Como ter ambientes humanizados no consultório?

Como ter ambientes humanizados no consultório?

Carla Marasca Gestão da Clínica Leave a Comment

Leia em 4 min.

Diferente do que muitos profissionais de saúde imaginam, os ambientes humanizados no consultório vão muito além de decoração. Eles precisam transmitir sensações, como conforto, segurança, e acolhimento.

Durante a espera para ser atendido, você já sentiu tédio, desconforto, ansiedade, ou qualquer outra sensação desgastante que te deixa cansado, impaciente, e com vontade de ir embora?

Provavelmente sua resposta será sim, e isso acontece tanto para o paciente que espera, quanto para o profissional que os atende.

A verdade é que o ser humano interage com o seu ambiente, e há tempos esse tema já é estudado e comprovado.

Infelizmente alguns ambientes acabam piorando o estado emocional do paciente, fazendo com que fiquem com sentimentos depressivos, e não é isso que queremos que aconteça dentro das clínicas e consultórios. 

Muitos deles acabam tendo pensamentos tão pessimistas que ficam com vontade de ir embora, ao invés de ficarem o tempo necessário para se cuidarem.

Por isso, o tema “ambientes humanizados no consultório” atrai a atenção dos profissionais da área da saúde já há algum tempo. 

Dicas para ter ambientes humanizados no consultório

Para te ajudar na sua jornada, os especialistas da Benvenuto Consultoria, em conjunto com arquitetos e engenheiros, elaboraram um passo a passo completo para que os profissionais de saúde consigam trazer diferentes resultados nos tratamentos de seus pacientes. 

1. A humanização vai muito além da simples decoração

A verdade é que a beleza, a organização, e o estímulo de sensações positivas, são aliados ao tratamento, e quanto maior a satisfação do paciente, maior a chance de cura.

Imagine um paciente recém operado que está com mobilidade reduzida, e ao entrar no seu consultório, consegue usufruir de um espaço agradável, onde há mobiliário adequado para sua debilidade. 

Além disso, ele também se entretém com a decoração do consultório, o wi-fi disponibilizado, e os conteúdos educativos disponíveis na recepção.

Agora, se imagine em uma recepção onde os elementos à sua volta te trazem uma experiência de acolhimento e conforto

As cores e as texturas te confortam enquanto você está sentado em uma poltrona macia com a cara da sua casa, há um aroma delicado no ambiente que faz você se voltar a alguma lembrança boa da vida, ao fundo, uma agradável música te traz pensamentos positivos e revigorantes.

Pela janela é possível sentir o calor do sol que aquece não só o corpo, mas a alma também.

Veja, isso é humanização!

Esses elementos são atributos de humanização, e agregam valor pessoal aos espaços físicos, como parte da identidade da instituição, e já vem sendo amplamente utilizados em diversos segmentos da saúde para reduzir o nível de estresse dos pacientes. 

2. Tenha cuidado com a iluminação do consultório

Outro aspecto importantíssimo que precisa de muita atenção é a luz natural. 

Uma recepção onde não há janelas acessíveis para o sol entrar, e ainda por cima usam luz branca, daquelas que causam desconforto aos olhos, a sensação que trará será de confinamento

A especialista em humanização, Joyce Nascimento, sempre reforça que os cuidados com o ambiente devem ir além de uma simples decoração; passa pelo conceito de ambientes que criam uma relação positiva, proporcionando a quem estiver ali inserido, uma mudança de comportamento, mesmo que momentânea, devido a sensação de segurança.

É essencial que os proprietários e gestores de clínicas e consultórios estejam abertos a esse conceito.

Afinal, o paciente tem liberdade de escolher onde quer se tratar, e certamente vai optar por um lugar onde se sinta integrado, e que queira estar ali.

Essas interações durante a jornada do paciente fazem parte da experiência do seu consultório, e vai conduzi-lo direto ao sucesso!  

Um paciente que atinge suas expectativas no atendimento se sente no centro das atenções, e é justamente isso que queremos, pois, seu paciente nunca pode ser deixado para trás! 

Naturalmente o fluxo de agendamentos vai aumentar e, assim, contribuir até para a saúde financeira do seu negócio.

Essas são as convicções do especialista em Sucesso do Cliente da Benvenuto Consultoria, Benito Marasca.

3. Aplique o conceito de ambientes humanizados na prática

Agora que você já tem a percepção do modelo ideal para Ambientes Humanizados, quero te convidar a aplicar nos seus espaços.

Como inspiração e ponto de partida, deixo à disposição um eBook com dicas básicas, porém, preciosas. 

Mas lembre-se: para ter um ambiente humanizado não basta colorir uma parede, colocar um quadro, e um vaso de plantas na mesinha de canto! 

Seja ousado, traga a experiência de imagens abstratas, texturas integrativas, cores magnéticas, esculturas intrigantes, frases reflexivas, aromas convidativos, e explore os 5 sentidos!

Quer exemplos?

Imagine que você é gastroenterologista, e possui um quadro com a textura interna do estômago aumentada (para não causar aversão), a ponto do paciente olhar e te perguntar: o que significa essa imagem? 

Bingo! Uma ótima oportunidade de interação.

E que tal mandar uma costureira fazer um emaranhado de tecidos bem gostosos de tocar, do tamanho do intestino, para ser deixado no canto do sofá na sala de espera?

Uma peça no mínimo intrigante, que deixará qualquer paciente distraído e curioso para saber o que a almofada significa.

E se você for pediatra, considere disponibilizar uma parede, mesmo que pequena, onde as crianças possam desenhar! Você pode obter tintas que transformam a parede em lousa.

Outra ótima dica é optar por cadeiras de blocos de montar para as crianças. Assim, elas ficarão entretidas, montando suas próprias cadeiras.

Baixe aqui o eBook de ambientes humanizados para obter mais dicas com essas, e aprender como humanizar seu consultório na prática. 😉

Ficou com alguma dúvida? Deixe aqui embaixo nos comentários, iremos adorar te responder!


Sobre o autor

Carla Marasca

Apaixonada pela área da saúde como Instrumentadora Cirúrgica, e pelo desenvolvimento de pessoas como Gestora de Recursos Humanos.Uma das fundadoras da Benvenuto Consultoria, vem com a missão de melhorar e desenvolver processos de atendimento eficientes dentro de clínicas e consultórios, para que a Jornada do Paciente seja positiva tanto aos profissionais da saúde, quanto aos pacientes.