Marketing Médico

7 erros para evitar na estratégia de marketing médico

O marketing médico exige alguns cuidados para não prejudicar a imagem do profissional. Continue a leitura deste artigo para saber quais erros precisam ser evitados!

É preciso ter muito cuidado ao aplicar uma estratégia de marketing médico na sua clínica. Isso porque o Conselho Federal de Medicina (CFM) disponibilizou um código de ética com algumas regras para o marketing em instituições de saúde, as quais devem ser seguidas à risca para que você não tenha problemas futuros.

No entanto, não são todos os profissionais que se atentam a esse código e, por isso, acabam cometendo erros que podem prejudicar a sua imagem e a de sua clínica. Nesse sentido, é importante que você esteja a par de cada informação para fazer o melhor trabalho de marketing possível e fidelizar seus pacientes.

Você sabe quais erros precisam ser evitados? Não se preocupe, pois neste post vamos listar os mais comuns para você ficar atento e evitá-los. Acompanhe!

1. Propaganda enganosa

Embora essa restrição pareça um pouco óbvia, a propaganda enganosa é um problema muito sério, principalmente quando relacionada aos problemas de saúde da população. Ela pode trazer prejuízos irreparáveis para a sua imagem profissional e fazer com que você não seja bem-visto perante a sociedade.

Nesse sentido, é de suma importância que seus anúncios contenham informações verídicas, livre de achismos, especulações ou promessas. Nesse momento, você também precisa tomar cuidado ao associar-se com marcas que não têm credibilidade no mercado: apenas realize parcerias com aquelas que você tem certeza de que entregam os resultados esperados. Caso contrário, você pode ter sérios problemas com o Conselho de Ética.

2. Consultas a distância

Nenhum atendimento a distância, seja por mensagens, telefonemas ou, até mesmo, chamadas de vídeo pode substituir a consulta presencial do paciente no consultório médico. Isso vale para todos os motivos, como averiguação de sintomas, entrega de diagnósticos, tratamentos, entre outras questões.

Essa informação precisa ser esclarecida para que as pessoas não se automediquem ou realizem algum procedimento errado. Esse tipo de prática coloca em risco a vida do paciente, pois ele não tem conhecimento suficiente para entender a composição de um remédio, nem mesmo quais são os efeitos colaterais que pode vir a ter se tomá-lo sem a prescrição médica adequada.

7-erros-para-evitar-na-estrategia-de-marketing-medico02

3. Publicação de fotos de pacientes

Por mais que alguns pacientes autorizem previamente o uso de sua imagem para que o médico possa divulgar o famoso "antes e depois" do seu trabalho, essa prática não é bem vista e, por consequência, vetada pelo Conselho Federal de Medicina.

Isso porque o CFM entende que a imagem dos pacientes não pode estar relacionada às ações promocionais dos médicos, pois, segundo o órgão, existem outras maneiras mais sutis de realizar esse tipo de publicidade.

4. Garantia de resultados

Outra estratégia de marketing médico que é vedada pelo Código de Ética é oferecer a garantia de resultados aos pacientes. Essa prática não é bem vista porque cada caso tem suas particulares e características específicas e, por esse motivo, o médico não pode assegurar em um anúncio que o tratamento oferecido vai proporcionar resultado positivo em todos os casos.

Esse cuidado é importante não apenas para cumprir as exigências do CFM, mas, também, para evitar dores de cabeça com processos judiciais, por exemplo, que podem destruir a sua imagem como bom profissional e, ao mesmo tempo, causar prejuízos financeiros, tendo em vista a necessidade da contratação de um advogado para defendê-lo e, na pior das situações, ter que arcar com pagamento de indenizações.

5. Autopromoção

A autopromoção também é vetada no marketing médico. Ou seja, você não pode se apresentar como "o melhor", "o único" ou "o mais capacitado" da sua especialidade. Por mais que você tenha muitos títulos de graduação e especialização, essa prática precisa ser evitada. Sendo assim, tenha muito cuidado ao realizar seus anúncios.

O que pode ser feito nessa ocasião é falar que a sua clínica tem uma estrutura adequada, que ela investe em tecnologia para oferecer um excelente atendimento aos pacientes, que você, como profissional, tem buscado aumentar o seu conhecimento para trazer soluções eficazes a eles etc.

6. Anunciar especialidades que você não tem

Ao anunciar especialidades que você não tem, estará sujeito às aplicações legais cabíveis no Código de Ética por não ter a especialidade reconhecida no CFM. Essa prática é muito prejudicial, pois ela pode colocar em risco a saúde do paciente.

Nesse momento, é preciso ter bom senso para entender que você não pode atender a todas as áreas. Além do mais, saiba que, ao trabalhar o marketing da sua clínica, será mais fácil criar estratégias para atrair pacientes de um segmento só do que de vários.

Ou seja, ao realizar essa prática proibida pelo Código de Ética, tecnicamente você dará "um tiro no próprio pé", tendo em vista que as estratégias de marketing não trarão os resultados que você imagina.

7. Divulgar valores dos procedimentos e consultas

Outro erro bastante comum no marketing médico e que precisa ser evitado é a divulgação de valores dos procedimentos e consultas.

Um que merece atenção e não pode ser difundido são as formas de pagamento - do tipo: aceitamos cartões de crédito, cheque etc. - e, inclusive, a disponibilização de descontos ou promoções, como maneira de atrair a atenção do público e fazer disso um diferencial da sua clínica.

Esse tipo de informação sempre deve ser repassada diretamente ao paciente ou qualquer outro interessado, mas nunca em forma de anúncio.

A estratégia de marketing médico precisa ser elaborada com muito cuidado para não trazer prejuízos.

Nesse momento, você pode contar com o auxílio de um profissional especializado na área do marketing, o qual tem a expertise necessária para realizar todos os anúncios sem cometer esses erros e, o melhor de tudo, atraindo o maior número de pacientes possível para a sua clínica.

Quer ver como fazer o marketing médico da sua clínica da melhor forma possível e sem erros? Confira esse material completo e tenha ainda mais sucesso.

E por falar em atrair e fidelizar pacientes, separamos um artigo muito útil que traz mais informações relevantes para você sobre o marketing médico. Acesse-o e amplie o seu conhecimento para não cometer erros e acertar na divulgação. Boa leitura! :)

Curso Básico de Marketing Médico

Veja também:

Casos de Sucesso ... Mar 20, 2018

Como o Espaço Médico Descomplicado realiza atendimento humanizado através da tecnologia

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Materiais Educativos iClinic

Produtividade ... Feb 23, 2016

10 dicas para organizar a agenda do consultório

Veja também:

Casos de Sucesso ... Mar 20, 2018

Como o Espaço Médico Descomplicado realiza atendimento humanizado através da tecnologia

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Materiais Educativos iClinic

Produtividade ... Feb 23, 2016

10 dicas para organizar a agenda do consultório

comments powered by Disqus