Site icon Blog iClinic – Dicas para gestão de clínicas e consultórios!

Conheça as tendências no cuidado com a saúde para 2021

Conheça as tendências no cuidado com a saúde para 2021
Leia em 6 min.

Inteligência artificial, IoT e o inovador modelo de cidades inteligentes, as Smart Cities, se tornaram tendências no cuidado com a saúde e têm transformado a Medicina em todo o mundo.

Prefere escutar ao invés de ler? Clique no player abaixo:

A tecnologia é uma grande aliada da Medicina e com a pandemia de COVID-19, essa união tem sido ainda mais relevante e antecipou avanços importantes, que vêm se convertendo em verdadeiras tendências no cuidado com a saúde.

De acordo com Bernard Marr, consultor estratégico de tecnologia, em seu artigo publicado na Forbes, 2021 será o ano no qual os efeitos evolutivos da tecnologia poderão ser largamente observados no campo da Medicina. 

Segundo ele:

“À medida que novas vacinas e tratamentos fornecem um vislumbre de esperança de que a normalidade de algum tipo possa ser retomada, avanços possibilitados pelo ritmo acelerado de inovação que vimos este ano irão nos equipar melhor para enfrentar novos desafios.”

Continue a leitura e descubra quais são essas inovações!

Tecnologia: uma realidade indispensável nas tendências no cuidado com a saúde

Cada vez mais, a tecnologia é incorporada ao nosso dia a dia de forma quase irreversível. Em todos os espaços e atividades do nosso cotidiano, há pelo menos uma ferramenta tecnológica disponível para ser utilizada.

No cuidado com a saúde não tem como ser de outro modo. É consenso a importância vital da tecnologia na prevenção, no diagnóstico e na cura das mais diversas doenças.

Em linha com a análise de Marr, apresentada introdutoriamente acima, o portal The Economist também publicou um painel no qual apresenta o futuro dos cuidados com a saúde em todo o mundo. 

O painel ilustra como a tecnologia irá transformar a Medicina nos próximos 5 e 25 anos. Segundo eles:

“Ao prever o futuro, é importante observar quais mudanças dramáticas já estão acontecendo hoje. Cada descoberta e inovação, por sua vez, continuarão a remodelar nossa própria compreensão e expectativas em relação à saúde.”

Confira o painel na íntegra clicando aqui.

Ambos, tanto o painel da The Economist, quanto o artigo da Forbes, apresentam algumas tendências no cuidado com a saúde, nas quais 5 delas assumem papel de destaque. Vamos conhecê-las?

Continue a leitura e baixe gratuitamente nosso eBook para conhecer outras inovações tecnológicas:

5 tendências no cuidado com a saúde

As inovações que vêm transformando a saúde são várias e estar informado sobre elas é essencial. 

Como as pessoas irão se relacionar com os serviços de saúde nos próximos anos? Quais as principais necessidades do futuro e como a Medicina está se preparando para atendê-las? 

A seguir, destacamos as 5 soluções que serão tendências no cuidado com a saúde em 2021 e nos anos seguintes. Vamos a elas!

1. Inteligência artificial, IoT e Smart Cities no cuidado com a saúde

A pandemia de COVID-19 ativou uma série de alertas sobre os cuidados que devemos ter daqui por diante para minimizar ao máximo os danos em tragédias dessa magnitude.

Dentre eles, os desafios relativos à infraestrutura de nossas cidades foram pontos de grande destaque. 

Como combater um vírus que nos impõe o distanciamento quando não possuímos infraestrutura para tal? 

Logo, discussões sobre como produzir um novo modelo urbano para inibir as contradições do crescimento populacional e da urbanização em massa passaram a ganhar espaço.

A partir de então, o inovador conceito de cidades inteligentes, as Smart Cities, passaram a ocupar espaço cativo no debate. 

Mas, enfim, o que são Smart Cities?

Smart Cities, ou Cidades Inteligentes, é o nome dado a projetos que visam transformar positivamente as cidades através da tecnologia. 

Basicamente, trata-se de um redesenho da infraestrutura urbana em todos os segmentos, dentre eles, a saúde. 

Sobre a necessidade de sua existência, Hans Neubert, líder global de experiências digitais da Gensler, diz o seguinte:

“As tecnologias precisam ser direcionadas para fins pré-identificados e necessários, e que o cidadão urbano a receba em um benefício tangível. Em outras palavras, cidades inteligentes precisam ser humanizadas.”

Tamanho esforço em implementar o conceito de Smart Cities, como forma de construir um ambiente social mais adaptado ao cuidado com a saúde e às diversas formas de prevenção não é fácil.

Entretanto, já vem sendo aplicado em diversos lugares do mundo e é, definitivamente, uma tendência.

Para sua plena execução, a inteligência artificial e a IoT (Internet das Coisas) são ferramentas fundamentais.

A inteligência artificial, ou IA, é o ramo da computação que busca aprimorar softwares para desenvolver mecanismos de aprendizagem e raciocínio similares ao funcionamento da mente humana

Em acelerada evolução nos últimos anos, a inteligência artificial vem sendo aplicada em diversos segmentos, inclusive na Medicina. 

Por sua vez, a Internet das Coisas, ou IoT, é um fenômeno tecnológico que se concentra na união entre o meio físico e o meio digital, através da conectividade.

Basicamente, a IoT promove a tecnologia necessária para que os mais diferentes objetos do nosso cotidiano sejam conectados à internet, via Wi-Fi ou Bluetooth.

Sem elas, o surgimento de uma Smart City jamais seria possível. 

A automatização e a modernização permitidas por essas duas grandes inovações da tecnologia são a base para a construção de uma Smart City e, logo, por uma vida urbana mais planejada e focada nos cuidados com a saúde. 

2. Telemedicina

Já imaginou poder realizar consultas sem sair de casa? Isto já é uma realidade em diversos países e tem tudo para crescer muito nos próximos anos.  

No Brasil, em 2020, mais de 5 milhões de Teleconsultas foram realizadas. A Telemedicina chegou para ficar e a pandemia de COVID-19 apenas acelerou esse processo.

Há um forte investimento neste setor em todo o mundo, decorrente de suas inúmeras vantagens em todos os aspectos – seja ele econômico, logístico, ou principalmente, de cuidado com a saúde.

A inteligência artificial também aparece aqui como fator determinante, pois a sua aplicação na Telemedicina permitirá ao longo dos anos o aperfeiçoamento do sistema, com o desenvolvimento de assistentes de saúde robóticos cada vez mais evoluídos tecnologicamente.

Quer saber mais sobre a Telemedicina e seus impactos no mundo pós-pandemia? Assista nosso vídeo:

3. Tecnologia da Informação

Já imaginou um imenso banco de dados contendo todas as informações sobre a saúde dos seus pacientes?

Agora imagine essa ferramenta otimizada através do uso da inteligência artificial, para traçar diagnósticos preventivos e diversas outras recomendações.

É assim que a tecnologia da informação está sendo inserida no cuidado com a saúde das pessoas. 

A evolução exponencial da tecnologia da informação, e sua utilização na Medicina, vem permitindo que os sistemas de saúde possuam cada vez mais informações sobre a saúde das pessoas e utilizem esses dados para executar estratégias cada vez mais eficazes de prevenção.

Esta tendência produzirá, em um futuro não tão distante, impactos significativos na longevidade das pessoas. 

Com mais informações sobre a saúde das pessoas, haverá mais prevenção e, consequentemente, mais qualidade de vida.

A otimização dos gastos, por meio de um uso mais assertivo dos recursos financeiros, é outra característica possibilitada pela tecnologia da informação. 

Afinal, a coleta de dados permitirá uma análise mais precisa sobre quais são as principais necessidades e quais setores demandam maior investimento. 

4. Edição genética no cuidado com a saúde

Uma das grandes expectativas relativas ao futuro da Medicina provém dos estudos direcionados à edição genética.

A edição de genes ou edição genética é um campo da ciência que trabalha com a manipulação dos fenótipos presentes nos genes do nosso organismo.

O intuito da edição genética é a promoção de alterações substanciais na longevidade das células e em sua resistência a ferimentos ou doenças.

O tema é debatido há várias décadas e sempre suscitou, para além da expectativa, muito debate sobre os limites da ciência e questões de ética

Entretanto, a evolução nas pesquisas e a descoberta de novos modelos de edição genética trouxe de volta esse estudo que já desponta em 2021 como uma importante tendência a se consolidar com o passar dos anos. 

5. O cuidado com a saúde estará em todos os lugares

A chegada da COVID-19 mostrou ao mundo inteiro o quanto uma pandemia afeta todos os setores da sociedade e, principalmente, o quanto a saúde de todos é de extrema importância e deve ser preservada. 

Esse fenômeno trágico impôs à sociedade a desafiadora missão de redesenhar modelos de convivência que não se sustentarão em um mundo pós-pandemia. 

O novo normal precisará de novos formatos, de novas práticas e, para isso, o cuidado com a saúde deverá estar em todos os lugares.

Neste âmbito, a tecnologia também será uma forte aliada. 

Empresas, escolas e diversos outros espaços com grande circulação de pessoas deverão implementar medidas de biossegurança e de monitoramento de saúde para impedir novas contaminações.

O trabalho remoto, ou home office, será uma das principais ferramentas de proteção, além de colaborar com a melhoria da qualidade de vida. 

2021 será um ano decisivo para esse cuidado preventivo com a saúde e, sem dúvida, definirá alguns caminhos a serem seguidos no nosso futuro próximo. 

Saiba mais sobre tendências para o novo normal, agora pensadas para o seu consultório médico em nosso vídeo:

Gostou deste conteúdo? Qual tendência para o cuidado com a saúde mais te interessou? Conta pra gente nos comentários!

Para receber mais conteúdos como este, basta assinar nossa newsletter.

Sair da versão mobile