11 termos de marketing para clínicas que todo médico precisa conhecer

Utilizar uma estratégia de marketing para a sua clínica é essencial para obter ainda mais sucesso. Por isso, é importante conhecer alguns termos da área, confira o conteúdo

Não está com tempo pra ler o conteúdo? Experimente o áudio, clique no play abaixo:

Desenvolver e aprimorar o marketing para sua clínica é, comprovadamente, uma das formas mais eficazes de se alcançar o sucesso. Mas, para isso, é preciso estar sempre atento às atualizações da área, inclusive no que diz respeito aos termos de marketing. Ter conhecimento do que significa cada expressão é muito útil na hora de desenvolver uma estratégia para a sua instituição de saúde.

Neste artigo, você vai poder se inteirar sobre os termos mais importantes do marketing para clínicas. Confira!

Tem dúvidas sobre marketing médico? Assista o vídeo abaixo e veja 5 dicas especiais:

1. Marketing digital

Desenvolver o marketing é buscar, de várias formas, atrair novos pacientes e gerar tráfego na clínica ou consultório.

O marketing digital tem o mesmo objetivo, só que o principal meio de veiculação é a internet. Sabemos que as pessoas, cada vez mais, são dependentes da web para quase tudo. Por isso, esse é um dos melhores canais de atração de pacientes a ser explorado.

Quer saber um pouco mais sobre o assunto? Confira esse curso de marketing médico gratuito.

Curso Básico de Marketing Médico

2. Inbound marketing

O termo inbound marketing significa marketing de atração, e se refere a uma nova forma de conquistar pacientes. Ao invés de interrompê-los com anúncios não solicitados, a ideia é chamar a sua atenção através de conteúdos que sejam interessantes e relevantes para eles, seja para ajudá-los a resolver um problema de saúde ou para melhorar o seu bem-estar.

3. Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é a parte essencial do inbound marketing. É por meio dele que se desenvolve o planejamento, produção e distribuição de todo o conteúdo usado na estratégia inbound de uma clínica, além de medir seus resultados.

4. Persona

Persona é a representação semi-fictícia de um paciente ideal. E é através de uma pesquisa com os pacientes atuais da clínica que um perfil único do paciente ideal é traçado, o que servirá de guia para toda a estratégia de marketing.

5. Lead

Lead é todo o paciente em potencial da sua clínica. Para que realmente sejam convertidos em pacientes, os leads precisam ser nutridos através de conteúdos de qualidade.

Como eles têm processos de decisão diferentes, utiliza-se o funil do marketing para determinar que tipo de conteúdo se encaixa melhor com o interesse de cada lead.

6. CRM

O termo CRM (Customer Relationship Management) significa, em inglês, “gestão de relacionamento com o cliente”, e é um dos sistemas mais importantes para uma clínica.

Além de manter todos os pacientes cadastrados em um só lugar, o CRM concentra informações como histórico de atendimento e de consultas, canais de contato e preferências.

7. CAC

O CAC (Custo de Aquisição por Cliente) é um cálculo feito para mostrar o quanto a clínica ou consultório gasta para conseguir seus pacientes. Esse indicador é determinante para qualquer estratégia de marketing, pois ajuda a limitar o orçamento das campanhas e impedir que se gaste mais do que a instituição futuramente irá ganhar.

8. ROI

ROI (Return Over Investment) é um termo de marketing que significa “retorno sobre investimento”, ou seja, é uma forma de saber se o dinheiro que se gasta com marketing está se revertendo em lucros, ou não.

O ROI é essencial para garantir que apenas ações lucrativas sejam usadas e que a instituição de saúde não perca tempo e recursos com táticas que não funcionam.

9. SEO

SEO (Search Engine Optimization) é um termo de marketing que se refere à otimização para mecanismos de busca, como o Google. Basicamente, é uma série de técnicas que melhoram o posicionamento das páginas do site da clínica na internet. Quanto melhor o seu SEO, maiores são as chances das pessoas visitarem suas páginas.

10. Big Data

Big Data é o termo de marketing que se refere a um conjunto denso de informações internas ou externas, as quais todo administrador de clínicas pode acessar remotamente ou pela internet.

Na estratégia de marketing, o Big Data serve para transformar todas as informações e os dados coletados pela clínica em oportunidades para otimizar e automatizar as suas campanhas de comunicação, além de gerar mais fluxo de pacientes.

big data na medicina

11. Branding

O Branding está relacionado à gestão de marca da clínica, ou seja, à percepção do paciente diante da interação com serviços e canais de comunicação dela.

O branding considera toda a ação que visa tornar a marca da clínica mais conhecida e que faz com que os pacientes a identifiquem. E isso engloba tanto os elementos visuais, como design, cores, logotipo, site oficial, tipografia, quanto os valores que estão relacionados com a clínica. Por exemplo, postura, responsabilidade social e ambiental.

Os benefícios do marketing para a sua clínica são inúmeros. Que tal colocar em prática algumas das ideias deste artigo e garantir que a sua clínica tenha ainda mais sucesso?

Sobre o autor
Bruna Rezende é economista, especializada em Administração pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), e mestranda em Administração em Gestão na Saúde pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Empresária com mais de 10 anos de experiência em marketing, é fundadora e CEO da E-saúde, agência de marketing especializada na área da saúde. Ao longo da sua carreira, adquiriu vasta experiência com o segmento.

Veja também:

Casos de Sucesso ... Mar 20, 2018

Como o Espaço Médico Descomplicado realiza atendimento humanizado através da tecnologia

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Materiais Educativos iClinic

Produtividade ... Feb 23, 2016

10 dicas para organizar a agenda do consultório

Veja também:

Casos de Sucesso ... Mar 20, 2018

Como o Espaço Médico Descomplicado realiza atendimento humanizado através da tecnologia

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Materiais Educativos iClinic

Produtividade ... Feb 23, 2016

10 dicas para organizar a agenda do consultório

comments powered by Disqus