Administração e Gestão

[Planilha Grátis] Simulador de impostos para clínicas e consultórios

Gerir uma clínica não é tarefa fácil. Ainda mais quando sua atenção é dividida entre várias áreas da clínica: consulta, administração, financeiro… enfim, a lista parece não ter fim.

Mas a tarefa mais difícil envolve as áreas que não estamos acostumados a trabalhar, não é mesmo? Ouso dizer que o financeiro é o mais complicado. Certo?

Porém, existe um jeito fácil de entender melhor o financeiro da sua clínica. Principalmente no âmbito pessoa física versus pessoa jurídica. Qual é o melhor para a sua realidade?

Neste artigo vamos te mostrar que, com apenas três informações do dia a dia da sua clínica, você consegue visualizar qual a melhor opção para a sua realidade no pagamento de impostos. Vamos lá?

Pessoa física x pessoa jurídica

Uma das principais dúvidas ao se ter uma clínica é se realmente compensa adquirir um CNPJ (e operar como pessoa jurídica), ou se apenas ser pessoa física com funcionários contratados é suficiente.

Ter uma clínica como pessoa física te dá a opção de pagar o IRPF (Imposto de Renda de Pessoa Física) como você já faz regularmente. Porém, o INSS cobrado pelo seu funcionário contratado provavelmente será o fator de maior peso nos seus impostos.

Já como pessoa jurídica, é preciso declarar os lucros da clínica, algo que talvez não agrade a você. Em contrapartida, o INSS cobrado por funcionário contratado tem um peso menor.

blog-simulador-de-impostos-para-clinicas-2

O que compensa mais?

Para descobrir, separe esses três fatores referentes à sua clínica: Receita Mensal, Salário Bruto Mensal dos funcionários (com impostos) e Pró-Labore.

Receita Mensal

Receita mensal é tudo aquilo que se arrecada no mês. Seja com atendimentos ou procedimentos, o importante é ter tudo registrado.

Para fins tributários, você deve declarar a receita mensal das notas fiscais emitidas. Por isso é importante que você trabalhe regularmente com notas fiscais.

Salário Bruto Mensal dos funcionários

Na contabilidade, existe o conceito bruto versus líquido.

Um valor classificado como bruto envolve o total antes de qualquer desconto de imposto. Exemplo: receita bruta mensal, salário bruto mensal etc.

Já o valor classificado como líquido é o total resultante após o desconto de todos os impostos. Primeiramente, um valor será bruto para depois ser líquido. Dessa forma, a receita bruta se transforma em receita líquida.

blog-planilha-simulador-de-impostos-para-clinicas-1

No âmbito tributário, é preciso o valor referente ao salário bruto mensal dos funcionários.

Pró-Labore

Pró-Labore é o valor pago aos sócios da clínica mensalmente. Ele é referente ao salário do médico que além de ser sócio da clínica também faz atendimentos. Por isso, o pró-labore deve ser obrigatoriamente igual ou maior que um salário mínimo.

Além do pró-labore, é possível dividir os lucros da clínica. Porém, para efeitos de tributação, somente o valor do pró-labore é necessário.

Dados em mãos? Agora basta inseri-los na nossa Planilha de Simulador de Impostos.

Nela fazemos a comparação do valor de imposto pago para todas as classificações de pessoa jurídica com a de pessoa física. Assim, você descobre facilmente qual é a melhor opção para você.

Baixe agora a nossa planilha grátis de simulação de impostos!

Planilha Grátis: Simulador de Impostos para Clínicas

Veja também:

Casos de Sucesso ... Mar 20, 2018

Caso de Sucesso no Atendimento Humanizado: Espaço Médico Descomplicado

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Materiais Educativos iClinic

Produtividade ... Feb 23, 2016

10 dicas para organizar a agenda do consultório

Veja também:

Casos de Sucesso ... Mar 20, 2018

Caso de Sucesso no Atendimento Humanizado: Espaço Médico Descomplicado

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Materiais Educativos iClinic

Produtividade ... Feb 23, 2016

10 dicas para organizar a agenda do consultório

comments powered by Disqus