Teleconsulta na psiquiatria: tire suas dúvidas e conheça seus benefícios

Teleconsulta na psiquiatria: tire suas dúvidas e conheça seus benefícios

Maria Beatriz Oliveira Ferramentas para Clínica Leave a Comment

Leia em 5 min.

O atendimento à distância ainda gera inúmeros receios, especialmente em relação à Teleconsulta na psiquiatria. Entenda quais são os benefícios dessa prática, tire suas dúvidas, e descubra como implementá-la de maneira segura.

A Teleconsulta é a realização de uma consulta médica de maneira remota, por meio de tecnologias de comunicação online que realizam chamadas de vídeos. 

Ela pode ser feita via softwares médicos, computadores, tablets, e smartphones. Sua prática abrange consultas iniciais, de acompanhamento, supervisão, e até de urgência.

Discussões sobre a Teleconsulta ganharam especial atenção devido ao distanciamento social provocado pela pandemia. 

Por isso, o assunto vem causando inúmeras dúvidas e receios entre profissionais da saúde, principalmente em relação a áreas específicas, como a psiquiatria.

Neste artigo, vamos esclarecer todas as suas dúvidas sobre a Teleconsulta na psiquiatria e descobrir quais são seus benefícios para você, e seus pacientes. 

Continue a leitura!

Como funciona a Teleconsulta na psiquiatria no Brasil?

Devido à pandemia mundial de COVID-19, o CFM e o Ministério da Saúde permitiram essa modalidade de atendimento para todas as especialidades.

Assim, a Teleconsulta passa a ser regulamentada durante a pandemia.

Para realizá-la, você pode utilizar computadores, tablets e smartphones para realizar seus atendimentos online. 

Porém, o mais importante é a escolha de um software seguro, na nuvem, e com tecnologia de ponta, que proteja seus dados e os armazene de maneira segura, adequando-se às novas exigências da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados).

Por isso, antes de fazer a escolha, pesquise bem e certifique-se quanto à seriedade da empresa e quanto à preocupação da mesma com a sua segurança e dos seus pacientes. 

Dessa forma, você não se expõe a riscos desnecessários, e pode fazer seus atendimentos de forma tranquila, preocupando-se apenas com o essencial: seus pacientes.

Para realizar um atendimento humanizado com a Teleconsulta, algumas boas práticas são fundamentais. 

Além de verificar sua conexão com a internet, escolher um ambiente reservado, ter um bom equipamento, e escolher a melhor plataforma para seus dados, é importante também enviar orientações ao paciente sobre a consulta.

Orienta a ele que encontre um lugar tranquilo, onde se sinta mais à vontade e que utilize fones de ouvido durante o atendimento, garantindo a privacidade e a segurança dos dados sensíveis.

Principais benefícios da Teleconsulta na psiquiatria

A psiquiatria é uma das especialidades em que a Teleconsulta pode ser usada em todos os atendimentos, e você pode até mesmo prescrever medicamentos e emitir atestados com validade jurídica via assinatura digital.

No entanto, por ser uma área que lida com um assunto tão delicado como a saúde mental, muitos profissionais mostram-se receosos quanto à segurança, e também quanto ao distanciamento médico-paciente.

Para esclarecer suas dúvidas e receios, separamos os 5 principais benefícios da Teleconsulta no atendimento a pacientes da psiquiatria.

1. Maior proximidade entre médicos e pacientes

O atendimento remoto de pacientes psiquiátricos pode não só favorecer o tratamento, como também causar maior proximidade

Uma vez que os pacientes não precisarão realizar o deslocamento até a clínica, o atendimento acontece de maneira mais rápida e eficaz

Além disso, a chance deles se sentirem mais à vontade por estarem em um ambiente familiar, e não no consultório, é alta. 

Em casa, eles podem mostrar um pouco de suas rotinas, como vivem, se possuem animais de estimação, entre outras coisas; e esse maior conforto e intimidade pode fazer com que a consulta seja bem mais produtiva do que no consultório.

Veja o depoimento da Dra. Verônica, uma psiquiatra que está atendendo seus pacientes à distância:

“Não vejo como um distanciamento, na realidade vejo até como uma forma do paciente se sentir mais seguro, porque eles veem que existe uma outra forma de nos acessar, sem ser pela consulta presencial. É mais simples, em cinco minutos eles estão em contato com o psiquiatra. É diferente de ter que agendar, ir ao consultório e pagar estacionamento. O tempo para iniciar a consulta diminuiu e o paciente se sente mais seguro.”

2. Maior acessibilidade

Com o encurtamento das distâncias, você pode atender pacientes de outras cidades e estados, ou seguir atendendo seus próprios pacientes mesmo se esses estiverem viajando, por exemplo.

Importante lembrar também que, enquanto nos consultórios podem haver filas de espera, na Teleconsulta o tempo para o início do atendimento é bem menor, já que o acesso é feito em poucos minutos.

Ademais, é possível trabalhar de forma mais aberta e flexível em relação ao calendário

Você terá a chance de descobrir como o paciente se sente mais à vontade em relação ao atendimento. Dessa forma, vocês poderão escolher os melhores dias e horários.

Teleconsulta na psiquiatria

3. Fidelização de pacientes

Com uma maior proximidade e acessibilidade, aumenta também a chance de fidelização. 

Afinal, os pacientes entenderão sua dedicação e compromisso para que as consultas continuem acontecendo da forma mais segura e agradável para todos.

O deslocamento até a clínica, a busca por estacionamento e a sala de espera dos consultórios podem gerar entraves e inseguranças para aqueles que precisam dos atendimentos, especialmente os que moram em locais mais remotos ou afastados.

Confira o relato da Dra. Ana Moreira, uma cirurgiã bariátrica que também está atendendo seus pacientes via Teleconsulta:

“Na minha experiência, a Teleconsulta me aproximou de muitos pacientes. A maioria dos meus pacientes não estavam seguros para sair de casa, e nem por isso ficaram sem atendimento. Eu só vejo pontos positivos.”

Por isso, a Teleconsulta na psiquiatria permite que você ofereça uma experiência mais agradável para seus pacientes, e os fidelize com seu atendimento humanizado.

4. Atendimento seguro

Uma das maiores preocupações inerentes à prática da Teleconsulta é em relação à segurança. 

Inicialmente, podemos destacar que ferramentas como Zoom, Skype e WhatsApp não são recomendadas para a realização de atendimentos médicos remotos.

Isso porque o CFM possui normas referentes ao manuseio, integridade, confidencialidade e privacidade das informações e dos dados para que o sigilo profissional seja mantido.

Assim, é necessário um registro digital apropriado e com medidas adicionais de segurança apresentadas por softwares médicos especializados, tais como:

  • Criptografias: utilizadas também por sistemas bancários, garantem que os dados só podem ser acessados com login e senha exclusivas por profissionais;

  • Armazenamento em nuvem: salvar seus dados na nuvem permite que você os acesse de qualquer lugar, a qualquer hora, além de ter suas informações protegidas de furtos e acidentes;

  • Servidores seguros: os dados armazenados pela nuvem devem permanecer em servidores seguros como a AWS, o mesmo sistema utilizado pela Nasa e a Casa Branca.

Oferecer uma plataforma segura aos pacientes é primordial e irá tranquilizá-los e fazê-los sentirem mais confortáveis, pois a psiquiatria lida com assuntos extremamente sigilosos e delicados.

Ainda assim, é imprescindível enviar orientações quanto ao local em que o atendimento será realizado, visando sempre a privacidade e a segurança.

5. Maior autonomia e mais pacientes

Incluindo a Teleconsulta em sua rotina, você melhora não só sua própria autonomia em relação a seus atendimentos, mas também a de seus pacientes, que terão mais liberdade para escolher como e quando desejam realizar a consulta. 

Além do mais, você poderá atender pessoas de qualquer lugar do mundo e poderá levar seus serviços para aqueles que admiram e confiam em seu trabalho, mesmo que estejam a quilômetros de distância.

Desse modo, você colabora com os que precisam e ajuda na evolução da medicina, tornando-a mais acessível, democrática, e evoluída.

Pratique a Teleconsulta na psiquiatria de forma prática e segura!

Já escolheu com cuidado o software médico que mais se adequa a suas necessidades e orientou seus pacientes para que se sintam confortáveis e familiarizados com a prática?

Então está na hora de começar a realizar seus atendimentos sem preocupações e aproveitar todos os benefícios que essa prática pode trazer!

Ainda não conhece um software médico seguro com uma funcionalidade de Teleconsulta? Teste gratuitamente o iClinic agora mesmo.

Se você gostou deste conteúdo e quer aprender mais sobre a Teleconsulta, baixe nosso eBook gratuito:

eBook Telemedicina: aprenda todas as práticas legais do atendimento online!

Sobre o autor

Maria Beatriz Oliveira

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Marketing na Uninter.