Prescrição eletrônica: modernize o atendimento no seu consultório

Prescrição eletrônica: modernize o atendimento no seu consultório

Felipe Lourenço Ferramentas para Clínica

Leia em 7 min.

Última atualização em 19/10/2021 por Maria Beatriz Oliveira

A prescrição eletrônica é uma tecnologia essencial para os médicos que querem modernizar seu atendimento, e proporcionar mais segurança para seus pacientes.

Prefere escutar o conteúdo ao invés de ler? Clique no player:

Quantas prescrições você faz por dia durante as consultas? Com certeza prescrever medicamentos é uma atividade recorrente no cotidiano do médico.

Como tornar essa atividade mais segura e ágil para os pacientes?

Apesar de alguns profissionais da área de saúde ainda prescreverem à moda antiga, simplesmente escrevendo em uma folha de papel, muitos médicos já começaram a utilizar a prescrição eletrônica.

Entenda os principais motivos que têm feito as prescrições eletrônicas serem cada vez mais adotadas. 

Acompanhe!

Por que a prescrição eletrônica é mais eficiente que a prescrição de papel?

A prescrição de papel é a causa de muitos erros e problemas recorrentes da rotina médica, que podem ser facilmente evitados com a adoção de um sistema para clínicas com prescrição digital.

A prescrição eletrônica torna o dia a dia mais prático e oferece inúmeras vantagens para médicos e pacientes.

Para conhecer como funciona a prescrição eletrônica na prática, faça um teste grátis no iClinic:

Experimente gratuitamente: Comece agora a testar o iClinic. Clique aqui!

Mesmo com tantos benefícios, alguns profissionais ainda atendem seus pacientes no papel. Veja a seguir as principais desvantagens dessa prática:

1. Letra ilegível

A caligrafia do médico na prescrição pode gerar grandes confusões a respeito da dosagem, instruções de uso e até mesmo da composição na hora do paciente retirar o medicamento na farmácia.

O Código de Ética do Conselho Federal de Medicina (CFM) alerta que os médicos podem ser denunciados e punidos por entregar receitas com letra ilegível aos pacientes.

A medida surgiu a partir de ocorrências que já prejudicaram muitas pessoas por ingerirem medicamentos errados.

Prescrição eletrônica moderniza atendimento com letra legível

2. Erros nas receitas de controle especial

Um pequeno erro no nome ou no endereço do paciente, por parte do médico, em prescrições escritas à mão para medicamentos de controle especial pode impedir que o paciente consiga comprar seu medicamento.

O que pode ser extremamente prejudicial, visto que esses medicamentos são de suma importância para a continuação de seu tratamento.

3. Perda do documento

O paciente pode perder o papel da receita e, assim, ser obrigado a ir até o consultório do médico apenas para conseguir uma nova prescrição. 

Isso toma tempo do dia do paciente — que terá que se deslocar até o consultório –, do médico, que terá que fazer uma nova receita, e das recepcionistas, que terão de atender mais um paciente.

Mesmo que a perda não seja uma responsabilidade do médico, ele acaba tendo que lidar com essa situação, que poderia ser evitada pela substituição da prescrição em papel.

Como começar a usar a prescrição eletrônica?

A prescrição eletrônica vem sendo implementada desde em grandes hospitais — tanto públicos quanto particulares –, até em clínicas e consultórios.

Um estudo científico realizado pela professora da USP, Sílvia Helena De Bortoli Cassiani, mostra que a utilização deste novo método para prescrever traz muitos benefícios ao médico, à instituição de saúde e aos pacientes.

As principais vantagens identificadas na pesquisa foram:

  • Facilidade de leitura;
  • Rapidez com que a prescrição é feita e liberada;
  • Maior organização e praticidade;
  • Diminuição no número de erros na prescrição;
  • Agilidade com a farmácia;
  • Padronização de medicamentos.

Então, se você procura ter mais agilidade no atendimento, maior satisfação dos seus pacientes, tratamentos mais assertivos e organização na clínica, a prescrição eletrônica é a escolha certa!

Utilizar a prescrição eletrônica realmente não tem segredo. 

Se você contratar o software médico certo para suas necessidades, ou seja, que seja fácil de usar, com segurança de dados e que tenha uma equipe de suporte à disposição, não enfrentará nenhum problema.

A adaptação é fácil, afinal, você estará migrando para um método melhor e irá sentir os benefícios logo no início.

Assista nosso vídeo para entender melhor como os benefícios da prescrição eletrônica funcionam na prática:

Existem duas formas de começar a usar a prescrição eletrônica, a primeira tem algumas limitações que não trarão a agilidade esperada, já a segunda é feita justamente para facilitar seu dia a dia.

Confira quais são elas:

Direto pelo computador

Esta é a forma mais conhecida, mas que acaba engessando seu trabalho: fazer a prescrição eletrônica direto no computador. 

Normalmente, os profissionais que optam por esse método mantêm uma pasta no computador com diversos arquivos em Word de suas prescrições.

Qual o problema disso?

Um dos problemas é que o médico consome um certo tempo para encontrar suas prescrições, pois ele deve ir até a pasta e encontrar o modelo que deseja utilizar.

Outro é que o médico não consegue acessar estes modelos em Word de outro lugar que não de seu próprio computador. 

Se, por um acaso, ele precisar passar uma receita em outro local de trabalho a um paciente, terá de usar o papel ou ainda reescrever o modelo.

Fazer por meio do Word também deixa os arquivos do paciente expostos ao risco de serem perdidos, caso sejam deletados sem querer, ou ocorra algum problema no computador.

Em um software médico

A segunda e melhor forma de fazer sua prescrição eletrônica é com um software médico. Nele, todos os dados ficam salvos na nuvem, de forma segura, e você pode acessá-los de qualquer lugar.

Assim, além de não correr o risco de perder suas receitas, você ainda pode fazê-las de forma muito mais rápida ao deixar modelos salvos, e enviá-las automaticamente para o paciente por e-mail e SMS.

Veja a seguir mais detalhes sobre como funciona um software com prescrição eletrônica:

Principais vantagens da prescrição eletrônica em um software médico

Para proporcionar aos médicos empreendedores uma ótima gestão e produtividade, um software médico conta com diversas ferramentas, como prontuário eletrônico, agenda, Teleconsulta e controle financeiro.

Esse conjunto de funcionalidades permite ao profissional de saúde realizar atendimentos com mais agilidade, eficiência e segurança, além de proporcionar mais comodidade ao paciente.

1. Integração de dados 

Com um software médico integrado a uma prescrição eletrônica, o médico consegue fazer um atendimento mais integrado, acessando prontuários, receitas e demais dados do paciente em um único lugar.

Isso facilita a visualização histórica de medicamentos prescritos, sem perda de informações e com ganho na qualidade do serviço. 

Ou seja, usar a prescrição eletrônica no software é uma estratégia para fidelizar seus pacientes, pois o atendimento será melhor.

2. Segurança dos dados

Um ponto importantíssimo tanto para o médico quanto para o paciente ao falar de receituário, é a segurança e sigilo dos dados.

No software iClinic, por exemplo, a transição de seus dados é criptografada e eles são protegidos em um nível de altíssima segurança, pois ficam armazenados nos servidores Amazon

A AWS (Amazon) também é utilizada pela NASA, Casa Branca e instituições bancárias.

Conheça mais sobre a segurança dos dados do iClinic no nosso conteúdo VIP:

Conteúdo VIP: Segurança de dados no iClinic

3. Agilidade 

Para tornar o atendimento mais eficiente e prático, um sistema médico permite que você salve previamente aquelas prescrições mais utilizadas, associando-as ao prontuário do paciente com apenas um clique no momento da consulta.

Isso economiza tempo e evita erros de digitação.

Assim, você não precisa ficar fazendo um trabalho repetitivo todos os dias. 

Por exemplo, se você sempre atende uma ocorrência muito comum entre seus pacientes e costuma receitar uma combinação de medicamentos específica, basta você cadastrar uma única vez o modelo de receita.

4. Banco de medicamentos atualizado

Uma prescrição eletrônica eficiente possui uma base de medicamentos atualizada diariamente com mais de 60 mil medicamentos.

Dessa forma, basta pesquisar pelo nome do medicamento que você deseja e ele será encontrado, trazendo sua composição e quantidade automaticamente.

Além disso, você pode incrementar sua base de dados adicionando medicamentos e composições de fármacos manipulados.

Um exemplo prático de software com essa base de medicamentos é o iClinic, que é integrado com a Memed, a plataforma de prescrição eletrônica mais atualizada do Brasil.

5. Modelos de prescrições personalizadas

Um sistema médico possibilita a customização de modelos de impressão das prescrições com tamanho da folha, dados do cabeçalho, número do conselho, entre outros.

Alguns também permitem que você adicione o logo da sua clínica no modelo de impressão

Prescrição eletrônica personalizada

Isso traz praticidade para que você não tenha mais que mandar imprimir montes de papel timbrado na gráfica. Assim, você economiza tempo, dinheiro e tem um receituário mais moderno.

Pense que, junto com a receita, o paciente carrega a marca da sua clínica. 

Ou seja, é uma forma de divulgação, tanto para o próprio paciente, que não se esquecerá de você, e também para a farmácia em que ele entregará a prescrição.

O mais legal é que você personaliza o receituário do seu jeito uma única vez e salva o modelo para que ele se aplique em todos os seus documentos, sem precisar configurar toda vez que for imprimir. 

E como é muito fácil de mexer, você pode atualizá-lo sempre que quiser.

Caso você ainda tenha papéis timbrados na clínica e queira aproveitá-los, é só desabilitar a exibição destes campos na impressão.

Com um software médico, não existe perda de arquivos ou documentos. O receituário é integrado com o prontuário eletrônico, e você pode visualizá-los de uma forma inteligente para o atendimento.

Em uma linha do tempo, você observa o histórico e também a evolução do paciente

Isso permite que você foque seu tempo e energia no tratamento, sem ter que quebrar a cabeça para saber o que foi receitado, quando foi a última consulta ou quais procedimentos foram realizados, por exemplo.

Bom, depois de conhecer melhor cada uma das maneiras de fazer uma receita, fica claro que por meio de um software médico você alcança a excelência e a facilidade no atendimento.

Não perca mais tempo ou informações!

Ofereça um atendimento diferenciado a seus pacientes. Isso, com certeza, irá trazer o destaque que você merece na sua carreira.

Faça um teste gratuito no iClinic e conheça todas essas vantagens na prática:

Experimente gratuitamente: Comece agora a testar o iClinic. Clique aqui!

Gostou do conteúdo? Não se esqueça de deixar um comentário e compartilhar com seus amigos!


Sobre o autor

Felipe Lourenço

Fundador da iClinic, empresa de software médico em nuvem líder na América Latina. Graduado em Informática Médica pela Universidade de São Paulo (USP), especialista de Tecnologia em Gestão em Saúde, com passagens pelo mercado europeu e pelo Vale do Silício, possui mais de dez anos de experiência no setor.