Consultório sustentável: 8 maneiras de como estruturá-lo

Consultório sustentável: 8 maneiras de estruturá-lo

Leia em 8 min.

Seu consultório pode aumentar a qualidade de vida de todos por muito mais tempo do que você imagina. Cuidar da nossa saúde também significa pensar nas gerações futuras, e cuidar bem do ambiente em que vivemos. Confira aqui como realizar isso na prática.

As clínicas e consultórios médicos normalmente consomem muita energia e possuem uma alta produção de lixo, por isso, cada vez mais o conceito de clínica sustentável é incentivado.

De acordo com a Mega Curioso, o 7° negócio que mais utiliza energia elétrica no Brasil são os hospitais e clínicas médicas. Porém, alguns estabelecimentos médicos já conseguiram reduzir até 40% na conta de luz.

Além de economizar recursos, transformar o seu negócio em um consultório sustentável ajuda o meio ambiente, melhora a qualidade de vida de todas as pessoas e ainda auxilia na construção de uma marca forte para seu serviço médico.

Quer criar um consultório sustentável? Continue a leitura e descubra tudo o que você precisa saber! 

O que é um consultório sustentável?

Um consultório sustentável é administrado por profissionais que se preocupam em ter um negócio que aumenta a qualidade de vida da comunidade, pensa nas gerações futuras e melhora a saúde de todos.

Sabemos que o principal objetivo dos profissionais da saúde é cuidar da saúde dos seus pacientes, e nada melhor que ser um consultório sustentável para fazer isso de forma plena.

Cuidar da nossa saúde não é apenas cuidar do nosso próprio corpo e hábitos, mas pensar nas pessoas que estão em nossa volta e como estamos cuidando do local em que vivemos para as próximas que virão.

Afinal, se apenas uma pessoa cuida da sua saúde e ambiente, enquanto todas as outras estão poluindo e desperdiçando recursos, em algum momento ninguém vai conseguir cuidar de si mesmo, não é mesmo?

Por isso, ter clínicas e consultórios médicos preocupados em realizar uma gestão de maneira sustentável, é extremamente importante para o bem estar de todos.

Além disso, um consultório sustentável evita problemas com a fiscalização sanitária, já que possui maiores cuidados para evitar desperdício e produção excessiva de lixo.

A fidelização de pacientes também se torna mais fácil, já que ter a sustentabilidade como missão te diferencia dos concorrentes e melhora a experiência do paciente, que conseguirá ver esse diferencial de perto. 

Quer saber mais sobre estratégias de sustentabilidade? Conheça as 4 principais vantagens de implementá-las no seu estabelecimento médico.

Ficou interessado em tornar o seu consultório mais sustentável? Confira a seguir 8 dicas incríveis para colocar em prática esse processo.

8 dicas para tornar seu consultório sustentável

Transformar seu negócio em um consultório sustentável pode até parecer um trabalho muito difícil e complexo, principalmente se, além de cuidar dos seus pacientes, você também precisa administrar o consultório

Porém, seguindo algumas práticas e implementando projetos ao longo do tempo, já são ótimos passos para começar a implementar a sustentabilidade na sua rotina médica.

Para te ajudar nessa jornada, separamos 8 dicas práticas que irão te ajudar nesse começo tão importante. Boa leitura!

1. Utilize materiais sustentáveis

Materiais sustentáveis são produtos de origem industrial ou artesanal que não são poluentes, diminuindo ao máximo o impacto no meio ambiente, além de aumentar a qualidade de vida de quem os utiliza.

Atualmente quase todos os materiais possuem uma opção ecológica e mais sustentável, até mesmo quando falamos de construção.

Os telhados verdes, por exemplo, são os famosos “jardins no teto”. Sua utilidade varia desde tornar o ambiente mais bonito, até para diminuir o calor do ambiente, reduzindo a necessidade do ar condicionado.

telhados-verdes-em-consultorios

Como as plantas absorvem os raios solares de forma mais eficiente que as telhas comuns, os telhados verdes acabam se tornando ótimos isolantes térmicos.

Poupar consumo de energia e ainda tornar seu consultório mais bonito é uma ótima maneira de ser sustentável, não é?

Existem também as tintas ecológicas, desenvolvidas a partir de matérias-primas naturais, ou seja, não utilizam materiais tóxicos como o petróleo. 

Ser sustentável começa inclusive na decoração consultório, e mesmo uma pequena escolha como usar uma tinta ecológica, acaba fazendo muita diferença.

Outra opção é utilizar cartões feitos de materiais sustentáveis como papel reciclado para divulgar seu serviço médico.

Além de divulgar o seu trabalho, você também mostra como está comprometido com causas sociais para melhorar a qualidade de vida de todos, e se importar com esses movimentos como um profissional da saúde, é um diferencial extremamente importante.

Você também pode adotar o uso do papel reciclado nas outras áreas do seu consultório, dessa forma, você consegue otimizar ainda mais a sustentabilidade do seu negócio.

2. Diminua a produção de lixo

Segundo a pesquisa realizada pela Abrelpe, no período de 2003 a 2014, a produção de lixo aumentou 29%, 5 vezes mais que o crescimento populacional, que foi de 6%.

Para mudar esse cenário preocupante, diminuir ao máximo a produção de lixo é uma estratégia muito importante para qualquer consultório que deseje se tornar mais sustentável.

Uma das formas de fazer isso é seguir o PGRSS, um documento que orienta a maneira correta de lidar com o lixo hospitalar, visando minimizar a produção de resíduos e garantindo que sejam descartados nos locais certos de forma adequada.

É importante destacar que todo estabelecimento de saúde é obrigado, segundo a lei, a planejar cada etapa de descarte dos seus resíduos, separando de acordo com o grau de risco e o tipo de resíduo.

Além disso, você também pode pedir para que os colaboradores do consultório tragam suas próprias canecas, assim, você reduz o descarte de copos plásticos, que demoram de 250 a 400 anos para se decomporem.

3. Separe o seu lixo

Diversos tipos de lixo são produzidos diariamente, e é fundamental que os consultórios separem os lixos orgânicos dos recicláveis pois, caso essa separação não ocorra, realizar o processo de reciclagem é impossível.

Uma cidade japonesa de Kamikatsu, por exemplo, separa o lixo em 45 categorias e no total consegue reciclar 80% de todo o lixo produzido.

Uma boa dica é deixar perto dos lixos alguns conteúdos educativos sobre quais materiais são recicláveis, e avisar que no seu consultório há uma coleta consciente.

Assim, além de lembrar seus colaboradores e seus pacientes de separarem o lixo, você também passa a imagem de um consultório sustentável e preocupado inclusive com a saúde das gerações futuras.

4. Evite desperdício

Já pensou em quanta água é desperdiçada todos os dias no seu consultório?

A água é um recurso limitado que todos precisamos para continuar vivendo. Por isso, tomar iniciativas dentro da sua própria casa e no seu consultório, são ações importantíssimas.

Algumas das ações que podem ser feitas é colocar avisos no banheiro com orientações para evitar o desperdício de água, como fechar bem a torneira. Até mesmo descargas com acionamento duplo podem ser muito efetivas, pois você pode escolher a quantidade de água de acordo com a necessidade.

Também é importante verificar frequentemente se não há nenhum tipo de vazamento na estrutura do consultório. 

Iniciativas para evitar desperdício também economizam um bom dinheiro, portanto, não deixe de tomá-las no seu negócio.

Veja aqui outras 6 dicas para economizar no consultório.

como-economizar-no-consultorio

5. Economize energia

Quantos dispositivos eletrônicos ficam ligados durante o dia sem necessidade?

Em clínicas e consultórios médicos, é muito comum ter pelo menos dois dispositivos eletrônicos constantemente ligados, como o computador do médico e da recepcionista. 

Porém, em alguns momentos simplesmente não há necessidade de deixá-los ligados, como em horários de almoços.

Além de aumentar a conta de energia no final do mês, imagine que em média o computador ficou ligado 5 horas na semana por nenhum motivo. Não faz sentido, não é?

Pensando nisso, é importante sempre desligar os aparelhos eletrônicos que não estão sendo usados no momento, como computadores, TVs, micro-ondas, entre outros.

Além disso, em períodos com boa iluminação solar, não é preciso deixar as luzes acesas. Confira se a própria iluminação natural já não basta para deixar o ambiente bem iluminado.

6. Faça campanhas no próprio consultório

O que acha de realizar campanhas sustentáveis dentro de seu consultório?

Normalmente, apenas estabelecimentos médicos, como hospitais e postos de saúde, costumam realizar campanhas para melhorar o bem estar da comunidade local.

Porém, o seu consultório também pode ter essa iniciativa e ganhar mais um diferencial para se destacar dos concorrentes.

Considere criar campanhas focadas em como evitar o desperdício de lixo, incentive seus pacientes a usarem materiais sustentáveis, entre outros tópicos que citamos durante o artigo.

Quando paramos pra cuidar do nosso futuro, e do ambiente em que vivemos, também estamos cuidando da nossa saúde. 

É sempre bom lembrar que nosso estado de saúde também depende do local em que frequentamos, e nada melhor que um profissional especialista como você para lembrá-los disso, não é mesmo?

7. Tenha uma estrutura sustentável

Para os médicos que estão planejando montar seu consultório, pensar em uma estrutura sustentável pode economizar diversos gastos com energia e facilitar bastante sua rotina.

Mas, o que exatamente seria uma estrutura sustentável?

Pense nas áreas do seu consultório que precisam de mais iluminação. Sua recepção ou a sala de atendimento, por exemplo. Na hora de planejar a estrutura de seu consultório, escolha montar esses locais voltados para a face norte ou leste.

Assim, essas salas terão uma iluminação natural por mais tempo do que as áreas voltadas para o sul ou oeste, onde você pode deixar a sala reservada para armazenamento de materiais – protegendo-os do calor e da luz. 

Escolher cores mais claras para decorar o ambiente também é uma ótima estratégia para aproveitar da melhor forma possível a iluminação natural.

Você também pode optar por escolher vidros especiais que evitam a entrada de calor, dessa forma, o ar condicionado não precisará ficar ligado o tempo todo.

Instalar estruturas para captar água das chuvas também é uma ótima maneira de economizar água e reduzir os custos no fim do mês. Assim, você não precisa gastar água potável apenas para lavar o consultório.

Caso seu consultório já esteja montado, você sempre pode considerar realizar uma reforma. Apesar de ser um investimento alto, o retorno em longo prazo pode ser muito lucrativo para o seu negócio. 

Quer saber mais sobre as melhores práticas de arquitetura e decoração para clínicas e consultórios médicos? Baixe gratuitamente nosso eBook sobre o assunto:

Baixe grátis: eBook sobre decoração e arquitetura para clínicas e consultórios!

8. Adote ferramentas digitais

Quanto papel você consome ainda utilizando prontuários de papel e agendas físicas?

Provavelmente o papel é um dos materiais mais usados no seu consultório, caso você ainda não o tenha modernizado e adotado ferramentas digitais para otimizar seus processos.

Segundo um estudo da Universidade de Yale, em 2015 foi calculado que o mundo tem três trilhões de árvores e perde 10 bilhões por ano.

Pense na quantidade de papel que você deve utilizar por ano. Na recepção, pelo menos uma agenda física é usada, ou seja, mais de 300 folhas. Isso sem contar a sua agenda, as fichas dos pacientes, prontuários, entre outros.

Com um software médico, por exemplo, você não precisa gastar quase nenhum papel, pois em uma única plataforma todas as funcionalidades que você precisa dentro de um consultório estarão disponíveis.

Um prontuário eletrônico pode dispensar todas as fichas e anotações sobre os pacientes, reunindo o histórico completo de cada um em apenas uma tela

Um software médio de qualidade normalmente possui uma sincronização entre a agenda do médico e da recepcionista, gerando mais produtividade e diminuindo as chances de erros na marcação de consultas.

Dessa forma, além de reduzir o uso de papel e economizar recursos, você também aumenta a satisfação dos seus pacientes com atendimentos mais ágeis e moderniza seu consultório.

Viu como é mais prático ter um consultório sustentável? Além de ajudar as próximas gerações, também melhora nossa qualidade de vida e uma das melhores vantagens: seu consultório economiza e fica mais rentável.

Agora que você sabe como ter um consultório sustentável, o que acha de ter um ótimo planejamento estratégico para seu negócio? Dê uma olhada neste artigo e conheça as melhores estratégias de gestão.

O que achou das nossas dicas sobre como ter um consultório mais sustentável? Conte pra gente aqui embaixo nos comentários, reaja e não se esqueça de compartilhar o conteúdo com seus amigos!


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Letras na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.