Montar consultório de dermatologia

Afinal, como montar um consultório de dermatologia?

Leia em 4 min.

O tão sonhado consultório próprio deve ser um empreendimento feito com muito cuidado nas análises, planos e práticas. Seu planejamento deve ser moldado para a realidade que será vivida em seu cotidiano, a fim de contemplar as futuras necessidades.

A montagem de um consultório é um dos maiores anseios de um recém-graduado ou recém-especializado em alguma área da medicina. Nesse momento, o profissional deixa de ser somente médico e passa a ser também empreendedor.

Para tanto, é preciso contemplar os processos legais e administrativos do início de um negócio e se atentar ainda, para as boas práticas que vão impulsionar o desenvolvimento dos serviços.

Neste artigo, você descobre como montar consultório de dermatologia, elucida alguns aspectos particulares dessa especialização e confere dicas gerais para início de um empreendimento na área da saúde. Acompanhe!

Quais as especificidades dessa especialização?

Quando falamos de dermatologia, nos referimos a uma especialização que aborda aspectos da estética do indivíduo. Os estudos na área são intensos e acompanham a procura por serviços associados a ela.

Portanto, ao iniciar a montagem de um consultório dermatológico, o médico deve estar ciente dos procedimentos que serão realizados no local, a fim de adequar a infraestrutura e adquirir os equipamentos necessários.

Alguns dos procedimentos mais comuns são tratamentos a laser, cauterizações, peelings, luz intensa pulsada, entre outros. Dependendo do procedimento, ele se encaixa em um determinado grupo de consultório, com exigências específicas. Veja mais na Resolução de 2.153/2016 do CFM.

Além disso, todos os processos envolvidos com o gerenciamento da rotina devem ser de qualidade, a fim de fidelizar os pacientes e aumentar o vínculo com eles.

Ao assegurar credibilidade no serviço prestado, o paciente atribui maior valor a ele. Nesse caso, não nos referimos ao valor financeiro, mas sim ao reconhecimento obtido por apresentar um desempenho de excelência.

Montar consultório de dermatologia

Quais as dicas para montar consultório de dermatologia?

Veja a seguir algumas boas práticas para iniciar o empreendimento de um consultório.

Local

Antes de tudo, é preciso definir o local que vai abrigar o consultório. É de suma importância fazer uma análise da estrutura em si e da região, considerando as formas de acesso, a concorrência nos arredores e na possibilidade de expansão.

Além disso, o espaço físico deve contemplar as necessidades do profissional e apresentar uma estrutura, área e cômodos adequados para as instalações.

Tipo de atendimento oferecido

Uma vez escolhido o local, é necessário se atentar para as questões legais envolvidas nesse processo. A primeira delas é escolher o tipo de atendimento que será implementado, sendo que existem 54 tipos segundo a Agência Nacional de Saúde (ANS).

Posteriormente, deve ser regularizada a situação com o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES). É viável, ainda, definir com profissionais especializados como será a tributação do negócio.

Exigências sanitaristas

É fundamental que o consultório atue de acordo com as normas e padrões estabelecidos pelos órgãos de vigilância sanitária. Para certificar que as exigências estão sendo cumpridas, é necessário o Cadastro Estadual de Vigilância Sanitária.

Porém, para que os serviços possam ser, de fato, prestados, é necessária ainda uma licença para funcionamento, a qual requer avaliação e renovação anual.

Para compreender todos os aspectos e burocracias na regularização de clínicas, baixe gratuitamente o nosso eBook sobre o tema:

Guia Completo para Regularizar Sua Clínica

Marketing

Para que seu consultório tenha visibilidade e atraia mais pacientes, é essencial a criação de uma identidade visual. Em seguida, o gestor deve investir em estratégias de marketing eficientes, como adquirir presença digital.

Para tanto, é interessante a contratação de uma equipe especializada, a fim de garantir bons resultados com as estratégias e o cumprimento de exigências para marketing médico.

Leia este artigo para saber mais sobre identidade visual em consultórios médicos.

Software de gestão

Por fim, para garantir um bom começo para o consultório, o médico deve investir na implementação de um software de gestão. Com esse recurso, há a integração dos processos do local, o que facilita a administração das informações.

Um sistema de gestão realiza as tarefas operacionais do dia a dia, atribuindo aos colaboradores apenas as tarefas associadas à análise e elaboração das estratégias. Portanto, é fundamental o investimento em um software médico.

Com este artigo, esperamos ter esclarecidos os pontos chaves para montar consultório de dermatologia. Reforçamos a necessidade de considerar as especificidades do setor, adequando os aspectos legais e estruturais para que contemplem as exigências. Além disso, é de suma importância trabalhar com colaboradores especializados em cada área de negócio, como contadores, advogados, empresas de marketing, entre outros.

Quer saber mais sobre todos os passos para abrir um consultório? Então faça nosso curso grátis sobre o tema e veja dicas de profissionais na área:

Curso para Recepcionista de Clínica

Postagens relacionadas


Sobre o autor

Flávia Saldanha

Analista de Marketing na iClinic, foco em E-mail Marketing e Comunicação. Formada em Economia na USP, com ênfase em Negócios Internacionais.