Controle Financeiro

Como fazer o Fluxo de Caixa da clínica

O Fluxo de caixa é uma ferramenta de gestão adotada por empresas para controlar sua movimentação financeira durante um certo período, sendo utilizado também, entre outras coisas, para encontrar viabilidade financeira em projetos.

Com a projeção por períodos futuros de todas as entradas e saídas das empresas, o fluxo de caixa torna-se uma poderosa ferramenta estratégica para se ter noção da situação de sua empresa em um dado momento.

Tenha em mente que os registros e suas análises precisam ser baseadas em dias. Fizemos um vídeo com um exemplo de análise de fluxo de caixa. Olha só o que o Caio, especialista em finanças, explica:

 

Um fluxo de caixa é utilizado para avaliar situações futuras e conseguir administrar, planejar e controlar toda a estrutura financeira de sua clínica.

Em resumo, o fluxo de caixa é uma ferramenta para a gestão financeira de seu consultório e também para seu planejamento a curto, médio e longo prazo.

Como um fluxo de caixa é estruturado

Fazer um fluxo de caixa pode ser uma tarefa difícil e longa, mas sua estrutura pode ser facilmente entendida apenas classificando as contas que entram e as que saem.

A estrutura de um fluxo de caixa pode ser composta em três grandes grupos, são eles: atividades operacionais, atividades de investimento e atividades de financiamento.

Fluxo de Caixa para clínicas e consultórios

Como fazer o Fluxo de Caixa da clínica

O Fluxo de caixa em si é algo extremamente simples, mas sua aplicação depende de conhecimentos prévios sobre alguns assuntos.

Uma clínica pode ter vários tipos de contas e elas precisam ser separadas corretamente dentro do fluxo de caixa para que ele fique com sua estrutura ideal.

Por isso você precisa classificar corretamente todas suas receitas e despesas.

Então, vamos aos conceitos:

Receita é tudo aquilo que entra na sua clínica oriundo da venda de algum produto ou serviço, e despesa é todo gasto incorrido nesse mesmo período de tempo para se ter essa receita.

Precisa-se tomar cuidado com estas classificações para que o fluxo de caixa da clínica seja fique com uma boa estrutura.

O que é receita e o que é despesa em uma clínica

Como dito, a prática é muito mais relevante para um negócio.

As definições de receita e despesa podem deixar algumas dúvidas, então vamos saná-las apresentando alguns exemplos de receitas e despesas que uma clínica pode ter:

Exemplos de receitas podem ser:

  • a consulta que você realiza,

  • o faturamento dos convênios,

  • o aluguel de uma sala a um terceiro profissional,

  • os procedimentos/cirurgias que realiza em um determinado paciente.

As despesas são:

  • o aluguel,

  • as compras de acessórios para uso diário,

  • o pagamento de contas de água, luz e telefone,

  • o salário de sua recepcionista e outros funcionários que colaboram na clínica.

Esses são alguns exemplos de contas que você pode ter em uma clínica médica.

Claro que podem existir outras contas, e você precisa adaptá-las ao fluxo de caixa que estiver utilizando para seu controle financeiro.

Estas contas não se limitam a apenas isso. Caso tenha alguma dúvida pode sempre recorrer a especialistas no assunto.

fluxo de caixa do consultório

Custos fixos e custos variáveis

O **conceito de custo é extremamente simples**, mas ainda requer uma atenção especial para que possamos diferenciá-lo em fixos e variáveis.

Por definição, custos fixos são aqueles que não sofrem alteração quando há um aumento ou redução de sua atividade operacional, ao passo que custos variáveis são aqueles que se alteram quando há aumento ou redução da atividade operacional.

Um exemplo de custo fixo é a internet que você utiliza para o sistema de gestão do seu consultório. Mesmo que você atenda 24h por dia, todos os dias da semana, essa conta de internet não sofrerá nenhum aumento.

Ao passo que as luvas que você utiliza durante as consultas são proporcionais à quantidade de atendimentos que você realiza. Portanto, o valor que você gasta para comprar essas luvas é um custo variável.

É interessante ter essa definição para termos uma noção do quanto sua empresa gasta com custos fixos e custos variáveis e ver, talvez, se não seria melhor uma redução em sua atividade ou uma redução nos custos.

Como você viu, o Fluxo de Caixa da Clínica é uma ferramenta fundamental para você controlar suas finanças e garantir o sucesso do seu negócio.

Se você tiver alguma dúvida sobre como fazer o fluxo de caixa, pode ver ESTE ARTIGO.

modulo financeiro iclinic

Veja também:

Casos de Sucesso ... Sep 19, 2017

Caso de Sucesso Dr. Vinicius Alves: Como duplicar o número de atendimentos em um consultório odontológico

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Materiais Educativos iClinic

Para Secretárias ... Sep 28, 2015

A importância da Secretária para um consultório médico

Veja também:

Casos de Sucesso ... Sep 19, 2017

Caso de Sucesso Dr. Vinicius Alves: Como duplicar o número de atendimentos em um consultório odontológico

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Materiais Educativos iClinic

Para Secretárias ... Sep 28, 2015

A importância da Secretária para um consultório médico

comments powered by Disqus