coisas que os pacientes escondem

6 coisas que os pacientes escondem dos médicos

Além de todos os desafios da rotina de um profissional da saúde, muitas vezes é preciso decifrar tudo o que o paciente fala durante a consulta. Confusões, omissões e dados errados podem prejudicar o diagnóstico e até mesmo abalar a confiança da relação médico e paciente.

Esse tipo de problema é mais comum do que se pode imaginar.

Muitas pessoas acham que o médico não precisa saber de tudo, omitem ou distorcem apenas por vergonha. Ou até mesmo não dão a devida importância a informações que são relevantes para o diagnóstico.

Nestas situações é importante deixar o paciente o mais a vontade possível, e estreitar a relação médico e paciente.

Conheça alguns dos fatos mais comuns omitidos pelos pacientes e aprenda a deixá-lo ainda mais a vontade durante a consulta.

1. Falam que não fumam

Alguns pacientes têm vergonha de contar que fumam e negam esta informação ao médico.

Cabe ao profissional ser cauteloso e perguntar se a pessoa convive com alguém que fuma ou se é fumante passivo, para tentar fazer com que o paciente fale a verdade.

2. Dizem que seguiram a prescrição médica à risca

Muitos pacientes notam uma pequena melhora e param com a medicação no início do tratamento.

Dias depois voltam a piorar e vão ao médico falando que o tratamento não deu certo.

É importante uma longa e boa conversa para que o médico consiga notar se os dias prescritos da medicação foram realmente tomados.

3. Garantem que usam preservativo

Isso é bastante comum entre homens e mulheres.

O fato de saber que está fugindo do recomendado, faz com que a pessoa minta.

Por este motivo, o médico precisa ser bastante cauteloso antes de descartar um possível diagnóstico de DST, investigando mais profundamente.

relacao medico e paciente omissao

4. Falam que não tomam nenhum remédio

Os pacientes às vezes escondem ou até mesmo esquecem que estão tomando determinado medicamento.

Muitas vezes isso é proveniente da automedicação, e por saber que não deveriam fazer isso acabam omitindo para não confessar o erro.

5. Dizem que não bebem

Algumas pessoas acham que a as duas latinhas de cerveja ou a taça de vinho na hora do jantar não precisam ser contadas ao médico.

6. Omitem o histórico familiar

Muitos não contam sobre uma doença grave que tenha acontecido na família e mesmo quando indagados diretamente, negam a existência, seja por vergonha, esquecimento ou falta de conhecimento.

As histórias contadas pelos pacientes são variadas e só com um bom diálogo e com uma maior relação de confiança é que o profissional conseguirá saber tudo o que precisa. Para isso, ressalta-se a  importância da consulta ter um tempo adequado.

Respeito, atenção aos detalhes e dedicação são fundamentais para melhorar a relação médico e paciente e também para um diagnóstico e tratamento perfeitos.

## Cadastre-se e receba gratuitamente dicas exclusivas de Gestão em Saúde e Tecnologia:  

Veja também:

Casos de Sucesso ... Jun 08, 2017

Caso de Sucesso iClinic: Fisioterapeuta Rafael Bugnotto

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Todos os materiais educativos iClinic

Para Secretárias ... May 19, 2016

5 coisas que toda recepcionista de consultório precisa saber

Veja também:

Casos de Sucesso ... Jun 08, 2017

Caso de Sucesso iClinic: Fisioterapeuta Rafael Bugnotto

Conteúdo Vip ... Dec 20, 2016

Todos os materiais educativos iClinic

Para Secretárias ... May 19, 2016

5 coisas que toda recepcionista de consultório precisa saber

comments powered by Disqus