Como o Rodrigo Noronha dobrou o faturamento das suas clínicas em 6 meses

Como o Rodrigo Noronha dobrou o faturamento das suas clínicas em 6 meses

Victoria Facundes Casos de Sucesso Leave a Comment

Última atualização em

Leia em 4 min.

Conseguir dobrar o faturamento de quatro clínicas durante uma crise é um verdadeiro desafio, e o Rodrigo Noronha conquistou isso com excelência. Hoje, seu trabalho é ainda mais prático com a ajuda do iClinic.

É difícil imaginar um Engenheiro Mecânico liderando clínicas médicas de sucesso, não é? Mas foi exatamente o que aconteceu no caso do Rodrigo Noronha, um dos parceiros da iClinic.

O programa de parcerias da iClinic tem parceiros empreendedores como o Rodrigo Noronha, que além de serem empenhados em suas jornadas administrativas, também se preocupam em oferecer o melhor serviço possível para os profissionais da área da saúde.

Confira a seguir como o Rodrigo Noronha conseguiu abrir quatro clínicas de sucesso, e como seu trabalho de consultório é facilitado com a ajuda do iClinic. Acompanhe!

Um pouco sobre a jornada do Rodrigo Noronha

O Rodrigo Noronha se formou em Engenharia Mecânica na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e possui um MBA em Gestão de Negócios pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Atualmente é especialista em ajudar proprietários de clínicas a alavancarem seus negócios. Em sua entrevista, ele nos contou como conseguiu ter sucesso em sua carreira na área da saúde.

Como engenheiro, Rodrigo trabalhou por muitos anos em grandes empresas, como a Honda Automóveis e a Embraer. Durante esse período, já começou a empreender e investir em diferentes setores, como construção civil, automóveis, distribuidora e e-commerce.

“Eu sempre estudei muito o mundo empresarial e eu não lia coisas de engenharia, eu lia coisas de empresas e isso foi abrindo minha cabeça e me dando cada vez mais vontade de empreender.”

Foi então que, em 2010, Rodrigo decidiu abrir sua primeira clínica. Ele viu um grande potencial neste mercado e também percebeu que a grande maioria dos profissionais da saúde não possuíam conhecimento sobre gestão, o que foi visto como uma boa oportunidade para empreender.

Em apenas três meses, sua primeira clínica já estava com fila de espera de um mês. Após seis meses, Rodrigo decidiu abrir a segunda clínica, que também se tornou um grande sucesso em pouco tempo.

Depois de dois anos, foi aberta a terceira unidade. Como ele ainda trabalhava na Embraer durante esse período, ele gerenciava a clínica à distância e a visitava apenas aos finais de semana.

“Eu saia da Embraer e ia para a casa, estudava, pesquisava, fazia contas e principalmente muito marketing.”

Contudo, devido à crise político-econômica de 2014 houve uma recessão nos negócios, afetando diretamente a renda mensal da clínica.

“Em pouco tempo as coisas começaram a ficar difíceis, o que antes estava dando lucro começou a dar prejuízo. Eu vi que eu tinha que me reinventar, não adiantava ficar esperando o tempo passar.”

Durante a crise, Rodrigo começou a estudar e investir ainda mais em marketing digital. Em seis meses, o faturamento das clínicas dobrou.

“Eu percebi que eu tinha um método. Eu tinha desenvolvido um modelo de gestão.”

Desde 2012, ele já ajudava empresários de clínicas ensinando gestão gratuitamente. E essas pessoas começaram a indicá-lo para outros conhecidos, amigos e parentes. Aos poucos, ele foi começando a cobrar por seu trabalho e em pouco tempo criou uma empresa de mentoria.

“Em 2016 eu entrei em uma encruzilhada na minha vida: eu sigo na carreira com as clínicas ou eu foco na consultoria e na mentoria? E eu optei pela mentoria, por dois motivos: primeiro, satisfação profissional. Eu amo ensinar, falar, cada dia é um dia diferente com desafios diferentes. Eu tenho que pegar o problema do outro e ajudá-lo a resolver e em poucos meses a vida dele está transformada. Isso me agrada absurdamente, me dá uma satisfação incrível fazer esse tipo de trabalho. O segundo motivo foi o financeiro, é claro. Financeiramente é muito viável.”

A partir de 2017 focou somente na mentoria e em 2018 começou a formar pessoas para aplicar o seu método também. Foi então que ele teve a ideia de criar um curso online.

“Eu peguei tudo que eu aprendi, tudo que eu validei nas minhas clínicas e em várias outras clínicas, e transformei em um curso chamado de GIC – Gestão Inovadora de Clínicas. Tudo que deu certo eu organizei e fiz um curso. É como se fosse um MBA em gestão de clínicas. Diferente de tudo que tem no mercado. Provado e comprovado por vários alunos e vários mentorados.”

Atualmente, Rodrigo possui uma empresa de mentoria, com funcionários e parceiros, com os quais se comunica online semanalmente.

Continue a leitura para saber como Rodrigo conheceu e porque se interessou pela iClinic!

Como começou a parceria com a iClinic?

Perguntamos ao Rodrigo porque ele se interessou em ser um parceiro iClinic. Olha só o que ele comentou:

“Uma das primeiras coisas que eu falo no curso e em um monte de conteúdos que eu publico: é fundamental (o médico) ter um sistema de gestão. Acabei conhecendo o iClinic por indicação de um aluno. Eu entrei, pesquisei, avaliei. Já havia conhecido vários outros do mercado e o iClinic atende tudo que eu preciso. Lá tem tudo que eu ensino.”

Ele também falou nos contou sua impressão sobre a parceria:

“Eu gostei da atitude e principalmente do cuidado que vocês tem com o parceiro, vocês perguntam para ver se está tudo bem e dão feedback. É fantástico! O apoio que tem para o parceiro é ótimo. Eu indico de olhos fechados. E não basta o apoio que vocês dão para mim, mas também para os meus clientes. Isso é prioridade pra mim. Vocês podem ter um relacionamento ótimo comigo, mas se não atender bem os meus alunos, acabou a amizade. Até hoje eles têm sido atendidos absolutamente bem, a parceria tem sido ótima.”

Sobre os diferenciais que o iClinic oferece, essa foi a opinião do Rodrigo:

“O que me chamou atenção é a facilidade de uso, uma interface limpa, fácil, mesmo que você não seja um expert em informática, que é a grande maioria dos meus clientes. Tem vários indicadores, várias ferramentas. Suporte muito bom, preço coerente no mercado. Uns são bons em uma coisinha, mas são ruins na outra. O iClinic eu acho que fechou um pacote muito bom.”

Nós também perguntamos o que mudou para ele quando começou a parceria com a iClinic. Essa foi a resposta:

“Facilita porque você tem um controle melhor, as pessoas que começaram a utilizar o sistema já conseguem conversar, analisar, você já consegue sentar com o proprietário da clínica e ver “olha, melhorou ou tá ruim aqui, tá bom aqui”. Então claro, facilita o trabalho. Para quem não tem isso aí, em pouco tempo a gente trabalha e foca para que ele tenha.”

Quer conhecer mais sobre a empresa do Rodrigo? Acesse o site e saiba mais.

Se interessou pelo Programa de Parcerias da iClinic? Clique aqui e se cadastre agora mesmo para ser um de nossos parceiros.


Sobre o autor

Victoria Facundes

Especialista em Gestão de Canais e estudante de Design Gráfico na Barão de Mauá de Ribeirão Preto.