O que uma clínica pode aprender com a Disney?

No livro “Os bastidores da Disney”, Tom Connellan lança um conceito diferente de concorrência. Ele propõe que uma boa experiência com uma marca ou empresa se torna referência para o consumidor (e a partir daí concorrente pela satisfação do cliente).

Não se trata apenas de ser melhor que seus concorrentes, mas estar entre as melhores experiências, atendimento, oferta – independente do segmento de atuação.

Usando esse conceito, um pouco mais focado no setor da Saúde: diferentes players surgiram nos últimos anos, com uma oferta de valor com foco no cliente. Negócios como o Dr. Consulta e o DocWay, que definem bem seu nicho de atuação, usam a tecnologia para oferecer um atendimento de alto nível. Mesmo que existam diferentes nichos nesse mercado, de pacientes particulares, de convênios, do SUS – e a faixa do Dr. Consulta, entre esses dois últimos – o fato é que as pessoas passam a ter uma experiência “em saúde” em um nível novo. A referência se tornou mais alta, mais exigente.

Então a primeira coisa a se pensar, quando se reflete sobre ter ou não uma clínica, é compreender que existe um desafio e uma empreitada empresarial.

Questões de finanças, controles, marketing, gestão de pessoas, tecnologia da informação serão parte desta jornada.

Portanto a pergunta é: você quer enfrentar essas questões como parte da sua vida profissional?

Quando o desejo for de se engajar em empreender, ser sócio de uma clínica, é importante dispor de ferramentas poderosas para ajudar você a construir uma gestão competente.

Existem todos os tipos de soluções - e que hoje são muito acessíveis - para deixar tudo mais controlado, organizado e simples.

Existem duas condições necessárias para desenvolver um trabalho de alta performance na gestão: participação dos sócio(s) e de pessoas engajadas. Esta segunda implica na contratação de profissionais competentes, capacitados (e devidamente remunerados).

E claro, também fazer uso de ferramentas de desenvolvimento, na gestão, como plano individual de metas, feedback, avaliação de desempenho.

Outro assunto importante - e polêmico – são os impostos e a formalização do trabalho. Com toda a digitalização que vivemos, é mais barato ser bom na gestão, pagar os impostos e não correr riscos trabalhistas, tributários e fiscais desnecessariamente.

Busque o melhor enquadramento tributário para seu negócio dentre as alternativas contabilmente previstas na lei. Esses são preceitos que facilitam a organização e controle – protegendo a ocorrência de fraudes.

Tudo isso é um trabalho e tanto, mas também, uma jornada fascinante!

É preciso querer, estar disposto a ficar fora da sua zona de conforto e de preferência gostar disso! Outros caminhos passam pela opção de trabalhar em um hospital, em outra clínica, no Dr. Consulta, por exemplo... todas as alternativas são válidas!

O importante é decidir por aquilo que seja mais alinhado com seus objetivos profissionais, de carreira e de vida.

Sobre a autora
Jeanete Herzberg: Graduada e Pós-Graduada em Administração pela EAESP-FGV, sócia da Interact Gestão de Negócios, prestadora de serviços de administração para Clínicas e Consultórios, autora do livro “Sociedade e Sucessão em Clínicas”.

Veja também:

Casos de Sucesso ... Mar 20, 2018

Como o Espaço Médico Descomplicado realiza atendimento humanizado através da tecnologia

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Materiais Educativos iClinic

Produtividade ... Feb 23, 2016

10 dicas para organizar a agenda do consultório

Veja também:

Casos de Sucesso ... Mar 20, 2018

Como o Espaço Médico Descomplicado realiza atendimento humanizado através da tecnologia

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Materiais Educativos iClinic

Produtividade ... Feb 23, 2016

10 dicas para organizar a agenda do consultório

comments powered by Disqus