Honorários Médicos: como calcular usando a tabela CBHPM

Honorários Médicos: como calcular usando a tabela CBHPM

Rafael Coda Gestão da Clínica

Leia em 4 min.

Última atualização em 16/05/2022 por Yasmim Mayumi

Os honorários médicos são os pagamentos que os profissionais recebem pela prestação dos serviços, e a tabela CBHPM padroniza um valor mínimo que os médicos devem receber para cada procedimento.

A vocação dos profissionais de saúde é cuidar de pessoas e salvar vidas. Para cumprir essa missão tão valiosa, é preciso ter qualidade de trabalho e remuneração justa.

Ou seja, é preciso receber um valor que valorize sua profissão e permita que você continue cuidando de outros pacientes, bem como de si mesmo.

Apesar da gestão financeira ser algo fundamental para qualquer profissional e negócio, os cursos tradicionais de Medicina não capacitam os estudantes sobre essas questões.

Para calcular os honorários médicos de forma justa, é essencial conhecer a tabela CBHPM, documento divulgado pela Associação Médica Brasileira.

Neste artigo você vai aprender: 

O que é a Classificação de Procedimentos Médicos (CBHPM)?

A CBHPM, Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos, é um referencial para o valor mínimo que deve ser cobrado nos horários médicos, ou seja, o mínimo que os médicos devem receber pelos serviços.

Essa classificação é criada e divulgada pela Associação Médica Brasileira e demais sociedades médicas, com o apoio da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas.

A primeira edição do documento foi elaborada em 2003 devido à necessidade de valorizar o trabalho dos profissionais na saúde suplementar

Antigamente, cada operadora tinha sua própria tabela de valores, o que resultava em tabelas completamente diferentes com valores baixos que deixavam os médicos mal remunerados.

A classificação foi dividida em 14 portes, cada um com 3 subdivisões. As operadoras aderiram à tabela progressivamente e a ANS também reconheceu oficialmente o documento.

A resolução nº 1.673/03 do CFM estabelece a classificação como padrão mínimo e ético para a remuneração dos médicos no sistema de saúde suplementar.

Qual a importância da tabela de honorários médicos?

O principal benefício da CBHPM é a garantia da valorização profissional e remuneração justa para os médicos. Ela também engloba procedimentos de laboratórios e exames de imagem.

As operadoras de saúde, por exemplo, conseguem mais agilidade nos processos ao contar com uma tabela padronizada de valores e saber que o próprio médico já tem conhecimento da CBHPM.

Apesar da tabela beneficiar principalmente os médicos, os pacientes também são valorizados, porque sabem exatamente quais procedimentos e valores são comprovados pela Associação Médica.

Logo, a relação médico-paciente fica mais transparente, o que traz mais credibilidade para a imagem profissional da clínica.

Para quem é gestor de clínicas, consultórios e demais instituições, a auditoria e controle de custos são facilitados, porque você sabe quanto gastará de acordo com o número de profissionais atendendo no local.

Veja um resumo dos principais benefícios da CBHPM:

  • Valorização profissional;
  • Remuneração justa para os médicos;
  • Agilidade nos processos das operadoras de saúde;
  • Transparência na relação médico-paciente;
  • Facilidade na auditoria e controle de custos;
  • Preservação da qualidade dos serviços de saúde;
  • Padronização das cobranças no país.

Como calcular honorários médicos pela CBHPM?

1. Entenda como a classificação funciona

Você já deu o primeiro passo para calcular os honorários médicos pela CBHPM neste artigo: aprender sobre o que ela é, seu contexto, importância e vantagens.

Porém, também precisa saber que a classificação não vai dar valores como R$ 500,00 ou R$ 1.340,00 para os procedimentos. Ela vai orientar como os valores devem ser calculados.

A divisão da CBHPM é feita com base nos seguintes parâmetros:

  • Tempo de execução
  • Complexidade técnica
  • Grau de treinamento necessário
  • Atenção requerida

Cada procedimento recebe uma nota com base nesses parâmetros. O cálculo também é influenciado por estes fatores:

  • Valores dos aportes
  • Pagamento líquido do profissional de saúde
  • Unidade de Custo Operacional (UCO)
  • Folha de pagamento

Todas essas notas e fatores têm valores específicos que devem ser inseridos na fórmula da CBHPM.

A UCO, por exemplo, é única para todos os procedimentos e leva em consideração a depreciação de equipamentos, aluguel, folha de pagamento e demais despesas do médico. 

Assim, a fórmula da CBHPM engloba o valor da remuneração pelo serviço e os custos operacionais ao mesmo tempo.

Fórmula da tabela CBPHM para honorários médicos

Os valores da CBHPM são atualizados anualmente para seguirem a inflação com base no INPC, divulgado mensalmente pelo IBGE.

2. Estude um exemplo prático

Vamos supor que você seja uma médica ginecologista obstetrícia especializada em endometriose e recebe muitas pacientes com essa doença.

Um dos procedimentos que você mais realiza é a cirurgia via laparoscopia que remove os focos de endometriose. A tabela classifica esse procedimento como 9B e o custo operacional costuma ser de R$ 44,61*.

A CBHPM coloca o valor R$ 2.959,99 para o subporte 9B. 

Usando a fórmula você chega ao preço mínimo do procedimento:

1 * 2.959,99 + 44,61 * 21,89 =

  1. 959,99 + 976,51 =

3.936,50

Alguns procedimentos podem receber portes fracionados, o que varia a quantidade de vezes que o valor será multiplicado. Caso tenha dificuldades de entender a tabela, conte com a ajuda de um especialista na área

Vantagens em utilizar a tabela de honorários médicos

Segundo a SOGESP, 70% dos médicos não sabem usar a tabela CBHPM para calcular honorários médicos.

Pensando nisso, a sociedade criou um manual para orientar os especialistas sobre como estabelecer seus honorários com base nas diretrizes da ANS e CBHPM.

No site da SOGESP a última edição disponibilizada do manual é a de 2019.

As vantagens de utilizar a tabela de honorários médicos são inúmeras, mas a principal é garantir que você receberá um valor justo, ético e que valorize seu serviço.

Receber um valor coerente não significa que você está deixando de focar na sua vocação de salvar vidas. Na verdade, você está assegurando que continuará tendo os recursos necessários para exercer sua profissão.

Caso tenha uma clínica ou consultório próprio, utilizar a tabela CBHPM para firmar contratos com outros médicos e profissionais também facilitará um processo que costuma ser burocrático.

Afinal, você estará baseando os salários dos profissionais em uma tabela reconhecida por instituições médicas.

Gostou deste conteúdo? Inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter para receber mais artigos em seu e-mail:

Cadastre-se na Newsletter do iClinic

Sobre o autor

Rafael Coda

CEO e co-fundador da Medicinae Solutions, soluções financeiras médicas para a área da saúde, e líder da tribo fintech da iClinic, focada em soluções inovadoras para médicos de clínicas e consultórios.