Entenda a diferença entre e-mail marketing e automação de marketing

Entenda a diferença entre e-mail marketing e automação de marketing

Leia em 5 min.

Como descobrir qual a melhor ferramenta para divulgar a minha clínica por meio do correio eletrônico? Entenda neste artigo a diferença entre e-mail marketing e automação de marketing!

Quer escutar o artigo ao invés de ler? É só clicar no play aqui embaixo:

Com os avanços tecnológicos, surgiram uma série de ferramentas que têm como principal objetivo divulgar negócios dos mais diversos segmentos na Web.

Para aproveitar ao máximo o que cada uma delas oferece é necessário conhecer suas funções. Por isso, aqui, você vai entender a diferença entre e-mail marketing e automação de marketing.

Muitas vezes, os dois recursos são tratados como sinônimos. No entanto, cada um tem uma função e suas particularidades, portanto, devem ser usados em situações específicas.

Esse conhecimento é fundamental para que as campanhas digitais alcancem o máximo em desempenho.

Está preparado para conhecer essas peculiaridades e aplicar os conceitos para impulsionar o nome da sua clínica na internet? Acompanhe o nosso artigo e saiba mais!

O que é e-mail marketing

Para compreender a diferença entre e-mail marketing e automação de marketing, vamos conceituar aqui a primeira estratégia, voltada à promoção do diálogo entre a clínica e os seus pacientes.

O e-mail marketing permite que as mensagens sejam segmentadas de acordo com seus objetivos e personalizadas considerando o destinatário.

Quando há uma sintonia entre o conteúdo e o título, inicia a construção de um relacionamento saudável entre o médico e o paciente.

A possibilidade de investir em vários tipos de mensagem — como lembretes de consulta ou felicitações pelo aniversário — é o que torna esse diálogo possível. A grande vantagem da ferramenta é a possibilidade de utilizar métricas de avaliação de desempenho e mensurar os resultados.

Como a estratégia permite que o remetente tenha acesso a quantas pessoas leram a mensagem ou, simplesmente, descartaram, é possível realizar mudanças no planejamento até encontrar uma linguagem ideal para estimular o paciente a abrir a correspondência.

O que é automação de marketing

A automação de marketing nada mais é do que o envio automático de e-mails pré-determinados.

Digamos que você realize cirurgias no consultório e seja necessário educar o paciente quanto ao que fazer pós-cirurgia. Para isso, você poderia programar uma automação de marketing, com alguns e-mails explicativos sobre o cuidado com os curativos e lembretes de remédios do dia.

automacao-de-marketing-para-medicos

Essa é uma ótima ferramenta para a fidelização de pacientes, pois você é capaz de manter o cuidado e a atenção, mesmo de longe. E o seu atendimento, além da marca da sua clínica, estará sempre presente no dia a dia do paciente.

Para utilizar a automação de marketing, você precisa definir “critérios de entrada” que iniciam o envio desses e-mails para as pessoas.

Alguns exemplos são pacientes que tem uma consulta agendada (então você enviaria lembretes de consulta), pacientes que saíram de uma consulta (você pode enviar pesquisas de atendimento no pós-consulta), pacientes que passaram por cirurgia (com envio de automação de tratamento pós-cirúrgico), e entre outros.

Além disso, conforme você faz uso da ferramenta, descobre diversas formas de potencializar as ações de marketing digital da clínica. Entre os benefícios, podemos citar:

  • tratamento individualizado, afinal, são consideradas as necessidades de cada paciente em específico, permitindo que você sugira uma solução para os seus problemas, o que aumenta a chance de fidelizá-los;
  • otimização do gerenciamento de contatos, com a segmentação das listas de acordo com o comportamento e interesse de cada grupo de pacientes;
  • automação em outras plataformas, por exemplo, ao integrar listas de contatos telefônicos.

Diferença entre e-mail marketing e automação de marketing

A apresentação dos conceitos de cada ferramenta pode passar a impressão de que as ferramentas realmente são a mesma coisa, não é mesmo? Agora, vamos explicar a diferença entre e-mail marketing e automação de marketing de forma prática.

Quando você produz um material, como um cartão para desejar Feliz Natal, e envia para uma lista de contatos, significa que você utilizou um recurso do e-mail marketing.

Já a automação de marketing permite que você personalize os recursos. Por exemplo, você pode utilizar uma automação de marketing para todo paciente que se consultar com você.

Ao ter esse recurso habilitado, ao fim de cada consulta, a ferramenta enviará um e-mail automaticamente para seu paciente perguntando sobre o que ele achou do atendimento, sem você ter que ficar programando toda vez – o que acontece com o e-mail marketing.

marketing-digital-para-clinicas

A diferença entre as duas ferramentas não para por aí. Por exemplo, alguns servidores de e-mail apresentam a taxa de abertura dessas mensagens. Ainda assim, a automação apresenta dados mais completos que a simples abertura da mensagem.

Nesse sentido, os fluxos de automação expõem toda a interação do paciente após a abertura da mensagem. Isso permite que ele tenha um atendimento personalizado, pois você pode deixar de enviar conteúdos que não o interessa.

Ou seja, é possível verificar quais e-mails despertaram mais o interesse de seus pacientes. Assim, as estratégias da clínica podem ser mais efetivas.

Exemplos de e-mails que podem estar nos dois modelos

Você pode enviar apenas um e-mail marketing, ou investir em uma ferramenta de automação. Essa escolha não afeta o conteúdo que você pode enviar, mas faz toda a diferença para estabelecer a estratégia utilizada.

Os dois modelos comportam bem o envio de mensagens com os seguintes objetivos:

  • informativos;
  • pesquisas de satisfação;
  • retorno de consultas;
  • aniversários e datas comemorativas.

Como escolher entre as duas ferramentas

O ideal é combinar as duas estratégias. A automação de marketing deve tomar a posição de ação contínua, enquanto o e-mail marketing funciona muito bem como um evento pontual.

Por exibir resultados mais completos, a automação influencia diretamente os resultados da clínica. No entanto, ainda se faz necessário o uso do e-mail marketing. Tudo vai depender dos objetivos e do planejamento prévio de divulgação.

É importante lembrar, é claro, que tanto o trabalho de escolha quanto a utilização das ferramentas podem ser complexos. O trabalho de um profissional da área médica exige tempo e dedicação. Por isso, não hesite em contratar uma agência especializada em marketing médico.

Além de ser qualificada para orientá-lo de forma eficiente, uma empresa com experiência no assunto otimiza o seu investimento e proporciona um direcionamento correto para melhores resultados.

Mesmo que você tenha orientação profissional para utilizar ambos, o conhecimento é fundamental. Até porque ninguém melhor do que você para conhecer as demandas dos seus pacientes.

Ficou interessado nos benefícios que esses recursos podem trazer para sua clínica? Confira nosso guia gratuito de marketing digital para médicos:

Guia sobre marketing digital para médicos

Entendeu as diferenças entre as ferramentas? Conta pra gente aqui embaixo nos comentários, e não se esqueça de compartilhar o conteúdo com seus amigos!


Sobre o autor

Yasmim Mayumi

Especialista em Marketing de Conteúdo e estudante de Letras na Barão de Mauá em Ribeirão Preto.