Criação de marca para clínica

Criação de marca para clínica: você sabe como fazer?

Ianne Menti Marketing Médico

Leia em 5 min.

Última atualização em 18/10/2021 por Yasmim Mayumi

Implementar uma criação de marca para clínica exige um processo completo, não muito diferente da abertura de uma empresa. É preciso pensar em nome, branding (trabalho com a marca), identidade visual, site, entre outros.

De acordo com Márcio Luiz Lima de Souza, especialista em Marketing Estratégico (USP/SP) e professor de Marketing Médico da PUC/BH:

“Ter uma marca o distinguirá no mercado, não irá prejudicar um colega ou ferir preceitos da área médica. O marketing é essencial para o posicionamento do médico no mercado, irá auxiliá-lo no decorrer da sua carreira — reconhecimento, sustentabilidade, sucesso — tudo isso depende de como se apresentar ao seu público-alvo.”

Porém, são tantos processos envolvidos nessa criação da marca que normalmente o especialista na área da saúde que está iniciando um projeto próprio se sente perdido e altamente desafiado.

Se este é seu caso, está no artigo certo, pois vamos abordar algumas dicas gerais de criação de marca e as minúcias que sua clínica deve ter para se adaptar ao mercado e se tornar uma marca de sucesso.

Boa leitura!

Como criar uma marca para a sua clínica?

O primeiro passo é entender o conceito contemporâneo de marca e suas atribuições.

O tempo em que definíamos uma marca pelo seu preço acabou. Antigamente, quanto mais caro o produto, maior era a credibilidade. 

Hoje em dia, vivemos em um mundo no qual os valores, as sensações e o relacionamento têm importância muito maior do que o custo do produto.

Logo, antes de qualquer coisa, você deve se perguntar: por que quero criar uma marca?

Os principais motivos para criar uma marca são:

  • Solucionar problemas;
  • Oferecer serviços melhores do que os atuais no mercado;
  • Se conectar com os pacientes.

Ao entender o motivo da existência da sua marca, fica mais fácil estabelecer metas e missões para ela, que depois serão transmitidas ao público que se conectar com a identidade da sua empresa.

Independentemente do motivo que você escolher para criar uma marca, para que ela faça sucesso, é preciso geri-la melhor do que a concorrência

Seja o preço ou a sua capacidade de oferecer um serviço melhor; pelo menos um desses dois deve ser o seu diferencial.

Ter essa informação clara e aplicável é o que chamamos de estratégia de negócio. Defina a sua de acordo com as possibilidades que possui!

Após estabelecer o motivo da criação da marca, as missões e seus valores, bem como a estratégia de negócios, está na hora de idealizar a identidade da sua empresa. O tópico é mais complexo do que imagina, e por isso vamos separá-lo em um outro capítulo.

Como criar a identidade de uma marca?

Podemos dizer que uma marca possui sempre duas identidades: uma visual e outra geral.

1. Tenha uma identidade visual

A identidade visual tem como funções:

  • Identificar uma marca independentemente do contexto em que está inserida;
  • Causar sensações por meio de cores e outros elementos visuais;
  • Passar credibilidade ao público através do bom-senso estético;
  • Fidelizar os pacientes por meio da memória visual.

Seus principais elementos são:

  • Logotipo e sub logos
  • Nome
  • Cores
  • Slogan (frase de efeito da marca, como o Just do it da Nike

Por meio desses elementos, uma empresa consegue ser lembrada por seu público

Por isso, estabelecer uma identidade visual forte e marcante é a garantia de que uma marca obteve bons resultados e atendeu vários clientes. Ela provavelmente continuará existindo e crescendo sua popularidade. É uma garantia de longevidade!

Esses elementos podem ser aplicados em diversas ações e investimentos da marca, como:

  • Sedes com ambientes personalizados e caracterizados com a identidade visual;
  • Uniformes no ambiente de trabalho;
  • Site médico e blog.

Quanto mais produtos caracterizados, mais forte será a presença de uma marca na mente de seus clientes, e, dependendo da proporção que a marca tomar, até de não clientes também.

como criar marca para a clínica

2. Defina sua identidade geral

Já abordamos parte da definição de identidade geral de uma marca anteriormente: o motivo pelo qual ela foi criada, suas missões e objetivos. Porém, ainda faltaram alguns elementos, como:

  • Abordagem e criação de relacionamento com os pacientes;
  • Postura perante as necessidades humanas da sociedade;
  • Posicionamento político.

Sem a criação prévia de parte da identidade geral de uma marca, é quase impossível criar uma identidade visual para ela. Mesmo que se crie, altas serão as chances das identidades não baterem.

No design, o termo “identidade geral” não é muito utilizado, dando espaço ao termo branding, que é bem mais amplo. Você com certeza já ouviu falar dele, não é mesmo!?

Um dos motivos para essa mudança é que “identidade” possui um sentido “estático”. Uma vez criada, só irá mudar quando a empresa precisar passar por revitalizações e recriações. 

No entanto, quando se fala de abordagem e criação de relacionamentos, estamos falando de um processo de gestão, totalmente dinâmico e maleável.

A marca precisa se atualizar às constantes mudanças de pensamento, opiniões, hábitos e uso de tecnologias que seus clientes estão adotando a cada dia.

Nesse sentido, o termo estrangeiro, branding, caiu muito bem no mundo do design e é utilizado para descrever todo esse processo de idealização de objetivos, missões, visão de mundo, posicionamento perante a sociedade e modo de interação que uma marca precisa ter.

Como desenvolver o branding da clínica?

Comece idealizando o básico:

  • O que sua clínica quer atingir? Se tornar uma referência em estética, tecnologia e recursos, ou quer se tornar uma marca mais popular e acolhedora?
  • Qual público? Pacientes de classe A, B, C ou D?
  • Qual seu diferencial? Os médicos parceiros associados, a infraestrutura, o modelo de negócios e gestão ou o custo reduzido por consulta?
  • Como irá se relacionar com os clientes? 100% transparente e pessoal ou manter certo distanciamento mas ainda assim se fazer relevante com campanhas e planos acolhedores?

Estude as possibilidades de estratégias de negócio que você tem de acordo com seu orçamento, espaço, infraestrutura, capacidade momentânea, entre outros aspectos.

Então, parta para a identidade visual.

Criação da identidade visual para uma clínica

Vamos um elemento de cada vez:

1. Naming (nome)

Sua marca tem alguma história para contar? Alguma referência histórica para fazer? Homenagear um grande nome da Medicina que inspira sua carreira até hoje?

Busque esse tipo de referências, pois elas são atribuições únicas e normalmente se tornam memoráveis rapidamente.

Uma segunda estratégia pode ser procurar por nomes  em línguas estrangeiras que tenham atribuições positivas em português, como: Alegria e Saúde.

Depois, você pode pegar palavras mais “clichês” e clássicas do ramo, como “Medicina”, “saúde”, “amor”, “clínica”, entre outras, e realizar junções com abreviações de ambas ou até palavras inteiras caso encaixe bem.

Hoje em dia que o mercado é mais concorrido, as chances de você criar uma marca única com estas combinações é baixa, mas essas combinações são ótimas para grudar na memória, sendo bastante populares com marcas que atendem principalmente às classes B, C e D.

2. Logotipo e outros elementos

“Menos é mais”. Essa máxima do minimalismo nunca esteve tão em alta, mesmo para clínicas.

Estabeleça, se possível, um vínculo com o naming utilizando elementos que remetem a ele. Dessa maneira, é mais provável que consiga um logo único e de personalidade.

Se não for possível realizar uma associação, os elementos mais comuns para se abordar em clínicas são a cruz vermelha (aplicações em outras cores são bem-vindas), o estetoscópio, o coração, gotas (campanhas de vacinação), dentes (clínicas odontológicas) ou outros elementos específicos do nicho da clínicas.

Hoje em dia, existem várias ferramentas online para lhe ajudar a criar a sua logo online e o resultado é impressionante e profissional. Além de ser fácil e grátis, eles também oferecem ajuda com a criação de Slogan.

Divulgue a qualidade do seu serviço médico em seu site para fortalecer os resultados da marca e atrair pacientes, sempre focando em oferecer um local de confiança, que promova bem-estar.

Espero que o conteúdo tenha sido útil na criação de marca para a sua clínica. Caso tenha ficado com alguma dúvida, deixe aqui embaixo nos comentários! Vamos adorar te responder.


Sobre o autor

Ianne Menti

Apaixonada por criação de conteúdo, design, cinema e jogos eletrônicos (e-sports), também atuo como redatora e ghostwriter para blogs dessas e muitas outras áreas.