Parar de fumar: App aumenta 16 vezes as chances de sucesso do paciente

Parar de fumar: App aumenta 16 vezes as chances de sucesso do paciente

Felipe Lourenço Tecnologia na Saúde

Leia em 3 min.

Última atualização em 06/07/2021 por Maria Beatriz Oliveira

Mesmo muito tempo depois do primeiro estudo científico sobre os perigos e danos à saúde do consumo de tabaco ser publicado, em Janeiro de 1964 – 50 anos atrás – pelo Dr. Luther L. Terry  e de mais de 7 mil artigos hoje disponíveis na literatura biomédica relacionados ao fumo e suas consequências, mais 1 bilhão de pessoas no mundo todo fumam. Só nos Estados Unidos, 45 milhões dos adultos fumam, mais de 8 milhões tem problemas sérios de saúde causados pelo consumo de tabaco e 438 mil morrem prematuramente todo ano em resultado do hábito de fumar, segundo Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

No Brasil, o número de fumantes é de cerca de 24,6 milhões de pessoas, cerca de 17,2% da população do país, segundo o IBGE

Os problemas relacionados ao tabagismo já são mais do que conhecidos pela comunidade médica e sociedade em geral. Segundo o Comitê Geral em Tabagismo e Saúde norte americano, o consumo de cigarro é:

– Um dos maiores responsáveis pelo Câncer de Pulmão e Laringe em homens;

– Um dos prováveis responsáveis pelo Câncer de Pulmão em mulheres;

– A causa mais importante da Bronquite Crônica.

Aplicativo para parar de fumar

Resolver este problema é um desafio constante de muitos profissionais de saúde e, inclusive, de políticas públicas voltadas à saúde e no campo da tecnologia aplicada, hoje já existem muitos aplicativos que buscam ajudar o fumante a deixar o vício. no entanto, até hoje nenhum chegou a abordar o tema de forma tão séria, inovadora e eficiente quanto o SmartQuit.

Desenvolvido pela empresa americana 2Morrow, o aplicativo oferece ao paciente uma ferramenta baseada no comportamento humano e na Acceptance and Commitment Therapy (ACT) – ou Terapia de Aceitação e Compromisso – para o tratamento do vício e hábitos tabagistas.

Como o aplicativo funciona?

O aplicativo funciona de forma muito simples. Primeiro, o fumante cria um plano pessoal para parar de fumar, o qual respondendo algumas perguntas ele fica atento a cada impulso que sente para acender um cigarro.

A partir de então, a cada vez que o paciente registra um impulso, começa a aprender novos modos de pensar a respeito desses impulsos para que possa assim identificá-los e entendê-los, sem a necessidade de fumar, através de exercícios mentais.

O aplicativo ainda conta com uma página de *coaching, *que ajuda na motivação do paciente com dicas para sucesso do tratamento e histórias de ex fumantes, por exemplo.

A ciência por trás do App e seu potencial

Sob a assessoria do Phd em Psicologia Clínica, Dr. Jonathan Bricker, o aplicativo foi desenvolvido com base nos estudos do Dr. de aplicação da teoria behaviorista, ou comportamentalista, em usuários de tabaco. A efetividade do app foi comprovada em uma pesquisa aleatória com cerca de 1.000 fumantes que mostrou que aqueles que o utilizaram tinham 16 vezes mais chances de largar o vício do que os que utilizavam métodos tradicionais.

Você pode acessar a pesquisa o relatório completo, publicado pelo Fred Hutchinson Cancer Research Center clicando aqui e o artigo do teste aleatório que comprovou a eficácia do método clicando aqui.

Apesar da comprovação, Jonathan planeja realizar outros estudos e testes para comprovar os efeitos da utilização de um aplicativo móvel na mudança de comportamento humano. Recentemente, a empresa foi escolhida pelo Washington Life Sciences Discovery Fund Grant para continuar as pesquisas em modelos reais de distribuição global e o Instituto Nacional de Câncer norte americano ofereceu uma bolsa no valor de** 3,1 milhões de dólares** ao Dr. Bricker para prosseguir com a evolução do projeto.

“Estamos falando de 200 milhões de downloads nos próximos três anos de aplicativos com a função de mudar um determinado comportamento, seja ele parar de fumar, de beber ou mesmo perder peso” diz Jonathan.

E a ideia não se limita apenas ao tabagismo, a empresa também conta com outros projetos focados na redução de peso e de motivação pessoal, também oferecidos pela 2Morrow.

O SmartQuit está disponível para Android, Windows Phone e iOS.

Antes de ir, cadastre-se na nossa newsletter e receba dias exclusivas de Saúde e Tecnologia:

Cadastre-se na Newsletter do iClinic

Sobre o autor

Felipe Lourenço

Fundador da iClinic, empresa de software médico em nuvem líder na América Latina. Graduado em Informática Médica pela Universidade de São Paulo (USP), especialista de Tecnologia em Gestão em Saúde, com passagens pelo mercado europeu e pelo Vale do Silício, possui mais de dez anos de experiência no setor.