com os pacientes. Continue a leitura e saiba mais sobre seus critérios de decisão!

Quais critérios o paciente avalia na hora de escolher um médico?

A jornada do paciente deve ser conhecida por todos os médicos que desejam aumentar o nível de satisfação do seu serviço e atrair mais atendimentos particulares.

É possível dividir a jornada do paciente em quatro principais etapas:

  • Reconhecimento do problema: seja uma doença ou a preocupação com a prevenção da saúde, um paciente vai reconhecer a necessidade de orientação médica quando um problema aparecer. Por exemplo, quando um adolescente fica incomodado com sua acne e busca na internet “como diminuir espinhas”;
  • Busca por um profissional de saúde: a partir do momento em que o paciente nota que precisa de uma consulta médica, ele começa a buscar por indicações e realizar pesquisas na internet para conhecer o perfil de cada médico;
  • Decisão: após buscar opiniões e encontrar perfis online de médicos confiáveis na internet, o paciente decide em qual médico agendará uma consulta;
  • Pós-consulta: após o atendimento, o paciente espera que o profissional de saúde se preocupe com seu tratamento e lembre-o de marcar um retorno quando for necessário.

É essencial oferecer uma excelente experiência em todos os momentos dessa jornada, mas o primeiro passo que você deve tomar é conhecer os critérios de decisão dos pacientes.

Acompanhe!

1. Facilidade para encontrar o médico e agendar uma consulta

Quanto tempo um paciente demora para te encontrar na internet? Ao pesquisar pelo seu nome, seu site aparece como primeiro resultado no Google?

Não estar na internet é ser invisível. Mesmo que seu paciente receba uma indicação de um amigo do seu serviço, ele ainda vai querer ver seu Instagram ou ler seu currículo no site para conhecê-lo melhor.

Por isso, o primeiro critério avaliado pelo paciente é a facilidade na hora de encontrar seu perfil e agendar uma consulta.

Se ele precisar aguardar vários minutos no telefone para ser atendido, ao encontrar um profissional que disponibilize um agendamento online, provavelmente ele vai escolher o médico mais modernizado.

Portanto, é essencial que você tenha uma boa presença online, planeje sua estratégia de marketing digital e crie seu perfil gratuito em sites como o AgendarConsulta

Guia gratuito do AgendarConsulta: aumente sua presença online e conecte-se com seus pacientes

O Google Meu Negócio, por exemplo, é uma ótima forma de aumentar sua presença digital. Ele é gratuito e aparece em destaque nas buscas locais (feitas em sua região) dos pacientes.

2. Atendimento humanizado

Quando um paciente busca por um médico, é provável que ele esteja com algum problema, em uma situação desconfortável ou esteja apreensivo com sua saúde.

Preocupação, ansiedade, estresse, todos esses sentimentos podem estar presentes quando ele aparece na clínica ou entra na sala da Teleconsulta.

Portanto, é fundamental prezar pelo atendimento humanizado em todos os momentos, seja na recepção, na consulta e após o atendimento. 

Além das técnicas de humanização mais conhecidas, como olhar nos olhos, ter empatia, tirar todas as dúvidas, ser didático e chamá-lo pelo nome, você também pode ir além.

Existem formas de manter o atendimento humanizado na Telemedicina, desde que você conte com uma plataforma de qualidade, feita especialmente para médicos.

Um software médico, por exemplo, conta com diversas funcionalidades que permitem que você tenha mais tempo para focar no paciente ao invés de se preocupar com a gestão da clínica.

Utilizar um prontuário eletrônico personalizado de acordo com seu perfil de atendimento agiliza a consulta, garante que você não esquecerá de nenhum detalhe e proporciona mais tempo para a conversa.

O ideal é que você sempre atualize seu conhecimento sobre humanização na jornada do paciente e adquira ferramentas que o ajudem a focar no paciente.

3. Custo-benefício (preço justo)

Você pagaria um valor mais caro por um serviço se tivesse a garantia de que seria bem atendido?

Para a maioria dos pacientes, a resposta é sim. 

Não é à toa que muitas pessoas possuem convênio, mas preferem ser atendidas pelo particular, porque sentem que o tempo da consulta é maior e a qualidade do atendimento é mais alta. 

É claro que alguns pacientes não conseguem pagar por uma consulta particular, mas aqueles que têm esse poder aquisitivo, com certeza irão avaliar o custo-benefício do seu atendimento.

Ou seja, para justificar o preço que você coloca nos seus procedimentos, é necessário mostrar sua história, sua formação acadêmica, treinamentos, compartilhar tudo que investiu para se tornar o profissional que é hoje.

Quando o paciente notar que você investiu muito na sua educação e atualização profissional, além de ter equipamentos de ponta na clínica, a percepção de valor será maior.

Isso significa que ele estará disposto a pagar o preço estipulado, a partir do momento que encontrar valor no seu serviço. 

4. Ambiente confortável e modernizado

Sua clínica também passa pela avaliação do paciente. Afinal, ele precisa sentir que está em um local seguro e adequado para conseguir sua orientação médica.

Mesmo que o atendimento seja por Teleconsulta, saiba que as pessoas notam seu plano de fundo, ou seja, o espaço que é captado pela câmera.

Uma boa iluminação, decoração e câmera de qualidade são aspectos essenciais para um atendimento a distância. Em um ambiente físico, podemos ressaltar pontos como:

  • Local de fácil acesso e perto do trabalho ou casa dos pacientes;
  • Decoração e identidade visual voltada para os gostos do público-alvo;
  • Espaço sempre organizado e com cadeiras confortáveis;
  • Entretenimento como Wi-fi, revistas, TV e música ambiente;
  • Inovações tecnológicas como equipamentos de alta qualidade e informatização (uso de sistema médico).

Ao ter um ambiente modernizado e agradável para seus pacientes, as chances de ser escolhido no lugar do concorrente são extremamente maiores.

Para conhecer mais dicas de como aumentar a satisfação do paciente, assista nosso vídeo:

5. Participação ativa na tomada de decisão

Antigamente, o termo “paciente” era visto como uma expressão passiva, alguém que apenas espera o tratamento ou as orientações.

O paciente pós-digital é totalmente diferente. Ele é exigente, engajado com sua saúde e deseja participar da tomada de decisão junto com seu médico.

Ao invés de simplesmente falar seus sintomas e receber medicamentos, ele deseja entender o motivo por trás do que está sentindo e quais são os caminhos possíveis para tratar sua doença.

Para envolver o paciente de forma acolhedora e responsável na tomada de decisão, é preciso ter um histórico completo, um prontuário eletrônico que centralize as informações e uma explicação didática.

Com esses aspectos desenvolvidos e muita empatia, com certeza você conseguirá envolver o paciente ativamente em sua jornada da saúde.

6. Possibilidade de ser atendido por Telemedicina

Você conhece alguma pessoa que prefere fazer compras online ao invés de ir no mercado ou escolher roupas no shopping?

Após o início da pandemia de COVID-19, comprar produtos e prestar serviços a distância se tornaram tendências ainda mais fortes do que já eram antes.

Os pacientes sabem que, em atendimentos nos quais não é necessário um exame físico, é possível receber orientações médicas no conforto de suas casas.

É fácil notar que a cada ano que passa, oferecer atendimentos por Teleconsulta se torna um diferencial para os pacientes, que colocam a Telemedicina como critério de decisão para escolher um médico.

7. Contato no pós-consulta

Conhece algum paciente que já se consultou na sua clínica mas nunca mais voltou?

Esse cenário é recorrente na área da saúde devido a ausência de contato no pós-consulta com os pacientes. Muitas vezes eles esquecem quem os atendeu ou não ficaram satisfeitos com suas experiências.

Com a correria do dia a dia, fica difícil mandar mensagem para todos os pacientes que se consultaram na clínica, mas, felizmente, é possível automatizar essa comunicação.

Você pode contar com uma plataforma de e-mail marketing, que envia mensagens personalizadas e automáticas para seus pacientes, de acordo com suas segmentações.

Caso você tenha um sistema para clínicas, também pode habilitar o e-mail de aniversariantes, uma ferramenta que envia mensagens de felicitações para todos os pacientes do dia.

Para aprofundar seus conhecimentos no assunto, baixe gratuitamente nosso guia:

Guia Prático: 4 estratégias para automatizar a comunicação com os pacientes. Clique aqui e baixe agora!

Gostou do conteúdo? Compartilhe com seus amigos e deixe sua reação aqui embaixo!


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e produtora de conteúdo na iClinic. Graduanda em Letras - Licenciatura em Inglês e Português na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.