Software médico gratuito: entenda suas limitações e riscos

Software médico gratuito: 5 principais riscos e limitações

Leia em 6 min.

Apesar de um software médico gratuito parecer muito atrativo, existem muitos riscos e limitações em sua utilização. Quando falamos de saúde, sempre prezamos por um serviço de qualidade, e o mesmo se aplica na hora de escolher um software médico que irá auxiliar o trabalho diário do médico.

Há um ditado popular que diz “o barato sai caro”, e existe um bom motivo para sua existência. Embora um software médico gratuito não gere custos, os transtornos que podem ser causados no futuro podem sair muito mais caro do que a contratação de um eficiente software médico pago.

Continue lendo o artigo e entenda os principais riscos que um software médico gratuito pode trazer para sua clínica, e descubra por si mesmo se essa economia realmente vale a pena.

Principais perigos ao se utilizar um software médico gratuito na sua clínica

As pessoas estão cada vez mais empoderados em relação a sua saúde, o que é uma notícia maravilhosa, afinal, estamos falando de algo que afeta diretamente a qualidade da nossa vida.

Para os profissionais da área da saúde, ter um bom software que atenda suas necessidades do dia a dia e garanta a segurança das informações é essencial. Assim como os pacientes estão exigentes em relação aos serviços médicos prestados, os profissionais também devem buscar o melhor software médico para atendê-los e suprir suas necessidades.

Continue a leitura e confira os principais perigos que um software médico gratuito pode trazer para sua clínica.

1. Falta de segurança dos dados

As informações registradas nos prontuários dos pacientes são altamente sigilosas, pois se tratam de questões particulares de cada pessoa. No caso dessas informações vazarem, em uma invasão por hackers, por exemplo, os pacientes que se sentirem lesados poderão processar a clínica.

Nos softwares gratuitos não há nenhuma garantia no que se refere à segurança, já esse tipo de programa geralmente não é criado por profissionais especialistas no segmento – e que não têm tanto conhecimento para trabalhar com códigos de programação e metodologias que previnem os ataques aos computadores.

medico-usando-software-gratuito

Um software médico gratuito raramente tem protocolos e garantias de armazenamento seguro das informações dos seus pacientes. E para uma clínica, uma das maiores preocupações é em relação aos dados de seus pacientes.

Como a maioria não utiliza criptografia ou um servidor confiável, nada garante que os dados dos prontuários não sejam vistos ou utilizados por outras pessoas.

Afinal, se esse software não cobra por sua utilização, ele precisa se monetizar de alguma maneira, e, muitas vezes, isso acontece com a venda de informações e listas de contatos.

Os processos dentro desse sistema costumam ser generalistas, e não são projetados para garantir o total sigilo de suas informações.

Veja neste artigo como garantimos a segurança dos dados médicos na iClinic.

2. Ineficiência do suporte técnico

Um outro risco gravíssimo que a solução gratuita apresenta é a falta de um suporte técnico de excelência.

Por mais que exista uma página de suporte com informações e algumas instruções “passo a passo”, isso não chega nem perto de um atendimento feito por uma equipe especializada, que conhece as rotinas de um consultório médico.

Antes de procurar seu sistema médico ideal, uma das suas principais preocupações deve ser com o tipo de atendimento prestado pela equipe de suporte.

Verifique qual é o tempo médio de atendimento, quanto tempo demoram para responder uma dúvida, e quais são os canais de comunicação oferecidos.

Isso faz toda a diferença para que você não perca tempo no seu dia a dia, consiga otimizar os seus processos e tenha mais tempo para se dedicar aos seus pacientes.

Como você não pode contar com profissionais que poderão auxiliar rapidamente qualquer dúvida que surgir, caso aconteça uma falha no sistema, ela não será prontamente corrigida, gerando transtornos na sua rotina, perda de tempo e até mesmo de dinheiro para o seu estabelecimento.

3. Ausência de atualizações

Se você não paga pelo sistema, como pode exigir que ele se atualize e acompanhe as mudanças do mercado?

Na área da tecnologia, as atualizações e correções são essenciais para que os programas funcionem adequadamente. De nada adianta ter um sistema, se ele te dá mais problemas do que soluções, não é mesmo?

Por isso, verifique quais são os protocolos de atualizações, veja se a empresa faz melhorias relevantes e constantes no sistema. Se a resposta for não, é melhor repensar a contratação desse software médico gratuito.

processos-lentos-no-software-gratuito

As empresas que desenvolvem os softwares médicos pagos estão sempre fazendo novos estudos e testes, embasados no feedback que recebem dos usuários.

Desse modo, novas atualizações são disponibilizadas frequentemente, com soluções e melhorias, que aumentam a qualidade do serviço prestado pela clínica aos pacientes.

Quando você opta por um programa gratuito, dificilmente receberá novas atualizações de software e terá que usar sempre a mesma versão, que com o tempo pode se tornar obsoleta, não atendendo às suas necessidades, gerando muitos problemas para o seu consultório médico.

4. Limitação no cadastro de paciente

Geralmente um software médico gratuito para consultórios médicos não oferece um serviço de cadastro completo, o que dificulta no momento de coletar informações que podem ser úteis para manter uma boa comunicação com os pacientes.

Esse tipo de programa, ao contrário dos softwares pagos, também apresenta limites no número de pacientes cadastrados no sistema. Normalmente, ao atingir uma certa quantidade de pessoas registradas no programa, não há mais espaço para novos cadastros.

Isso pode gerar também um grande transtorno para as secretárias, que deverão voltar a utilizar os fichários de papel para fazer novos cadastros.

Além disso, os médicos não poderão consultar dados e prontuários dos pacientes em nuvem, de qualquer lugar, como acontece com os softwares mais completos.

5. Possibilidade da perda total de dados

Um serviço gratuito raramente realiza atualizações diárias para proteger seus dados médicos. Essa falta de cuidado pode ser muito perigoso para sua clínica, pois qualquer acidente poderá ocasionar a perda total dos seus dados.

Não há como garantir segurança para seus pacientes se você corre o risco de perder informações tão importantes e sigilosas.

Com um sistema médico em nuvem, por exemplo, você não corre esse risco. Independente do que aconteça com o dispositivo que você esteja usando, seus dados estão protegidos e disponíveis “na nuvem”. Para acessá-los, basta recorrer a um dispositivo eletrônico com internet.

Para entender mais sobre como funciona um sistema médico em nuvem, confira este artigo.

A economia compensa os riscos de um software médico gratuito?

Se você utiliza papel para fazer todos os seus controles e armazenamento de informações, não adianta apenas “mudar de plataforma”, ou seja, fazer as mesmas coisas, mas no computador.

Você precisa encontrar um sistema que de fato te ajude a gerenciar a clínica, que otimize processos internos e traga mais praticidade para seu dia a dia.

Por isso esse software precisa ser fácil de usar, confiável e criado especialmente para a sua realidade. Senão, você está fadado a ter mais estresse do que antes.

perigos-software-gratuito

Esses são alguns pontos que mostram como um software médico gratuito pode sair muito caro!

Todas as informações que você insere no seu sistema são muito valiosas, por isso, não considere economizar em uma ferramenta tão relevante e decisiva.

Inclusive, a escolha do software médico para sua clínica pode influenciar até mesmo a satisfação dos seus pacientes, seja com um lembrete de confirmação da consulta, ou com a possibilidade de enviar a receita de medicamentos para o celular dele após a consulta.

Existem várias maneiras de economizar dentro do consultório, por isso, evite fazer cortes de gastos em áreas que vão afetar a qualidade do seu serviço.

Quer encontrar o software médico ideal para sua clínica mas está dividido entre as opções? Confira nossa planilha gratuita de comparação entre softwares médicos e faça a escolha correta!

Planilha de Comparação de Softwares Médicos

Sua visão sobre os softwares médicos gratuitos mudou depois de ler o artigo? Conta pra gente sua opinião nos comentários aqui embaixo e compartilhe o conteúdo com seus amigos.


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Letras na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.